Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Como me tornei putinha 3

  • Publicado em: 28 de outubro de 2008 19:00
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

No dia seguinte após ter sido fudido gostoso pelo Nardo, eu estava no portão da casa da minha avó esperando ele voltar do trabalho, isso já eram cinco da tarde quando ele passa e rindo me da sinal para descer no fundo do quintal. Eu mais que depressa sigo as ordens o meu macho e corro pra lá. Para quem não leu os contos anteriores o Nardo tinha 16 anos, loiro, corpo malhado de trabalhar como servente de pedreiro, um tesão puro e safado, muito safado. Chegando lá no fundo fico esperando ele no meio do bambuzal.

– E ai putinha ta querendo repetir a dose?

– Sim Nardo!

– Então como é que se fala?

– Por favor, Nardo me fode de novo, me faz sua putinha.

Isso o deixou louco, vi que seu pau estava duro feito pedra. Ele rindo mando que eu tirasse a roupa e ficasse pelado e eu obedeci. Ele pegou minhas roupas e mandou segui-lo. Me levou até uma clareira que tinha ali e no chão tinha um pano velho estendido. Ele tirou sua bermuda e deitou no chão com o pau apontado pra cima, 18 cm de puro tesão.

– Vai putinha quero ver você sentando no meu pau.

– mas não vou conseguir nardo.

– Não quero saber ou tu senta e engole ele todo com esse cuzinho ou você vai ter que sair daqui pelado, pois, não vou dar sua roupa.

Eu fiquei com medo e comecei a chorar, mas ele só ria e apontava o pau pra mim.

– Anda senta nele sei que você quer, ta doida de vontade vai.

Eu parei de chorar e fui até ele, fiquei com ele no meio de minhas pernas e fui agachando até sentir seu pau na portinha do meu cuzinho.

– Isso putinha agora faz ele entrar bem devagar…hummmm.. delicia de cuzinho. Sabia que você tava gostando…

Fui sentando naquele mastro de carne e sentindo a dor de ter o cuzinho invadido. Depois que entrou tudo m acomodei sobre ele.

– Agora cavalga ele.

– Não sei como fazer.

– Vai porra, fica subindo e descendo fazendo ele entrar e sair caraio.

Eu fui fazendo como ele mandava e a dor passou a dar lugar ao tesão e passei a adorar aquilo.

– Hummm… delicia de putinha, ta aprendendo direitinho a me satisfazer… assim que eu gosto bem obediente e você vai ficar bem safadinha. Agora me diz quem é seu macho?

– Você é meu macho Nardo.

– E quem manda em você?

– Você é meu dono e vou obedecer.

Ele delirava cada vez que eu subia e descia em seu pau e falava que ele era meu dono.

– Vou gozar no teu cuzinho putinha. Quero inundar teu cu de porra.

Ele começou a segurar minha bunda e passou a meter rápido e forte me fazendo subir e descer. Comecei a sentir seu pau crescendo dentro de mim.

– Haaaaa… to gozando nesse cuzinho ….hhhaaaaaa…. deliciaaaaa

Sinto seus jatos de porra inundando meu cu e escorrendo pela minha bunda, ele gozou muito em mim.

– Sai de cima Ricardinha.

Obedeci e sai de cima. Ele pegou minha camiseta e se limpou todo.

– Ai putinha leva pra casa de recordação do teu macho. Amanhã quero você aqui, não vou te chamar, você vai vir e me esperar aqui entendeu?

– Sim meu macho!

E assim foi mais uma transa com Nardo e no dia seguinte la estava eu…. mas isso conto depois e quem quiser pode me escrever bostrenga2000@yahoo.com.br

Referência do Anúncio ID: CT-000041140

Não há Tags

6284 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 119 Guests, 34 Bots