Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

A MULHER DO MEU SÓCIO

  • Publicado em: 29 de agosto de 2017 08:31
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Olá, vou narrar agora o meu segundo conto, que, assim como o primeiro é real, tenho 49 anos, 1,75m 82kg branco cabelos castanho claro lisos, moro em Niteroi RJ, sabe aquela mulher que não é bonita e nem feia.,mas que do nada você fica com tesão e vontade de comer? Ela tem 1,57 mais ou menos, magrinha, uma bundinha pequena, um peitinho rosadinho e pequeno (via sempre sem querer rss) foi o que aconteceu, fui morar na mesma rua do meu sócio e sempre gostamos de festa, fim de semana quando não era na casa dele era na minha, sempre em contato e como eles são do Norte sempre rolava aquele forró, não sou um exímio dançarino mas gostava de dançar e minha mulher não curte muito e acabava dançando eu e a mulher do sócio, até então eu não tinha maldade nenhuma nela, mesmo quando dava aquelas encostadas sem querer, na verdade o tesão por ele aconteceu com um comentário simples do meu sócio em uma conversa formal durante a semana, quando ele comentou que ela levou ele ao salão que ela vai para que ele se depilasse e que ele não conseguiu por doer muito, mas que teve que esperar ela fazer a depilação dela que ela estava sempre com a pepeca depilada, caramba eu fiquei doido, pois, gosto muito de uma pepeca lisinha, me imaginei logo chupando ela em um 69 com a boca na bucetinha e o nariz no seu cuzinho e não tirei mais essa ideia da cabeça e passei a deseja-la, sempre respeitando e sem deixa-la perceber, gosto muito de pegar uma mulher compromissada, mas nunca quis nada com mulher de amigo do meu ciclo, mas essa com certeza eu tinha vontade de estar sozinho com ela e falar a vontade que eu tinha de foder gostoso com ela, chupar sua buceta, de meter gostoso na buceta e no cuzinho dela. O meus sócio sempre foi um pica fiel, mas disse ter conhecido uma novinha no posto de gasolina e começou a sair com ela, em um belo dia eu saindo pra trabalhar e vejo ela saindo da garagem e sai em disparada, estranhei e fui atrás, pois, achei que tinha acontecido algo, no sinal de transito, parei ao lado e perguntei se havia acontecido algo, pois, estava correndo muito, ela disse que não que estava tudo bem, insisti e ela disse ta tudo bem, desta forma fui embora, ja estava a uns seis km de distancia quando ela me liga, e diz… não está tudo bem não, e pergunta onde estou, falei logo que estava voltando e ela estou atras da igreja católica, descobri que seu sócio está me traindo, entrei no carro dela no banco da frente e ela começou a falar o que estava acontecendo, que estava arrasada, ela de shortinho jeans e top, coloquei a mão na perna dela e comecei a conversar tentando tirar aquilo da cabeça dela, que ele não era homem disso que era voltado pra família e realmente era, mas ela fala uma coisa que acelerou o meu coração, não vai ficar assim ele vai ter troco, mulher não trai, mulher se vinga, vai pagar na mesma moeda, caraca fiquei louco, mas tentei remediar, não faz isso e tal, mas ela disse que não tinha volta, e aí entrou meu lado safado e disse, bom eu tenho uma coisa pra te falar.. o que? falei porque a essa altura minha mão já estava quase na virílha dela e ela não mandou tirar, eu sempre tive vontade de você ela me olhou e disse você é bem safado né querendo a mulher do seu sócio, puxei ela e tasquei um beijo, e falava sempre tive vontade de chupar sua bcetinha depiladinha que isso que loucura, e ficamos nos pegando ali no carro quando coloquei a mão dela na minha pica dura ela ficou doida e pediu pra ver mostra que vou ver o segundo pau ao vivo só tinha visto o daquele abestado até hoje, quando botei pra fora ela disse, vamos pro banco de trás, caraca não acreditava naquilo, quando entrei (uma sorento) ela começou a mamar minha pica e com uma vontade que parecia que nunca tinha muito tempo que não via uma rola, tratei de chegar os bancos da frente pra frente, com o insul film não dava pra ver nada, sentado fui desabotoando seu short e vi aquela bucetinha linda lisinha como imaginei, fui me deitando e pedindo pra ela virar pro meu lado, puta que pariu que coisa mais linda é exatamente como imaginei pequenininha, gordinha e lisinha, e caí de boca com o polegar penetrando nela e ela começou a gemer e dizer que loucura gostosa, não para safado chupa, e via aquele botão rosadinho, pqp, passei a meter a língua no seu cú e ela ficou mai louca ainda e acabei enchendo a sua boca de porra que delicia que gozada desejada e gostosa na boca daquela mulher que sempre quis mais nunca acreditei que fosse acontecer, ela abriu o vidro cuspiu minha porra (decepção rss) e disse que doideira que fizemos, mas como vou olhar na cara de minha amiga agora… bom fui embora trabalhar e as coisas voltaram ao normal e até hoje tento comer aquela bucetinha e aquele cuzinho e ela corre.

Referência do Anúncio ID: 57459a15b985e0f0

Não há Tags

510 visualizações, 0 hoje

  

Uma Comentário para “A MULHER DO MEU SÓCIO”

Trackbacks/Pingbacks

  1. Até hoje tento comer aquela bucetinha e aquele cuzinho Gostoso. – mulherespeladasnuaspeladas

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Informações deste Autor

Contos publicados por ksadopiratining

  • O Autor não publicou outros contos.
Últimos itens anúnciados por ksadopiratining »

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 69 Guests, 10 Bots