Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

AI PROF QUE COSA LOCA

  • Publicado em: 12 de maio de 2017 16:58
  • Expira: Nunca!
AI PROF QUE COSA LOCA

Detalhes do Conto Erotico:

Olá, sempre leio os contos daqui e me excito muito! Eis a minha hora de tentar satisfaze-los.

Essa história eh baseada em fatos reais, e sem mais delongas, vamos lá:

Meu nome é Babi, tenho 1,67, sou moreninha de cabelos cor de mel cacheada. Tenho peitos médios durinhos é uma bunda empinadinha, tenho atualmente 20 aninhos, e essa história que vou contar aconteceu há 3 anos.

Com 16 anos, entrando para o último ano do colégio meus pais decidem me colocar no inglês. De início fui fortemente contra a ideia porque eu tinha muita coisa pra fazer, então tentava colocar empecilho em tudo.. mas eles acabaram me forçando a ir. Sai do colégio as 12hrs acompanhada de um forte chuva, como a escola de idiomas ficava perto me arrisquei a ir correndo até lá. O uniforme dá escola era branco e naquele dia estava usando um shortinhos de ginástica ( do próprio colégio) meio curtinho. Cheguei ensopada na escola, e nem reparei no homem que estava tomando água na recepção. Com muita raiva de tudo aquilo, perguntei a recepcionista onde era o banheiro e fui tentar me secar um pouco lá. Demorei 5min e já entrei na minha sala para a primeira aula. Fiquei mexendo no meu celular até que o silêncio foi cortado por uma voz grossa e rouca, dizendo:
– eita você está bem molhada…
Olhei para cima e vi um homem de aproximadamente 1,79, branco com uma barba rala preenchida,uma camiseta social e calça jean, é claro não pude deixar de notar um pequeno volume em sua calça.
Sorri desconcertada, e a aula começou.
Não pude deixar de reparar q a todo momento ele encarava minhas coxas e parava na minha ppk, vendo isso é gostando, abri as pernas por debaixo dá carteira e fiquei com um lápis na boca quase o tempo todo dá aula. Em alguns momentos ele gaguejava e se perdia, e eu estava achando aquilo ótimo hahaha.

No final da primeira aula, ele perguntou se tinha gostado do modelo dá aula e que seria assim, 1hr de aula VIP (só eu e ele) na terça e quinta. Eu lhe disse que havia gostado sim, e que esperava que a aula fosse mais participativa, que gostava de sair dá carteira e daquele modelo tão tradicionalista. Ele sorriu e disse que daria um jeito.
Fomos pra fora da sala e nos envolvemos num papo sobre política que esqueci o horário, parei com meus pais me ligando. Despedi dele e fui para casa.

No caminho só conseguia pensar naquele homem, que exalava poder, a cada passo parecia eterno de minha casa. Minha ppk estava pulsando de tanto tesão que estava, não aguentei chegar em casa, entrei na primeira rua sem saída e coloquei a mãozinha lá. Estava quentinha e toda molhada, como estava com pressa esfreguei meu grelhinho com força soltando gemidos abafados. Esfreguei e não aguentando só isso, levantei a blusa e apertei meus seios, fiquei assim até alcançar o orgasmo. Sorri e fui para casa.

Passou se uma semana e a cada aula eu ia com roupas mais cativantes, até que um dia eu vi a oportunidade perfeita: a recepcionista mandou msg pra mim dizendo que a aula dessa semana seria em um dia só, na sexta de noite. Pirei com aquilo, todos os hormônios dá adolescencia eu só pensava em uma coisa: preciso perder minha virgindade com esse homem.
Tomei um banho bem demorado, passando os dedos no meu grelhinho e imaginando aquele cacete me penetrando. Coloquei um vestidinho que mostrava a polpa dá bunda e uma calcinha minúscula e fui. Chegando lá a recepcionista não estava, e ele foi me atender. Comprimentei com um abraço na esperança de sentir seu membro, e lá estava ele! Fui para sala e o esperei como de costume. Antes dele entrar deixei as pernas bem aberta e dei uma leve empurrada na calcinha, e olhei para direita como se estivesse distraída. Senti sua presença na sala e deixei,e não olhei para ele, então ele quebrou o gelo elogiando meu vestido e eu o olhei e pude ver o desejo, não só em seus olhos, mas no seu membro que estava parcialmente rígido.
Ele viu que encarei por mais segundos, e sorriu desconcertado.
– desculpa por isso… É que você… Uau… Desculpa
– hahaha eu o que, teacher?
– nada nada, coisa dá minha cabeça.
Eu percebi a deixa, e falei.
– você pode vir ver se essa frase que fiz esta correta?
Ele chegou bem perto, e pude sentir seu cheiro e aquilo me delirou. Ele foi pra pegar minha tarefa e eu segurei sua mão e coloquei sobre minha coxa. Ele me olhou um pouco perdido e eu sorri.
-Babi… O q vc está fazendo?
– o que vc tá me pedindo pra fazer – disse deslizando sua mão para mais dentro do vestido
– mas eu não pedi isso… – balbuciou
Nessa hora seu grande membro estava muito rígido, e dava para ver o contorno daquela delícia.
Tirei minha mão sobre a dele mas ele continuou lá, com a minha peguei em seu membro sobre a calça e apertei tirando um leve gemido dele. Sem mais esperar ele me puxa dá cadeira e me senta em sua mesa, levanta meu vestido e vai beijando minha coxa, minha virilha e com aquilo eu já me contorcia gemendo
– você queria isso desde do início né sua putinha
– sim.. por favor … Me chupa
– não precisa pedir isso não gostosa
E sem dizer mais nada ele enfia sua língua em mim, e eu delirou. Sexo oral eu já havia feito com outros meninos, mas a penetração ainda não.
Com gemidos começo a rebolar na língua dele mesmo, então ele coloca um dedo em mim e eu piro.
– hummmmmm, eh virgem eh? Agora entendo esse fogo…
Ele arranca meu vestido me deixando só de calcinha e cai de boca em meus peitos, sinto seu membro sobre seu box pulsando e aquilo me deixa louca.
Tirei sua box e cai de boca numa pica de 21cm, chupei como se fosse um picolé, com toda força e delicadeza tbm, ele ia a loucura. Então segundos antes de gozar ele me empurra
– não, espera, vou te foder todinha
Com um pouco de medo olho para os lados, talvez eu não queria mais e peço
– não, acho q não quero .. ten…
– cala boca que vou te foder sim sua puta gostosa
Com medo, ele me vira e coloca seu pinto na entrada dá minha ppkinha, aquilo me levou a loucura
– mete vai
– com prazer
Então ele enfia com tudo, aquela vara enorme, e a sinto me rasgando por dentro, uma dor com um tesão misturado
– não para, vai fode mais
E ele vai estancando tudo rápido e com força, aquilo vai me deixando louca e vou gemendo igual uma puta
– isso, vai, isso mesmo
– vc gosta neh putinha, pois eu vou comer até seu cuzinho
Sem esperar ele gospe no meu cuzinho e enfia seu dedo em minha boca, depois começa a cutucar meu cuzinho enquanto mete em mim… Mas isso ficará para outra história

Referência do Anúncio ID: 71458f0deaccd324

 

2128 visualizações, 0 hoje

  

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: superaspa, mala.fic, Catarina, anonimobrazil21, phia, anonimobrazil21, 288 Guests, 13 Bots