Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

A Amiga

  • Publicado em: 19 de fevereiro de 2004 13:56
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Durante toda minha adolescência, ao contrario da maioria dos outros adolescentes, sempre tinha um lugar onde pudesse realizar minhas fantasias, principalmente em minha casa, onde estava quase todo o tempo sozinho. Minha irmã e irmão no colégio, meus pais no trabalho, e lá estava eu, mais uma vez só em minha casa. Até a fantasia de andar nu dentro de casa, que sei! Muitos adolescentes têm até hoje, pude realizar, por estar quase sempre só…

Já há algum tempo concentrava esforços na conquista de uma amiga da minha irmã, mas o problema era que elas eram inseparáveis, o que me deixava sem oportunidades para poder dizer-lhe o que sentia. Certo dia sem imaginar tamanha fortuna que me ocorreria, pois estava tendo um dia normal, ouvindo musica pelado pela casa e comendo porcaria, foi quando a campainha tocou, corri para colocar uma bermuda e abaixar o som, xingando e maldizendo quem ousara atrapalhar meu deleite. Fui até à porta, e ao abri-la me deparei com Kátia, a amiga de minha irmã, mais que depressa, corri para pegar a chave sem, é claro, avisar-lhe que minha irmã não estava em casa, afinal não podia perder tal oportunidade… Aproveitando a chance que o destino me deu, trouxe-lhe para dentro de casa, não deixando espaço para que ela sequer tocasse no nome de minha irmã. Cobrindo-lhe de elogios e carinhos, ofereci-lhe algo para beber, foi quando ela perguntou por Natalia. Disse-lhe que havia saído mais que não demorava e pedi que a aguardasse. Kátia, para meu espanto, disse que seria melhor que Natalia demorasse, pois há muito tempo ela estava querendo ficar a sós comigo. Depois de tão surpreendente declaração, não podia perder tempo, e sem deixar de ser educado, carinhoso e gentil, tomei-lhe nos meus braços beijando sua boca delicada e macia. A deitei no sofá para que pudesse depositar sobre seu corpo o meu, e com carinho toquei seu corpo com meus dedos, minha pele, minha língua, sentindo sua pelugem tocar meu corpo nu, me impregnando com seu cheiro suave e doce.

Lindo, foi o momento que vi a luz entrar pela janela e em sua pele alva descansar de tão longa jornada, enquanto Kátia lançava ao ar gemidos de prazer, me mordiscando a orelha e apertando minha bunda. Senti de súbito seu clímax, me deixando uma única escolha, ficar olhando seu corpo ter os espasmos de prazer com o meu pênis ainda dentro dele. Olhar sua testa molhada de um suor doce e cheiroso, sentir o melhor prazer que um homem pode sentir… o prazer de ver brotar de um rosto tão cansado e angelical, um sorriso, um sorriso de agradecimento, mas antes que pudesse dize-me algo, lhe tampei a boca com meu dedo dizendo: “Não vamos estragar este momento com palavras”. Transamos de uma forma muito especial, pude sentir sair de seus poros e de sua boca um prazer verdadeiro, sem fingimento ou enganação. Gostou? Me mande um e-mail e quem sabe naum participará de uma doce avetura comigo e minha esposa?

Referência do Anúncio ID: CT-000018482

Não há Tags

6649 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Informações deste Autor

  • Autor: bsblima
  • Membro desde: 4 de dezembro de 2003

Contos publicados por bsblima

Últimos itens anúnciados por bsblima »

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: Igorcvel, 106 Guests, 29 Bots