Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Boquete desde Pequena

  • Publicado em: 28 de abril de 2016 11:33
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Oi! Meu nome é Yasmim tenho 19 anos e minha história começou quando eu tinha 9 aminhos. Levantei cedo para ir ao banheiro, quando passo pelo quarto de meus pais, vejo minha mãe pagando um boquete em meu pai. Não entendi o que era, mais fiquei sabendo mais tarde. Não falei nada com ninguém, mais no outro dia quando fui ao banheiro vi minha mãe chupando de novo. Fiquei olhando e minha calcinha ficou molhada sentindo um incômodo que nunca tinha sentido. Não sabia o quê era mais minha mãe fazia com gosto e meu pai gostava muito.
No condomínio em que morava tinha o Tio Pedro que brincava com as crianças como se fosse criança. Era uma pessoa muito boa falava com todo mundo e fazia amizade com todos. Quando estava sozinho com o Tio Pedro, criei coragem e falei com ele o que minha mãe fazia, ele falou que os namorados faziam isso e os meus pais estavam namorando. Perguntei se ele queria namorar comigo, ele disse que eu era muito lindinha, mais novinha para namorar. Sempre ajudava ele quando ele lavava o carro, queria ficar sozinha com ele. Todos os dias via minha mãe chupando meu pai e molhava minha calcinha e tive a ideia de fazer o mesmo com uma banana, treinei fazendo igual minha mãe.
Já com 10 aninhos minha curiosidade era tamanha. Quando estava ajudando o Tio Pedro a lavar sua Vam, teve uma hora que ele debruçou sobre os bancos para limpar o piso e eu na intenção de ajudar cheguei perto dele e segurei no seu pinto por cima do calção, ele não reagiu, eu continuei pegando e seu pinto que ficou maior na minha mão. O calção era folgado e meti a mão por baixo entre a coxa subindo pela virilha e pagando seu pinto com a mão. Nossa! Que delírio! Pegar um pinto naquela situação e só com 10 anos. Não aguentei e diante da situação em que o Tio Pedro não se mexia, queria ver, sentir o cheiro e chupar como via minha mãe fazer. Num impulso puxei por baixo e ele veio até meus olhinhos veem. Cheguei perto para sentir o cheiro. Era um cheiro inebriante, suor com urina, cheiro de macho. Fiquei mexendo e cheirando, começou a sair uma babinha e não resisti passei a língua. Nossa! Que delícia! Estava realizando um sonho!
Escuto a vós do Tio Pedro falando.
– Matou a curiosidade? Agora chupa igual sua mãe.
Na mesma hora coloquei na boca e chupei como se fosse um canudo. Estava delirando de tanto prazer, como fazia na banana fiz igual minha mãe. Não demorou muito e ouvimos barulho na garagem, fingi que estava ajudando o Tio Pedro e peguei um saco de lixo para catar o que ele varreu.
Passado uma semana. Encontro Tio Pedro embaixo do prédio e vou de encontro a ele e dou um abraço bem apertado, ele me trata como se não tivesse acontecido nada entre nós. Ele estava subindo com sacolas de compras, ajudei ele abrindo a porta do apartamento. Quando entramos Tia Neuma, sua esposa, não estava. Logo queria continuar o que foi interrompido na Vam. Cheguei perto, peguei no pinto dele e disse que estava com saudades. Ele abril sua bermuda e me deixou á vontade. Nossa! Peguei com vontade brinquei um pouco e logo estava chupando. Chupei muito e ele começou a me tocar, foi muito bom. Não queria parar de chupar. Combinamos de quando Tia Neuma for trabalhar eu subia para seu apartamento. Duas ou três vezes por semana descia com meu pai as 7 horas da manhã, minha mãe estava dormindo, pois fica cansada depois que meu pai dava uma surra de pica nela todos os dias pela manhã. Meia hora depois Tia Neuma passava por mim indo trabalhar. Eu corria para o apartamento do Tio Pedro e ficava peladinha até as 9 horas, quando ele ia trabalhar. Chupava o pito dele, o pinto dele e sentava de pernas aberta no rosto dele. Gostava da língua na pinha pepeca e no meu cuzinho, como ele mamava meu cuzinho gostoso. Ficávamos juntinhos na cama. Estava viciada em tomar seu leitinho sempre.
Pedia para ele não lavar, pois tirava o cheiro que me excitava e ficava com cheiro de sabonete. Um dia estava com cheiro diferente, perguntei que cheiro era, ele disse que tinha namorado com a Tia Neuma e não lavou. Gostei tanto do cheiro que parecia que Tia Neuma estava junto com nós. Fiquei tão excitada que pedi para Tio Pedro sempre pegar uma calcinha usada da Tia para ficar junto de nós. Tia Neuma estava presente em meus pensamentos. Certo dia Tio Pedro dobrou os calmantes que a Tia tomava para dormir, ele apagou. Entrei no apartamento deles e Tio Pedro levantou o vestido da Tia Neuma, abril as pernas dela, eu cheguei perto para sentir o cheiro, abri sua pepeca e bem perto cheirei várias vezes e não resistindo passei a língua. Nossa! Que maravilha! Comecei a chupar, saia um melzinho muito bom! Tio Pedro à tudo via e não se mexia e Tia Neuma suspirava. Fui puxada para parar pois podia acordar Tia Neuma.
Comecei a cheirar a calcinha de minha mãe e o cheiro era bom, mais diferente da Tia Neuma. Peguei o Calmante com Tio Pedro e dei para minha mãe, ela apagou e chupei minha mãe. Nossa! Que gosto diferente, mais muito bom também!
No condomínio tinha uma menina que conversávamos e ficamos amigas. Letícia era mais nova que eu 13 amos e eu 15. Cheguei a falar que o cheiro da minha pepeca era diferente da minha mãe e vi na internet que os cheiros nunca são iguais. Perguntei como era o cheiro dela. Letícia achou estranha a nossa conversa, mais curiosa queria saber como era o cheiro de outra pepeca. Então subimos para o meu apartamento direto para meu quarto onde tiramos nossas roupas e cheguei perto para sentir o cheiro que era inebriante, não resisti e passei a língua. O cheiro e o gosto formam um par perfeito, Letícia ficou imóvel, isso me deu coragem de chupar mais fundo, ela gozou e sorvi todo o seu melzinho. Nos tornamos amigas intimas .
Hoje com 19 amos chupo Tio Pedro duas vezes por semana bebo seu leite que é uma maravilha, foi meu primeiro boquete à 10 anos e dou calmante para minha mãe quando chupo ele depois que meu pai sai para trabalhar, já bebi o leitinho do meu pai quando minha mãe não se lava e volta a dormir, mais gosto de dormir com Leticia que com 17 anos sabe me fazer carinho muito bem.
Espero que gostem do meu resumo de vida. Meninas do Distrito Federal que queiram carinho, vamos conversar. Meu e-mail “piriquitodoido@yahoo.com”

Referência do Anúncio ID: 155721f95ec9bdb

Não há Tags

13289 visualizações, 0 hoje

  

3 Comentários para “Boquete desde Pequena”

  1. Também sou de bsb

  2. Caralhudo369 em 3 de maio de 2016 @ 10:09

    Hmm interesante gostei muito

  3. Amei seu conto, queria muito estar no lugar do tio Pedro

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Informações deste Autor

  • Autor: YasmimDF
  • Membro desde: 28 de abril de 2016

Contos publicados por YasmimDF

  • O Autor não publicou outros contos.
Últimos itens anúnciados por YasmimDF »

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: jcasaleiro, 94 Guests, 6 Bots