Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

A FESTA DE ANIVERSARIO DA MINHA PRIMA

  • Publicado em: 11 de junho de 2017 09:59
  • Expira: Nunca!
A FESTA DE ANIVERSARIO DA MINHA PRIMA
51

Detalhes do Conto Erotico:

A FESTA DE ANIVERSARIO DA MINHA PRIMA

Em 2011 fui convidada por meus tios que moram em São Lourenço-MG (uma cidade próxima da minha) para o aniversário de 15 anos da minha priminha. Então eu disse que iria e no sábado logo de manhã montei na minha moto e fui para ajudar minha tia Sandra nos preparativos para o aniversário. (meu tio Paulo é irmão do meu pai). Chegando lá cumprimentei meus tios e dei um abraço na minha prima Isabeli (Iza, entreguei meu presente a ela e fui ajudar minha tia na preparação da festa. Ela então me apresentou suas amigas Katia e bel que também estavam ajudando nos afazeres. Katia era uma loira de estatura mediana, com mais ou menos 25 anos e um corpo maravilhoso. Bel era um pouco mais alta, 35 anos e seu corpo não deixava nada a desejar com o da Katia. Ficamos o dia todo preparando os doces e salgados para a festa, meus tios haviam alugado um salão amplo próximo da casa deles, e uma equipe pra ajudar com o bufe, mais essa parte dos salgados e doces ficaram a cargo da minha tia, trabalhamos o dia todo nos divertindo muito e às vezes minha tia abria umas cervejas pra nós bebermos e nisso fui tornando amiga daquelas duas gatas. Quando foi a noite nos arrumamos e fomos para o salão. Chegando lá eu reparei que já havia muita gente bem interessante, inclusive Katia e Bel. Então me juntei a elas, pois além dos meus tios e primos que eram crianças ainda eu só as conhecia mesmo. Então ficamos conversando, dando risadas e fofocando sobre as pessoas que estavam por lá durante toda a festa. Então depois de algumas cervejas me deu vontade de ir ao banheiro e as duas me acompanharam, quando acabamos de fazer o precisávamos elas foram retocar as maquiagens e eu pude reparar mais pouco de como elas eram lindas e gostosas com seus vestidos longos bastante decotados. Aquelas duas estavam me deixando louca, e me fazia sentir um fogo dentro de mim quando voltamos a Katia disse que a festa estava chata, pois só havia crianças e casais, e ela já estava querendo ir dormir, eu concordei e disse que também iria. Então Bel disse que ainda era cedo pra dormirmos e deu a ideia de irmos numa boate que ela conhecia e que era bem legal, concordamos na mesma hora, como eu iria dormir na casa dos meus tios os avisei pra que eles não se preocupassem comigo. Quando chegamos à boate eu percebi que o local era frequentado por muitos turistas, também por gays e lésbicas, aquele lugar me animou bastante e minha imaginação foi à mil. Mas ao mesmo tempo fiquei bolada, pois eu ainda não sabia o que as duas amigas curtiam realmente, e como eu diria a elas se eu encontrasse alguém que me interessasse, procuramos uma mesa, nos sentamos, pedimos umas bebidas e ficamos conversando, dando risadas. Então me levantei e disse que iria dançar um pouco, e as convidei pra me acompanharem. Mas só a Bel aceitou e a Katia ficou na mesa nos olhando e rindo de nós duas, dançamos muito pois a bebida nos deixou muito animadas que logo estávamos coladas