Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Cdzinha e o casado pausudo

  • Publicado em: 27 de abril de 2017 08:03
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Ola,
Tenho recebido vários emails e contatos de vocês, e fico muito feliz de saber que vocês tem gostado dos meus contos, leiam todos por favor. Pra quem ainda nao leu meus contos eu sou um cara casado, discretíssimo, mas que adora virar uma putinha na cama com outro macho safado. Nao tenho corpo de menina nem de academia, nao sou gostosona, modelo, mas sou safada, gosto de usar calcinhas, fio dental, minissaias, shortinhos me sinto uma estrela porno nessas roupas e amo quando encontro um macho safado que curte me fazer de menina nessas roupinhas também. Como sou casado é difícil dar uma escapulida e ainda mais difícil ainda encontrar alguém que possa nos mesmos horários que eu, por isso raramente consigo sair com um macho e soltar o meu lado putinha. Mas pra matar o tesao e estar sempre em contato com a putinha que existe dentro de mim, existe a internet, não é a mesma coisa mas ajuda um bocado, então sempre que dá estou no skype ou em algum bate papo num virtual ou algum tipo de putaria qualquer satisfazendo os machos.
Numa dessas conheci um cara casado tambem, macho que adorava uma putaria na encolha e era somente ativo(graças a deus), ficamos amigos virtuais e fazíamos uma sacanagem sempre que possível. Ele tinha uma piroca que me deixava doidinha de tesao devia ter uns 22 cm, bem comprida, com aquele cogumelo maravilhoso na ponta, só de lembrar o cuzinho ja pisca, e eu como uma menina safada, adorava fazer aquele pau jorrar e ficava sempre imaginando um dia poder provar aquele sorvete de pica ate nao poder mais. Um tempo depois, a esposa dele começou a trabalhar em uns horários meio malucos e ele ficava em casa sozinho direto e ele começou a me chamar pra ir na casa dele, pra gente matar todas as nossas vontades. No início fiquei meio receoso, imagina a esposa dele chega em casa e pega a gente lá na cama dela na maior putaria, mas com o tempo vi que era uma rotina e acabamos marcando um dia que ela não estaria em casa.
Como ele sabia dos meus desejos de cdzinha e curtia, fui as compras, peguei uma sainha e umas calcinhas fio dental e fui pra casa dele. O tesao nas alturas, uma excitacao que nao passava, uma ansiedade danada e fui pro endereco que ele tinha me passado e toquei o interfone, me apresentei, ele mandou eu subir, e lá fui eu. Toquei a campainha ele abriu a porta só com um shortinho/cueca samba cancao desses bem folgados, nos comprimentamos eu ainda meio sem graca de estar ali, e perguntei se eu podia usar o banheiro pra botar uma roupinha que tinha comprado pra usar com ele. Botei uma sainha de renda micro dessas que tapa só metade da bunda e uma calcinha que ficava bem atochada, atoladinha no rego mesmo. Me ajeitei no espelho, larguei as roupas de homem la e deixei a putinha a solta, já vim pra sala rebolando imaginando o que me esperava. Ele arregalou os olhos quando me viu e veio na minha direção…
-Nossa, mas olha que putinha que veio me visitar hoje…
Nao sei se eu nao tinha reparado quando eu cheguei pelo nervosismo mas o pau dele tava estufando o short, dava pra ver o cabeção ali forçando o short pro alto, e eu nao perdi tempo… Alisei por cima do short e olhei pra ele com cara de safadinha…
-Humm ja tava me esperando assim é?
-Tava morrendo de tesao em voce sua putinha, quero ver se você é safadinha mesmo.
Na mesma hora já fiquei de joelhos no chão e puxei o short dele pra baixo, deixando cair nas canelas dele. Aquele pirocao duro apontando pro alto apareceu e aquele cheiro de rola maravilhoso tomou conta do ar. Nao sei se sou só eu, mas o cheiro de pica me da um tesao absurdo, fico doidinha mesmo. Comecei a alisar aquela vara e olhar pra ele sorrindo, com carinha de safada, ia espalhando a baba da pica pela rola todinha, punhetando ele bem devagar. Ele começou a gemer e puxou minha cabeça…
Vem putinha, chupa essa piroca logo vai eu sei que você quer ela.
