Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Casada e Liberada

  • Publicado em: 25 de novembro de 2008 23:36
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Sou médico e tudo o que vou relatar apesar de ser antiético é real, não quero ser repreendido pela sociedade, pois o tesão está em todo o lugar não escolhendo profissão nem estado civil. Em um conto anterior relatei minhas aventuras com uma mulher (Silvia) casada com um engenheiro amigo meu com o título A esposa no meu consultório, agora vou contar como minha vida mudou depois que conheci essa morena linda da foto que apareceu em minha vida, seu nome é Bia e também é casadinha.

Meu nome é Neto, tenho 28 anos, sou recém formado em medicina, tenho 1.87cm de altura e malho bastante, me preocupo muito com a saúde, trabalho todos os dias em um hospital aqui do interior, minha vida é muito movimentada, pois aqui tem poucos médicos, e o único horário que me sobra para malhar é cedinho 06:00hs antes do meu expediente no hospital. E foi na academia que eu conheci a Bia, uma morena linda, de 32 anos, grandona 1.75cm de altura, cabelos pretos, lisos e compridos, com uma bunda enorme, seios firmes e lindos, um rosto perfeito,era casada com homem de 56 anos dono de uma loja de Material de Construção e tinha um filho de 8 anos que nem parecia ter saído dela. Todos os dias quando ia malhar lá estava a Bia correndo na esteira, chegava mais cedo do que eu, e saia lá pelas 06:30 pois levava seu filho pro colégio, mas a cada dia nossos olhares iam se cruzando, os sorrisos foram ficando mais evidentes. Eu ficava olhando a marca da sua buceta na calça da academia, olhava sua bunda grande e ficava de pau duro… Conversávamos muito, e em poucos dias já ficávamos malhando e conversando um com o outro, até que um dia a Bia me disse que iria se consultar comigo, que tinha agendado para aquele dia, respondi profissionalmente que tudo bem que esperaria pela consulta.

Quando a secretária (Silvia) mandou entrar a paciente das 10:30 era a cavalona da Bia, com uma calça branca apertada e uma blusa vermelha justa, estava linda, elegante demais com aquele salto alto, estava quase do meu tamanho, entrou e me disse que não queria tomar mais anticoncepcional oral, que gostaria que eu prescrevesse um injetável para ela, disse que tudo bem, que iríamos fazer alguns exames e tudo bem, que de rotina iria coletar seu preventivo. Mandei ela ir atrás do biombo e tirar sua calça, vestir a roupa que estava lá e deitar na cadeira que eu iria examiná-la, até ai tudo profissional, mas quando eu vi sua vagina meu pau cresceu na hora, não tinha um pelinho, era lisinha, gordinha, com os grandes lábios bonitos, definidos, exalava um cheiro gostoso, aquela mulher era toda perfumada, e durante o exame não resisti e toquei no seu clitóris e massageei suavemente…

A Bia não falou nada, ficou imóvel, fiquei meio sem graça, terminei logo, fiz a prescrição e disse para ela retornar no décimo dia do ciclo menstrual, que eu iria aplicar a injeção e aproveitar para ela me mostrar o resultado dos exames.

Fiquei tão sem graça com minha atitude antiética que parei de ir a academia para não encontrar a Bia, achei que ela nem iria voltar para a revisão, mas se passaram alguns dias e a Bia retornou ao meu consultório, agora acompanhada do maridão, o Sr Francisco. Quase morri quando a secretária mandou a Bia entrar e eu a vi junto do marido, aí que eu fiquei todo quadrado mesmo, sentaram-se, conversamos um pouco, a Bia me mostrou o exame estava tudo certo, eles estavam alegres riam muito, já no fim da consulta me deram a injeção e eu fui aplicar na Bia, ela abaixou a calça que usava (mais do que precisava para aplicar uma injeção) mas como estava com o marido, fiquei sério, e apliquei naquela bundona linda sem falar nada.

Quando terminei de aplicar a Bia levantou a calça se ajeitou e o Sr Francisco me perguntou porque agora não massageei a buceta da sua esposa… Sem saber o que responder, todo quadrado, fiquei com cara de otário, achando que ele estava me dando uma prença… foi aí que tive a maior surpresa e daquele dia em diante minha vida mudou… O Sr Francisco me disse que a Bia tinha contato pra ele tudo o que tinha acontecido durante a primeira consulta, contou que sua esposa estava com muito tesão em mim desde muito tempo na academia. Tivemos uma conversa franca, ele me disse que era 24 anos mais velho que a Bia, que quando se casaram ela tinha 19 anos e ele 43, e que naquela época essa diferença de idade não fazia diferença mas que agora estava sendo difícil agüentar aquela mulher foguenta e com 32 aninhos… Falou que já tinha comprado um consolo pra ela, para apimentar as transas, mas que ultimamente não estava dando mais certo, falou que tinha o maior tesão em ver sua esposa novinha com outro homem, que ficavam imaginando isso durante suas transas, mas que nunca pensavam em um nome, pois não queria que isso fosse aberto ao público, visto que moramos em uma cidade pequena e precisamos nos guardar de fofocas… E que agora eu como médico seria sigiloso, poderia ir em sua casa sem levantar suspeitas, era novo como a Bia queria… Nessa hora olhei pra ela e sorri, ela sorriu também e falou que no sábado estariam na fazenda deles e esperariam por mim lá… eu disse que sim…

