Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Cliente do Sexo

  • Publicado em: 20 de fevereiro de 2009 13:36
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Paula é uma morena que conheci há já algum tempo, casada com um grande empresário de sucesso com 2 filhas pequenas e lindas!

Dona de um corpo escultural e um rosto muito bonito, seios fartos e rijos, uma bunda perfeita, enfim, uma mulher de sonho. Seus cabelos negros e sedosos deixam qualquer um de pescoço virado quando ela passa. Não é de dar intimidade a qualquer um mas quando dá o seu sorriso completa a 100% a sua presença.

Ela é cliente de uma grande amiga minha e nos conhecemos na empresa desta minha amiga que fui chamado para dar consultoria e fomos apresentados e acabamos por conversar os três no mesmo ambiente sobre vários assuntos. Ela vestida com umas calças pretas e casaquinho vermelho com a gola ate em cima e dava para ver que se tratava de uma verdadeira deusa. A nossa conversa girou sempre em torno de negócios e depois de 30 minutos ela se despediu de nós e foi embora alegando um compromisso. Mau ela saiu minha amiga me interrogou sobre a beleza dela e não pude deixar de comentar que fiquei bastante encantado com ela e nos rimos e conversamos mais um pouco e fomos tratar de negócios. Passados alguns instantes toca o telefone da minha amiga e ela ao atender olhou para mim e sorriu, eu fiquei sem entender bem e a única coisa que reparei foi ela dizer

– espera um instante que vou falar com ele!

E me passou o telefone dizendo que era para mim. Apanhei o telefone e do outro lado uma voz sensual me perguntou se eu iria demorar muito e eu disse que não, mas que gostaria de saber quem é que estava falando e foi ai que ela se identificou. Eu fiquei surpreso e contente ao mesmo tempo e ela me convidou para almoçar e marcamos tudo onde depois que desliguei minha amiga me perguntou com aquele jeito de sacana que ela tem o que é que havia acontecido. Eu apenas disse que arranjei companhia para almoçar e ela disse que já sabia qual ia ser o prato principal.

Acabei o trabalho e desci onde já estava a Paula a minha espera no seu carro e fomos em direcção incerta. Perguntei onde iríamos almoçar e ela disse que no escritório dela. Chegamos lá e ao abrir a porta vi que se tratava de um complexo amplo e luxuoso, bem decorado e com condições suficientes para se viver. Entramos na sua sala onde ela tirou o casaco e pendurou, se dirigiu a uma das suas gavetas e pegou algo e disse:

– aqui esta a embalagem da nossa refeição! Me mostrando um preservativo.

Eu olhei para ela e disse:

– você não perde tempo, em?

– tempo para mim é dinheiro! E sem dinheiro não tenho prazer!

Veio logo na minha direcção me jogando para o sofá e foi logo tirando as minhas roupas me deixando completamente nu e se afastou ligando uma música bem leve e começou a tirar a roupa de forma sensual que foi a ignição para o levantamento do meu membro que não demorou muito mais e ficou como ferro. Ela ficou só com os sapatos altos e lingerie e veio na minha direcção pegando na minha piroca com a mão direita e com a esquerda acariciava o grelo enquanto me beijava que por minha vez passava as mãos por todo o seu pequeno corpo moreno.

Voltei a me sentar no sofá e ela ao meu lado continuávamos a nos acariciar cada vez sentindo a respiração de ambos mais ofegante a cada instante que se passava. Ela se recostou no sofá e pediu para que eu lhe chupasse o grelo e ao me levantar para me posicionar vi em grande plano uma deusa morena doida para levar rola o que aumentou o meu tesão. Me ajoelhei e enfiei a cabeça no meio daquelas coxas morenas e vi a marca do biquíni sobre um tufo pequeno de pelos lindamente aparados e meti a língua na vagina dela que lhe arrancou logo um suspiro profundo e contraiu as pernas me apertando a cabeça. Devido a sua excitação depois de uns minutos veio logo o primeiro orgasmo dela que estremeceu todo o ambiente e molhou por completa as suas entranhas que ela me pediu para chupar e deixar bem limpinha o que fiz com gosto.

No momento seguinte eu me levantei e ela se colocou de joelhos a minha frente e pegou no meu pau e lambeu de ponta a cabeça onde começou uma mamada gostosa e bem gulosa, dando para ver que ela estava cheia de fome de piroca. Mamou gostoso por uns minutos tentando introduzir tudo na boca mais foi impossível devido a largura excessiva para a sua boca pequena. Ela já não aguentando mais pegou no preservativo colocou na boca e voltou a engolir a minha rola onde disse:

– olha que cacete mais bonito assim tão bem vestidinho!

– pois é, esta frio e não gosto que ele fique gelado!

– se depender de mim ele vai ficar quente e tenho aqui um vulcão para aquecer ele!

E continuou a vestir o bicho esticando o preservativo até onde dava, se levantou, colocou uma perna no braço do sofá e arreganhou tudo me chamando para fode-la gostoso.

Eu em pé fui enfiando em sua buceta por trás a medida que ia entrando ela ia gemendo e dizendo nomes:

– ai querido, que gostoso, come gostosinho a sua cliente! Mete tudo que hoje estou com muita vontade!

– e eu estou aqui para isso mesmo!

– vai pauzudo, mete tudo que eu gosto! Tarado!!! Sem vergonha! Chupa meu peito que eu gosto, vai ter que me comer a tarde toda.

Isso me deixou a mil e senti que já estavam as minhas bolas pequeninas anunciando um gozo prematuro e foi ai que tive de tirar de sua buceta e comecei a pressionar o seu grelo com a cabeça do pau enquanto ela gemia gostoso e continuava pedindo para eu não parar de lhe roçar a piroca.