Botei a língua pra fora e comecei a lamber o saco, as bolas, fui brincando com aquela pele na boca, fazendo cosquinha com a ponta da língua. Coloquei a lingua toda pra fora, fui subindo da base da pica ate o cabecao, olhando pra cima pra ele com cara de safada. Ele começou a bater com a vara na minha cara e eu tava adorando sentir aquele caralhao pesado e melado batendo no meu rosto me deixando toda melada. Esfregou a cabeça da pica nos meus lábios e eu fui passando a lingua na chapeleta lambendo a baba que ia saindo e escorrendo daquele cogumelo brilhoso. Já faminta e sedenta por rola nao resisti e abocanhei a piroca e comecei a mamar num vai e vem gostoso. Fiquei ali mamando um tempão, comecei a ficar com os lábios cansados de tanto mamar, as vezes parava e punhetava um pouco pra descansar e ele dizia…
Se punhetar eu demoro mais a gozar melhor cair de boca de novo.
Eu obedecia, e voltava pro boquete mamando aquela rola como se não houvesse amanhã, ele me segurava por trás da cabeça e me fazia ir pra frente e pra trás deslizando os lábios naquela pica. Como ele tinha um caralho grande dava pra eu punhetar a base da rola enquanto chupava o resto pra ver se ele gozava de uma vez. Nao sei quanto tempo ficamos nisso, eu acho que mais de 40 minutos, tava com os lábios doendo ja, ate que senti a minha boca estufando e ele começou a gritar e gemer. Senti que ele tinha jorrado muita porra, eu fiquei com as bochechas inchadas e continuei mamando e engolindo tudo que ia saindo como uma boa putinha. Fui diminuindo o ritmo, sentindo o pau dando aqueles últimos pinotes na minha boca e soltando as últimas gotas de porra, olhei pra cima pra ele com os lábios inchados de tanto mamar mas ainda fazendo carinha de puta satisfeita, e ele começou a elogiar.
Que putinha mais gostosa que eu arrumei, não é qualquer uma que me consegue fazer gozar só com a boca nao, a maioria desiste…(sério se eu soubesse que tinha essa opção tinha desistido também…rsrsrs)
Estava morta de cansada com a boca doendo e os lábios dormentes, mas ainda assim fui passando a lingua naquele caralho, limpando o gozo e a baba que ainda saiam ou que tinha ficado na pica, e fui sentindo o caralho começando a amansar, e ir ficando mais mole. Me chamou pra cama dele, deitamos e ficamos conversando e falando putaria um pro outro, eu alisando e lambendo o pau dele e ele alisando a minha bunda e passando o dedo pelo meu buraquinho me provocando. Mandou eu deitar de barriga pra baixo, colocou umas toalhas na cama(meu pau tava molinho mas babava desesperadamente), colocou um travesseiro em baixo de mim começou a morder e dar tapas na minha bunda, arreganhava bem as nádegas pra ver o fio socado no meu rabo e foi tirando a minha roupa. Eu ja estava louca de tesao depois de ter mamado aquele cacete por tanto tempo, e me arreganhava toda, nao via a hora de levar aquele cacetao maravilhoso.
Isso putinha se solta pro seu macho vai, deixa eu ser o teu homem, vou te deixar louquinha de tesao sua safada.
Eu ouvia isso e só conseguia gemer imaginando, eu domando aquele cacetao todo no meu cuzinho. Ele deu umas lambidinhas(acho que nao curtia muito não) e começou a espalhar um creme pelo meu rabinho e ir enfiando um dedinho. Eu tava com tanto tesao que mordia aquele dedo com as pregas do cu enquanto ele enfiava e tirava, logo estava brincando com uns 3 dedos me alargando toda e eu não quis apressar sabia que o quanto mais “larga” eu estivesse mais gostoso ia ser quando ele metesse. Ele tirou os dedos e foi brincando com a rola na minha bunda, senti que ele ja estava muito duro de novo, ele batia com o caralho nas minhas nádegas e ia pincelando a rola pelo meu rego todinho, botava o cabeção dele no meu saco e ia subindo passava pelo meu cuzinho, esfregava o resto do pau todo pela minha bunda até encostar o saco em mim. Aquilo já era tortura eu nao tava aguentando mais.
E ai putinha ta pronta pra levar esse pirocao todinho no cu?
Eu mordendo os lábios, gemendo, balançava a cabeça dizendo que sim e ele continuava….
Vem me fode gostoso vai, enfia essa pica em mim…
E ele continuava me torturando…passando o cabeção de cima até em baixo..
Eu ja nao aguentando mais em uma dessas vezes, botei a mao pra tras e quando tava passando pelo buraquinho eu segurei a pica e fui forçando a bundinha pra trás.