uma na outra, nos esfregando em uma dança sensual que minha boceta ficou ensopada com o melzinho que já escorria. Tocou mais umas três músicas e a Katia também se juntou a nós, sorridente acho que era também o efeito do wisk que ela bebeu, logo começou a me abraçar, elas dançavam coladinhas em mim, me fazendo de recheio num sanduíche, eu delirava com aquilo e comecei rebolar, roçando meu corpo ao delas, então a Bel chegou mais perto de mim e me deu um beijo estonteante na boca que me tirou o folego, enfiou sua linga na minha boca, mordendo meus lábios como que se quisesse me engolir toda, que delicia foi aquele beijo e nossas línguas entrelaçadas brincavam em nossas bocas, Kátia então me agarrou por trás e começou acariciar e apertar meus seios bem forte, desceu sua mão até a minha boceta latejante e em chamas me fazendo gemer e me contorcer de tanto tesão, senti que estava quase gozando naquele canto escuro da boate. Então puxei as duas de volta para a mesa, nos sentamos e ficamos nos beijando, dei um beijo demorado na boca da Katia e Bel do meu lado começou a me alisar por cima do meu vestido e enfiando sua mão dentro da minha calcinha acariciou minha boceta me fazendo arrepiar todinha e eu agarrei Kátia com toda vontade que estava e chupei sua boca fortemente. Então resolvemos irmos para um hotel que havia ali perto e saímos da boate abraçadas, sendo que eu fiquei entre aquelas duas gatas, chegando lá, nos cadastramos e logo que entramos no quarto nos soltamos e começando um transa louca, enquanto eu chupava os seios de Katia, a Bel chupava e metia seus dedos na minha boceta, quando eu estava quase gozando a Katia disse pra irmos tomar um banho, entramos as três na hidromassagem e voltamos a nos pegar com mais intensidade de antes. Então trocamos de posição e Katia começou me chupar parecendo uma loba faminta, virou a bunda pra Bel rebolou se oferecendo, então Bel a agarrou pela cintura e fazendo um vai-e-vem bem rápido com sua língua fazendo Katia gritar de prazer, então Bel saiu da banheira, enrolou numa toalha e disse que voltaria logo. Então eu sentei na beira da hidro, totalmente com as pernas escancaradas e Katia caiu de boca na minha boceta me chupando com maestria. Enquanto me chupava ela sussurrava dizendo que eu era um tesão, que minha boceta era deliciosa e que ela estava louca pra me foder desde que me conhecera na casa dos meus tios, ela dizia aquilo com sua voz doce me deixando tão alucinada que gozei intensamente cruzando minhas pernas no seu pescoço apertando sua cabeça contra a minha boceta. Então depois te eu ter gozado, dei um beijo gostoso nela sentindo o gosto do meu gozo na sua boca e a fiz ficar de quatro, começando a chupá-la com muita vontade, desci com minha língua em direção ao seu cu fazendo-a dar um gemido alto e abrir um pouco mais suas pernas pra que eu pudesse explorar aquele cuzinho apertado, eu lambi seu cuzinho que piscava de tesão e enfiei um dedo e comecei a fazer movimentos de vai e vem dentro dela, fazendo a rebolar e pedir mais e mais, então enfiei o segundo e o terceiro dedo e ela rebolava extremamente alucinada, quando vi que ela ia gozar meti minha boca na sua boceta e suguei todo seu melzinho.