No sábado cedo fui para lá é bem afastado da cidade, quando cheguei, ela estava na piscina com um biquíni pequenininho e lindo mostrando aquele bundão todo… estávamos sozinhos, cumprimentei o Francisco e quando fui abraçar a Bia não resisti, agarrei ela e dei um beijo gostoso apertando sua bundona e colocando ela junto a meu corpo esfregando meu pau duro na sua xaninha… ficamos nos amassando o Francisco disse que iria buscar uma cerveja pra mim e quando voltou a Bia já fazia um delicioso boquete em mim… chupava gostoso, colocava meu pau na sua boca, tentava engolir mas não conseguia, lambia minhas bolas, era delicioso… deitamos na borda da piscina e enquanto ela me chupava passei a lamber sua xaninha em um delicioso 69, ela estava louca de tesão, sem tirar o biquíni, só arredou ele de lado, se sentou no meu pauzão cavalgando gostoso, rápido e forte com muito tesão, meteu gostoso que quando foi gozar gritou alto com satisfação, alto mesmo, ela não deixou mudar de posição, cavalgou até que me fez gozar, quando ia gozar ela se levantou e colocou meu pau na boca me pedindo pra gozar… não resisti e enchi sua boquinha linda com meu leitinho… inundei a Bia com muita porra… o Francisco estava batendo uma punheta e chamou a Bia pra perto dele pois iria gozar, ela colocou o pau do marido na boca e engoliu toda a sua porra também… depois ela se levantou e beijou o Francisco gostoso na boca…

Depois desse suador caímos na piscina, e brincadeira vai, brincadeira vem meu pau ficou duro de novo, comecei a roçá-lo na bunda da Bia, ela toda manhosa me deu a mão me levou para dentro de casa, no quarto do casal, estávamos nós três, ela começou a me chupar de novo enquanto o Francisco chupava a chupava, deitei-me sobre ela e enfiei meu pau naquela buceta gostosa, soquei firme, com força… e falava pro Francisco: – Você não queria ver sua esposinha em outro pau, agora to te realizando seu corninho bonzinho, geme gostoso Bia nesse pauzão que você tanto queria, nessa hora ela gritou forte estava gozando, aumentei as estocadas e deixei-a molinha, queria mais… com o pau duro igual a uma estaca coloquei-a de quatro e comecei a meter gostoso, ela rebolava e falava coisas com o marido, ele a beijava na boca e segurava sua cabeça e eu a comia gostoso, até que ela gozou de novo, alto, se contraiu toda, continuei metendo de 4, coloquei um dedinho no seu cuzinho e ela gostou, então tirei meu pau da xana e o Francisco como bom corninho percebeu minha intenção e já veio com o lubrificante, lambuzei meu pau e enfiei devagarzinho…. gostoso… meti gostoso, lento, suave, meti uns cinco minutos, ela estava louca já não falava nada com nada… até que ela se virou pra mim e me pediu pra cavalgar de novo… ela adora… enfiou o cuzinho no meu pau novamente e sentando forte cavalgou no meu pau com seu cuzinho preenchido, o Francisco ficava beijando seu rosto e ajudando ela a meter em mim… meteu… meteu… esfolou o cuzinho todo… gritou… falou putarias… meteu muito…até que vi o maior escândalo da minha vida… a Bia chorava de tesão durante o gozo, gritou muito, muito mesmo durante o gozo anal, não resisti e gozei dentro do seu cuzinho… que gostoso… era tanta porra que escorreu…. o cuzinho ficou todo aberto… Aí deitamos na cama nos três, ela no meio, o Francisco chupou a Bia durante uns minutos e em seguida dormimos um pouco, acordei com a Bia nos chamando para almoçar…

Durante o dia, conversei muito com o Francisco, e ele me deu liberdade para freqüentar sua casa, me disse que seria o amante fixo de sua mulher… A tarde meti mais na Bia, ela é sedenta por sexo… Adora… Não pensem que sou antiético que fico massageando bucetas enquanto colho o preventivo, é apenas coincidência de encontrar cavalonas gostosas durante minhas consultas médicas. Hoje meto gostoso na Bia direto dentro da sua casa, na cama do casal, na fazenda…, ela adora quando eu gozo nela, nos peitos, na xaninha e no cu por fora… na sua cara… ela é viciada em porra… adora o cheiro e o gosto… é uma putinha… quem vê a mulher de família, a mãe responsável, a madame que a Bia é aqui na cidade, não imagina a putinha que é na cama… aí estão algumas fotos dela que o Francisco deixou publicar… foram feitas durante algumas de nossas transas na fazenda… um abraço a todos, gostaria de comunicar com mulheres e casais que como eu tem muito tesão pra dar… meu e-mail é safado.homem@hotmail.com

Referência do Anúncio ID: CT-000047543

Não há Tags

6884 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 149 Guests, 28 Bots