Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Comemoração do aniversário

  • Publicado em: 9 de agosto de 2018 11:17
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

A natureza do meu relacionamento com meu marido e meu filho me fez escrever sobre eles algumas vezes. Esses relacionamentos são baseados em amor, carinho e sexo, mas, sobretudo, em muito respeito mútuo.
O fato de eu escrever sobre isso, mas principalmente sobre a parte sexual é porque eu gosto. É algo mais pessoal, uma espécie de prazer solitário às vezes. Quase uma masturbação. Por isso mesmo não uso qualquer tipo de identificação, mas, também, que diferença faria isso, não é?!
Além de ter meu marido e meu filho como amantes, tenho também um namorado e esse quarteto já está formado há um bom tempo. Quer dizer, na verdade podemos descrever como uma estrela, comigo no meio e três pontas que não se tocam, afinal, meu relacionamento sexual com cada um deles nada tem a ver com os demais.
Faz algum tempo que não escrevo nada. Mas é porque eu sei que não tem graça ficar escrevendo sobre a rotina. Eu poderia escrever: “Hoje eu transei com meu marido” ou “Hoje eu fiz uma chupeta no meu namorado e quando cheguei em casa chupei meu filho”. Bem, isso pode ser interessante, mas e depois? Portanto, prefiro deixar para escrever quando tiver algo interessante para dizer. Como por exemplo, o que narro a seguir.
Quando comecei a ter relações com meu filho ele era um garoto de quase 18 anos. Hoje já tem quase 21 e já é um homem feito. Ele era inexperiente e hoje é um amante fenomenal, muito gostoso e que me deixa doidinha na cama.
Eu decidi fazer algo especial para celebrar e lembrar o aniversário de quando nos tornamos amantes. Apesar de achar que isso é coisa de mulher e um certo romantismo bobo, ele topou porque queria me agradar. Resolvi fazer umas coisinhas especiais e divertidas para não parecer uma coisinha romântica, afinal, não somos namorados. Nós transamos e muito!
Então comprei um vibrador que é acionado a distância. Marquei uma noite num motel e a maior surpresa foi uma tatuagem que fiz no lado esquerdo da bunda, de um anjinho com cara sacana. Tudo em homenagem a ele.
Não sei se você já experimentou um vibrador, mas tenho que dizer que eu adoro. Mas quando aquilo começa a vibrar dentro de você ou sobre seu clitóris, é muito difícil não transparecer o prazer, o tesão e o gozo. Essa é a graça por trás da brincadeira do vibrador com controle a distância. Eu usei aquele vibrador por quase dois dias seguidos e ele controlava pelo APP de seu celular. De vez em quando fazíamos uma chamada de vídeo enquanto ele acionava o, mas às vezes ele acionava e depois pedia que eu narrasse o que se passava. Ele o acionou, por exemplo, quando eu estava numa reunião, no supermercado e até quando eu estava na cadeira do dentista. Nesse caso eu tive que pedir licença ao dentista e esperar que aquilo parasse. Eu fui obrigada a explicar para ele o que estava acontecendo. Ele riu muito e entrou na brincadeira e até fez uma selfie comigo enquanto eu tinha um orgasmo na sua cadeira. Foi engraçado e muito excitante ao mesmo tempo.
O tempo que passei com o vibrador me rendeu alguns orgasmos, muita troca de calcinha encharcada e uma vontade danada de dar pra ele. Queria muito comer aquele cara safado.
Fomo então para o motel e assim que chegamos eu não me contive, arranquei nossas roupas, dei uma boa chupada que colocou aquele pauzão bem duro e fiz ele me comer de 4. Foi demais e eu precisava muito daquilo.
Depois disso aproveitamos bastante o tempo lá. Mas o grande barato foi que, mesmo me comendo de 4 logo no começo ele demorou um pouco para ver o anjinho na bunda. Quando ele percebeu e eu contei que fiz em sua homenagem ele disse que precisávamos comemorar e ‘inaugurar’ o anjinho. Então me pôs de 4 e passou uma meia hora comendo minha bunda. Eu gozo muito quando fazem isso comigo. Ele gozou dentro de mim.
No final, quando o tempo programado no motel estava quase acabando, algo inusitado e curioso aconteceu. Acabou a energia, mas não apenas no motel, mas no bairro. Ficamos somente na iluminação de emergência. Claro que isso não é problema para quem quer apenas transar, mas não é uma situação confortável, ainda mais num motel de luxo. Resolvemos ir embora, mas antes dei mais uma boa chupada naquele pau porque queria ficar com o gostinho de seu gozo na boca. Enquanto saíamos vimos outros casais que saiam também. Sem energia as coisas ficaram complicadas. Ainda bem que eu havia feito o pagamento quando fiz a reserva, senão passaria pelo mesmo que alguns estavam passando. Uma situação, no mínimo, constrangedora. Mas eu e meu filho fomos rindo da situação e nos dirigimos a um local para comermos, porque eu estava faminta.
Em casa, quando meu marido viu a tatuagem, acabou ficando com um pouco de ciúmes depois que expliquei o motivo. Mas passou logo quando deixei ele brincar um pouco com o controle do vibrador.
Beijos e até a próxima.

Referência do Anúncio ID: 8585b3937fd3e092

793 visualizações, 0 hoje

  

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 56 Guests, 20 Bots