Bel voltou com outra surpresa, pois em suas mãos ela trazia um strapon com um cacete enorme que ela colocou e entrou na banheira, deu um beijo em cada uma de nós e pediu pra que ficássemos de quatro e começou foder as duas quase ao mesmo tempo, enquanto eu e Katia nos beijávamos, deliciosamente como duas gatas apaixonadas, Bel nos fodia deliciosamente fazendo nós duas gozar juntinhas, Bel se levantou e disse para irmos pra cama, então nos secamos e deitamos de costas, então duas me agarraram ao mesmo tempo, Katia chupava meus seios e beijava minha boca, enquanto a Bel começou a lamber minha boceta me deixando louca de tesão outra vez, levantei minha bunda um pouco e Bel foi penetrando aquele cacete novamente na minha boceta, me fazendo gemer muito e Katia veio dando uma cuspidinha no meu cuzinho e enfiou dois dedos dentro de mim também. Depois que a Bel me comeu por um tempo tirou o strapon e entregou pra Katia dizendo a ela que fodesse a minha boceta também, Kátia então prendeu o cinto e deitou em cima de mim, posicionando aquele pênis de borracha enorme na portinha da minha boceta, me fazendo dar outro grito de prazer e quando ela soltou o peso de seu corpo e aquele enorme cacete entrou todinho dentro mim. Eu gemia e gritava a chamando de puta safada dizendo pra ela me foder bem gostoso. E ela começou um vai-e-vem bem rápido com aquele pênis totalmente atolado na minha boceta. Então a Bel ficou de quatro pediu pra que Katia metesse nela também, eu fiquei brava com a Bel, pois eu estava quase gozando, mas Katia nem deu atenção e tirou o pênis de dentro da minha boceta e partiu pra cima da Bel, metendo bem forte nela. Katia percebendo que a Bel iria gozar meteu mais rápido ainda na sua boceta, a fazendo explodir num orgasmo intenso, ela deu um gemido tão gostoso e depois ficou quieta como que se tivesse desmaiado, então dei um beijo na sua boca até sentir sua respiração voltar ao normal. Katia então olhou pra mim e disse com uma cara de safada pra que eu a deixasse me comer mais um pouquinho, deu outro beijo na minha boca e me puxou, me fazendo ficar de quatro na beira da cama. Ela beijou minha bunda, passando sua língua molhada no meu cuzinho, eu me arrepiei toda ao perceber qual era a sua intenção, então empinei minha bunda me arreganhando mais ainda pra ela, quando a Katia posicionou o cacete na entrada do meu cuzinho e o enfiou de uma só vez, me fazendo dar gritos de dor e prazer. Bel vendo aquilo, entrou por baixo de mim fazendo um 69 delicioso para que eu chupasse sua boceta e ela a minha, agora sim nós três estávamos num transa perfeita e completa, pois enquanto nós choupávamos a boceta uma da outra, Katia fodia meu cuzinho por trás e Bel ainda dava umas lambidas na boceta da Katia, que loucura deliciosa que estava aquilo. Ficamos nessa brincadeira por longos e intensos minutos, até que explodimos juntas num orgasmo frenético, gemíamos e soltávamos gritos de tesão e prazer, deitamos as três abraçadas pra recuperarmos um pouco as nossas energias. Depois foi a mim vez de colocar a cinta e sentir o prazer de sentir o gostinho de penetrar os cuzinhos delas e assim o fiz, coloquei aquelas gatas de quatro e lambuzei seus cuzinhos com minha saliva e meti gostoso aquele pau dentro delas, uma a cada vez. Elas gemiam de prazer ao sentir minhas estocadas naqueles deliciosos cuzinhos, depois de alguns minutos elas gozaram gostoso, levantamos e tomamos outro banho esse porem foi bem rápido, pois queríamos continuar nossa festa particular. Transamos quase sem parar até de manhazinha. Levantamo-nos, nos vestimos, pagamos o hotel e fomos pra casa, felizes e saciadas. Quando eu cheguei à casa dos meus tios, minha tia me recebeu com um olhar estranho, mas apenas me deu um sorriso um tanto quanto safado. Subi para meu quarto pra tomar um banho e trocar minha roupa quando voltei, ela me perguntou se a minha noite tinha sido divertida. Então acabei contando a ela tudo o que eu tinha feito. Ela apenas um sorriso e disse que sentiu inveja de mim, pois aquilo era a sua maior fantasia eu olhei-a espantada, mas apenas dei um sorriso dizendo que eu logo retornaria pra satisfazer a sua fantasia, demos uma gargalhada, me despedi da tia Sandra com um selinho e voltei pra minha cidade.

Espero que gostem e prometo voltar pra contar o resto desta historia. FIM

Meu livro com contos inéditos com 500
paginas e muitas fotos de puro
sensualismo já esta disponível
por apenas 30 Reais. Pedidos pelo

E-mail: contosbykellyfe@gmail.com
Beijinhos

Referência do Anúncio ID: 15593c83e375b19

Não há Tags

976 visualizações, 0 hoje

  

Uma Comentário para “A FESTA DE ANIVERSARIO DA MINHA PRIMA”

  1. dotadosafado2016 em 11 de junho de 2017 @ 14:30

    ótimo conto..sempre que leio fico puto de tesão e com vontade de conhecer esse tipo de mulher safada, as vezes sendo uma evangélica, mãe, dona de casa..crente..comprometida enfim mulher que gosta de ser bem fodida, ou tenha fantasias e desejos mesmo que as vezes não tenha coragem pra falar mais morre de desejo,quero até mesmo ajuda-la a perder a timidez e mostrar todo desejo e vontade reprimida. quem sabe ajudando a conhecer esses desejos e vontades…whats 47. 9212. 6411 (quatro, sete) nove, dois, doze, meia, quatro, onze

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: Moreno-62, 191 Guests, 16 Bots