Isso putinha, assim que eu gosto, ta desesperada pra dar esse cu ne sua safada? Então eu vou te dar o que você quer…
Ele foi fazendo forca, e como ja tava toda lubrificada e preparada, senti o cabeção entrando, forçando as pregas todas, gemia feito cadela no cio e ele foi deixando o cogumelo entrar no meu cuzinho me arrombando toda e nao parou, deixou o caralho todo escorrer pra dentro do meu rabo. Nossa parecia que nao ia acabar nunca, sentia o caralho entrando, entrando cm por cm aquela pica ia invadindo o meu cu, ele deixou a piroca toda ir deslizando lentamente até que socou tudo e senti o corpo dele encostado no meu e a rola batendo la no fundo do meu corpo. Nao conseguia acreditar que tinha conseguido agasalhar uma piroca daquele tamanho sem fazer escândalo e que nem tinha doido, ele também ficou doido vendo que eu tinha engolido caralho dele todinho de uma vez só e de primeira sem reclamar.
-Olha ai sua cadela aguentou tudo de uma vez só, que cuzinho guloso hein sua puta. Melhor que mulher essa cdzinha vagabunda que eu arrumei, gosta mesmo de levar no cu ne sua vadia…
Eu olhava pra ele por cima do ombro rindo com cara de safada, orgulhosa por ter conseguido levar aquilo tudo no cu e satisfazer meu macho, e balançava a cabeça dizendo que sim.
-Nossa que delicia, nem eu achei que fosse aguentar tudo logo assim, foi o tesao que voce me deixou nessa pica seu safado…agora que ver você me comer gostoso e encher essa camisinha de porra pra mim.
Ele começou um vai e vem gostoso, lento no meu rabo, rocando o queixo na minha nuca, botava as mãos por baixo do meu ombro e me puxava contra ele enquanto metia. Sentia o peso do corpo dele em cima do meu o calor dos nossos corpos, aquele caralhao saindo e entrando do meu rabo com calma sem pressa, ele tirava e depois socava, sentia os pentelhos dele encostando no meu rabo e sabia que tava levando aquela tora todinha no cu. Aos poucos o ritmo foi aumentando assim como os meus gemidos e as sacanagens que ele falava no meu ouvido e eu respondia pra ele, logo ele me puxou contra o corpo dele como caralho inteiro socado no meu rabo, ficou de joelhos na cama e levantou a minha bunda. Fiquei com a cara na cama e a bunda empinada pro alto, pronto era a senha que ele queria pra socar a toda na velocidade cinco no meu cu. Me segurava pela cintura e socava com uma força e uma velocidade que achei que ele fosse me partir ao meio com aquela tora, eu segurava no lençol da cama sentindo ele deflorar o meu cu. No quarto so escutava o barulho dos nossos corpos batendo um no outro em cada socada, a virilha dele batendo com força no meu rabo em cada metida, ia me deixando doida de tesao. Se a primeira gozada ele ja tinha demorado pra caramba, vocês podem imaginar o tempo que eu fiquei lá dando pra ele, o cu devia estar mais quente que sei la o que de tanto sentir rola entrando e saindo, eu ja nao aguentava mais e comecei a pedir…
Aiiin issso vai, não para, mete, mete tudo seu puto, enche a sua piranha de porra vai, goza gostoso pra mim…
Acho que era isso que ele queria ouvir o homem soltou o animal dentro dele e metia com vontade, as vezes ele metia tao fundo que doia, eu tentava botar a mao pra tras pra segurar um pouco as metidas mas nao adiantava. Ate que finalmente ouvi um grito de tesao dentro do quarto, ele me segurou pela cintura com forca, botou ate o utltimo centimetro de pica dentro do meu cu e senti que ele estava finalmente gozando gostoso no meu rabo me enchendo de porra novamente. Deixou o corpo cair em cima do meu, os dois muito suados, com o pau ainda dentro de mim me virou de lado, ficando de conxinha, ondeu ele pegou no meu pau pra me punhetar e na mesma hora me esporrei todo tambem.

Ficamos conversando para nos recompor e ele me falou que nao gostava de comer homem(imagina se gostasse), só curtia boquete mas que eu tinha deixado ele com tesao e que eles quis me comer. Ai me falou que adora esse lance de voyuer mas que a esposa dele era muito careta e não curtia essas coisas. Vou contar essa pra voces na proxima, nao deixem de ler os meus outros contos e se quiserem entrar em contato meu email e skype é putinhorj@hotmail.com

Referência do Anúncio ID: 48758e328246fb32

2597 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: superaspa, andarai, 295 Guests, 14 Bots