Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Comi juntas, minha esposa e cunhada

  • Publicado em: 22 de fevereiro de 2017 11:50
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Olá pessoal, vou contar uma experiência recente, aqui é o melhor lugar, pois minha cidade e pequena e se contar pra alguém aqui, essa história vaza e da merda.
Eu: 40 anos, 1,79m, 77kg, olhos verdes, cabelo raspado, moreno, pau 19cm;
Esposa: 37 anos, 1,65m, 80kg, olhos castanhos, cabelo preto nas costas, peito médio grande, morena, coxas e bunda torneadas, barriga saliente, lógico, temos 03 filhos;
Cunhada: 32 anos, 1,70m, 68kg, olhos castanhos, cabelo preto até a bunda, peito médio, morena, coxas e bunda torneadas, barriga lisa, detalhe: as duas bunda empinadas.

Sou casado a 13 anos, sou serv. público, vida sexual ativa, desde do início curtimos bastante, gostavamos de tomar umas cervejas e quando as criançasiam dormir, transavamos muito, até hj,certa vez falei que gostaria de comer ela e outra mulher juntos, ela rápido dizia nunca, após outras transas insistia na mesma coisa e ela foi cedendo, dizendo é, e como seria? falei muita sacanagem tipo, que a comeria de 4 com ela chupando a tal, depois comeria a tal estilo papai mamãe a tal chupando a xota dela de frente pra mim, eu beijando sua boca, chupando seus peitos, ela foi gostando e me perguntou em quem eu pensava que poderia participar, logo falei, sua irmã, ela não reagiu com desaprovação, até gostou pq disse que ficaria em família pq Taís, vamos chamar assim, não seria maluca de contar pra alguém. Passaram-se alguns anos e não falamos mais sobre isso. No ano passado em novembro aconteceu. Em setembro estava trabalhando muito e minha esposa queria que eu arrumasse a casa (pintura e compra de móveis novos) para final de ano, os móveis comprei, mais a pintura ficava difícil, pois como disse o trabalho estava tomando meu tempo, trabalho a noite e é cansativo. Certa noite minha esposa me ligou e disse que Taís iria me ajudar na pintura junto com seu marido, animei, duas pessoas ajudando seria mais rápido, no outro dia minha esposa foi pra minha sogra com as crianças, cheguei do plantão com algumas cervejas e os dois já estavam lá e fui ajudar, a arrumação durou cinco dias, meu concunhado é preguiçoso e já no 2° dia começou a morcegar, e sumia as vezes, Taís pegando firme junto comigo, todos os dias ela foi de bermuda curta e apertada e uma camisa até a cintura, mostrando aquelas coxas gostosas e mostrando o volume de sua bunda, não tinha como não olhar, e mexe móvel pra cá, pra lá, e pintura rolando, ou seja, estávamos sempre perto um do outro e fazia algumas posições que só aumentava meu tesão, empinava a bundinha pra pintar, abaixava de perna aberta pra pintar perto do rodapé, as vezes ficava de 4 também e a medida que o álcool fazia efeito eu fitava ela com mais tara e ela sempre percebendo, mais nada falava. Tais não bebe, só as vezes, no 3° dia pediu se poderia tomar uma cerveja comigo, pois estava muito calor, trabalho rolando, cervejinha refrescando, ela ficou meio soltinha, meu concunhado no zap e de repente, vou lá em casa Tais e já volto. Dai percebi que Tais hora e outra encostava em mim, nossa que tesão que dava e malandramente arruma um jeito de chegar mais perto e esbarrava meu braço nela, as vezes minha mão escorregava nas coxas dela e bunda e nem falava nada, de vez em quando pegava ela olhando o volume de meu pau na bermuda, duro igual uma pedra. teve uma hora ela limpando o extrado da cama, não resisti e passei minha mão de leve em sua bunda, estava logo atrás dela pois a luz do quarto havia queimado e fiquei iluminando para ela com o celular, tinha certeza que ela sentiu pois deu uma olhadinha pra trás, mais se manteve no mesmo lugar, só que aí meu concunhado gritou e disfarcei e ela também, um tempo depois acabamos o serviço do dia. no 4° dia foi legal, tive que ficar no plantão até 11h e cheguei em casa 12h, com um pouco mais de cerveja e a delícia da Tais estava com uma bermuda de coton cinza, com a camisa levantada acima da barriga um pouco suada, que cena deliciosa!!! Dava pra ver a marca da calcinha meio enterrada na bunda gostosa dela, perguntei do Rafael (concunhado), ela falou que ele