Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Comendo Irmãzinha Gostosa PARTE 2

  • Publicado em: 5 de julho de 2011 11:03
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

-Para filhoooo… da puta… Para Clau… Não faz ISS… – Minha irmã gemia sem força alguma, ela nem sequer mostrava interesse em se libertar, gemia enquanto arrebitava cada vez mais a sua bunda. As estocadas começaram a se intensificar, Clara já mexia os quadris e saltava pequenos gritos e seu cu apertava meu pau cada vez mais! Não consegui controlar, com uma última e longa metida gozei no cuzinho de minha irmã. Seu buraquinho contraía na medida em que fui enchendo ele de porra. Clara saltou um longo suspiro, eu desabei. Ficamos em silêncio, nossos corpos colados, só me faziam sentir as gotas de suor que se espalhavam. Olhei para o rosto de minha irmã, que me empurrou. -Pronto, espero que tu estejas satisfeito. – disse Clara chorando e saindo do quarto. Fui atrás dela, mas só consegui levar um baita soco na cara. Ela se trancou no banheiro por mais ou menos uma hora e meia, e quando saiu foi para o quarto de nossos pais e lá ficou até que eles chegassem. Nos dias seguintes Clara não falava comigo e todas as vezes que eu tentava pedir desculpas era rechaçado. Continuávamos a dormir no mesmo quarto, mas sem nos comunicar, era horrível. Já estava muito arrependido de ter transado com ela, mas confesso que quando as lembranças vinham à tona, o tesão voltava. Passara um mês que todo aconteceu. Clara estava no quarto, guardando suas roupas limpas, eu entrei e tranquei a porta. Esse era o momento de se desculpar. -O que tu esta fazendo? Vai querer me estuprar? – vociferou minha irmã – Eu só tranquei pra você não correr. Queria pedir desculpas, mas tu não me davas chance. Clara se aproximou de mim, abaixou a cabeça e disse que estava tudo bem, que tentaria esquecer. E ao sair do quarto ela parou em frente à porta e perguntou:- Responda-me uma coisa? -Sim – afirmei. – Tu tinhas tanta vontade de me comer assim? Que não conseguiu resistir a tua própria irmã? – Perguntou Clara, seriamente. Eu só baixei a cabeça e não respondi nada. Clara saiu do quarto. Dois dias depois, domingo, nossos pais haviam ido a uma churrascada de um amigo. Eu e Clara ficamos sós de novo. Minha irmã tinha passado a tarde trancada em meu quarto ouvindo música, e eu no Playstation na sala de estar. Eram quase cinco da tarde e já estava me preparando para desligar o game, quando sou surpreendido por Clara; ela usava o mesmo baby doll da noite em que havíamos transado. Parou em frente à TV e sorriu pra mim. – Ei tarado, olha. – ela virou de costas, levantou um pouco seu baby doll, e abriu sua bunda para mim. Fiquei sem palavras e larguei o Joystick. Minha irmã sorriu devassamente e subiu as escadas dizendo:- se tu quiseres vem agora. E feliz da vida, subi rumo a meu quarto, que guarda até hoje esse tão profundo segredo.

Referência do Anúncio ID: CT-000051008

Não há Tags

19465 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: markoss, 93 Guests, 26 Bots