– vai, não para! Continua fazendo bastante carinho nele que vou te dar a maior surra de buceta da tua vida!

Voltei a enfiar a minha rola na buceta dela e depois de algum tempo ela pediu para nós nos deitarmos de lado no sofá e voltei a comer ela por trás que batia uma siririca gostosa enquanto levava na buça morena e gostosa.

– vai, não para não, continua metendo este pauzão gostoso na minha buça, com mais força. Você ta me abrindo toda! O corno do meu marido tem uma piroca pequena e não arreganha nada, as vezes me sinto virgem!

– vou te arrombar toda minha safada! E continuei bombando gostoso sentindo a cabeça da minha piroca abrir caminho pelo útero acima.

Continuamos assim naquela posição mais de 10 minutos e ai ela pediu para me cavalgar, onde mudamos de posição e deitado de barriga para cima ela veio toda charmosa para cima de mim, montando gostoso e descendo o corpo e guiando a minha rola com sua mão delicada. Ela começou a pincelar ora na buceta ora no cu de maneira muito sensual e disse:

– aqui? Quer aqui? Apontando para o cuzinho.

– eu disse que sim! E ela com a cabeça na porta do cuzinho rebolando senti um pouco entrar e ela de maneira muito sacana disse:

– aguenta mais um pouco que já vou te dar o meu cuzinho, mas antes quero mais um pouco na buceta!

E voltou a enfiar na buceta e começou os movimentos de sobe e desce me cavalgando alucinadamente onde instantes depois começou aos gritos anunciando mais um orgasmo intenso que ate me arranhou o peito com suas unhas. Respirou fundo e se apoiou com os sapatos no sofá e com as mãos no meu peito e bateu a estaca com força e ficava olhando a cena:

– olha que lindo! A tua buceta esta engolindo a minha piroca todinha!

– é mesmo lindo e gostoso ver a piroca desaparecer e bater lá no fundo do meu útero! Você esta gostando querido?

– porra, se estou! Tua buceta é uma gostosura! Imagino o teu cuzinho como deve ser!

– tenha calma que só quero gozar mais uma vez e já vai chegar a vez de me arrombares o cuzinho! Vais fazer dele um cuzão!

– você é mesmo assim?

– assim como, querido?

– Ninfomaníaca?

– sim querido! Sou mesmo doida para fuder! Meu marido não me apaga o fogo!

– porque?

– porque ele já tem uma certa idade e problemas de coração e não pode tomar a pastilha, por isso me libera!

– e você fode todos os dias?

– não! Se quer mesmo saber é a primeira vez porque não tinha ninguém de confiança, e conversando com a nossa amiga ela disse que você é de confiança e gostoso!

E nos rimos um pouco, mas isso tudo com ela metendo forte e pediu que eu começasse a enfiar o dedo no cuzinho dela para abrir um pouco e enfiei um e depois dois e sempre penetrando mais a ponto de conseguir ter os dois dedos totalmente penetrados nela e ela gozou novamente e caiu por uns instantes de lado sem parar de acariciar a buceta.

– agora quero o teu cuzinho Paula!

– então vem querido, tou mesmo a tua espera!

E se colocou de quatro no sofá abrindo a bunda com as mãos e quando apontei a piroca na entrada ela deu um golpe com o corpo para trás e foi fudendo a minha piroca com o cu e num instante estávamos os dois encaixados como dois cães e a piroca desapareceu dentro do cu dela.

– querido, estou sentindo o teu saco bater na minha buceta, é verdade?

– sim minha linda, tá tudo ai dentro!

– porra, agora mete com muita força que quero ficar toda dolorida e arrombada! Quando chegar em casa vou amostrar para o meu corninho o estrago que você me fez e sei que ele vai adorar!

– você vai mesmo dizer a ele?

– sim, e sei que ele vai me cobrir de beijos.

E continuamos metendo gostoso e com muito mais força, estávamos ambos molhados de suor até que ela sem parar de se masturbar gozou mais uma vez de forma violenta e contraindo o cu onde comecei a sentir mais resistência e avisei que iria gozar e ela pediu para que fosse na cara dela. Mudamos de posição e com ela sentada tirou o preservativo e abocanhou mais um pouco a piroca e eu disse que estava gozando e lhe tirei a piroca da boca

– vais gozar querido?

– vou minha puta!

– ai que bom, dá para mim o teu leite, dá? Joga no meu rosto, boca e peitos!

E comecei a gozar, como sempre com abundância e joguei pelo seu rosto, boca e peitos

– ai que gostoso querido, que porra quente e grossa!

– tas gostando dela? Aqueci ela no teu cuzinho!

– puta que pariu!!! É, muita porra!!! Se você tivesse gozado na minha boca eu tinha me engasgado!

E continuei a jorrar leite num orgasmo gostoso.

– haja leite querido! Tou maluca contigo, volte sempre! Agora dá-me um beijinho para eu não me apaixonar porque o meu velho corno não quer perder a esposa!

– não tem problemas minha linda, vou estar sempre a sua disposição!

– eu sei, e quero você lá em casa amanha para apresentar ao meu marido, afinal ele vai querer conhecer o homem que me mata a fome!

– tudo bem, amanha chego lá depois do almoço.

Demos mais uns amassos onde ela mamou minha rola até deixar seca. Tomamos banho, nos vestimos, ela me deu o endereço e marcou a hora e fui me embora.

Depois conto como foi a visita!

Referência do Anúncio ID: CT-000042665

Não há Tags

6725 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: Homem com Pegada, o leitor, 109 Guests, 18 Bots