não estava muito bem pois havia pintado uma cômoda do meu caçula e ficou com dor de cabeça e foi pra casa, fui oferecendo uma cerveja pra ela, e ela disse: “ai, ai, ai”, eu falei tá calor e olha como vc está suadinha, se olhou e aceitou, troquei de roupa e voltei pra ajudar, ela estava abaixada toda ereta com abunda empinada soltei um “nossa”, Tais me olhou e riu. Tudo parecido ao dia anterior, uma encostada aqui e ali a cerva fazendo efeito. Eu vendo ela pintando a parede da cozinha na escadinha com aquele bundão na minha frente, tive que parar e ficar olhando. Taís depois de um tempo olhou pra trás e me viu olhando e riu, desceu a escada e veio em minha direção e disse: “Thiago o que a gente tá fazendo é perigoso, vc é casado com minha irmã, eu sou casada, isso não vai dá certo”. Mais o que eu estou fazendo Tais? eu disse. Ela:”Vc está me comendo com os olhos, já estou reparando isso um bom tempo tá!!!”
Eu: “Desculpe Tais, mais vc é muito linda e muito gostosa, ainda vem com essa roupa, fico maluco de tesão. E ela: “é, então fica olhando que eu gosto”.
Ela se virou e foi pra escadinha, puxou a bermuda pra cima, cavando mais um pouco a bermuda, empinando a bunda e me olhando, subiu um degrau da escada empinou mais a bunda, eu coloquei a mão no pau e dei uma apertada, ela viu o volume e mordeu os lábios, safada. Daí ela disse: “Bom, minha irmã não está aqui e meu marido passando mal em casa, estou com tesão só de ficar olhando essa pau escondido aí e tvc com essa cara de tarada, se vc não contar pra ninguém acho que rola, eu não vou contar pra ninguém, o que acha?” Esse será nosso segredo Tais, gostosa, eu disse.
Na medida que ela desceu da escada já agarrei ela por trás, beijando seu percoço, orelhas, ela toda empinada, encaixando aquela bunda na altura do meu pau duro igual pedra, rebolando, se esfregando, eu passando minha mão nos peitos, descendo pra barriga, chegando nas coxas e bucetinha e ela gemendo, respirando forte, Tais travou minha mão em sua xota, a outra mão afastei pra alisar sua bunda, mais agora com mais força que visão daquele rabo sobre a bermuda, ela dizendo que eu era safado querendo comer a irmãzinha de minha esposa, eu falando quero mesmo vc vai me dá e ela dizendo ai que delicia, como não vou te dar, estou com um tesão da porra, daí ela virou pra mim esfregando aquela xota no meu pau, dizendo me comi cunhadinho eu quero esse pau, enfiei minha mão por dentro da bermuda e cravei a calcinha naquele rabo e ela gemendo, que bunda lisa e durinha, ela arrancou meu pau pra fora, “nossa que pau lindo e grande, é maior que do meu marido, quero ele todo pra mim. Nisso vi por cima de seus ombros minha esposa parada na porta da cozinha nos olhando, fiquei meio paralizado e Tais não havia percebido, minha esposa deu uns passos pra trás até sair do alcance de minha visão e me gritou: “Thiago me ajuda aqui com essas bolsas do mercado, estão meio pesadas, Tais saiu correndo pra dentro da casa e eu muto sem graça fui ajudar. Ela com uma cara feia não falou nada, olhou o volume da vara na bermuda e entrou com as coisas, na cozinha perguntou em voz alta, cade Tais e Rafael, de repente Tais sem graça apareceu, minha esposa perguntou a ela como estava a arrumação, muito trabalho né Tais? ela respondeu é a trabalheira tá grande. Vou fazer um lanche pra vcs, cade Rafael, disse minha esposa, falei que estava em casa passando mal. Minha esposa foi pra pia dá uma arrumada nos lanches e pisquei para Tais e ela colocou a mão no peito, tipo que alívio, mal sabia ela que me esposa tinha nos visto …
A outra parte da história conto depois, senão vai ficar muito cansativo, espero que tenham achado leal, na minha próxima folga conto o restante, abraço a todos aí.

Referência do Anúncio ID: 764587ae81eb1608

Não há Tags

7084 visualizações, 0 hoje

  

Uma Comentário para “Comi juntas, minha esposa e cunhada”

  1. Vc não comeu foi ninguém!!!

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Informações deste Autor

  • Autor: Thiago5093
  • Membro desde: 14 de janeiro de 2017

Contos publicados por Thiago5093

  • O Autor não publicou outros contos.
Últimos itens anúnciados por Thiago5093 »

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 73 Guests, 13 Bots