Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

COMO VIREI UMA CADELA – III

  • Publicado em: 3 de novembro de 2015 10:15
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

COMO VIREI UMA CADELA – III

Acordei com o barulho da chuva, fiquei observando pela janela e pensando se ninguem ainda tinha dado por minha falta, nisso ele entra no quarto e coloca corrente na minha coleira e me puxa, fico de 4 ele me leva ate a lavanderia e diz, olha o que fiz pra vc, vejo um canil no tempo, com uma casinha de cachorro dessas de plastico, o quintal todo é na grama, apenas onde esta a casinha é de concreto, agora ali é a sua casa, diz ele num tom ironico. Ele solta a corrente e diz, vai cadelinha pra casinha ta chovendo, eu fui me levantar pra ir de pe, ele me pega pelo cabelo, puxa minha cabeça para tras, e diz, CADELA ANDA DE 4, ENTAO JA SABE COMO DEVE IR NE? Eu fiz que sim com a cabeça e fiquei de 4, e fui ate a casinha, ja havia chovido mto e ainda estava chovendo, fui eu de 4 pra casinha, quando fui passar pelo portao minha bunda entalou, o portao era pra passar um cachorro, nao uma pessoa, fiquei com o bundao la entalado e começou a bater um nervosismo que eu nao conseguia nem ir pra frente, nem voltar, nisso vi ele pegando uma capa de chuva e vindo em minha direção, eu morrendo de frio pq estava na chuva, ele chega e diz, VAMOS ENTRA LOGO AI CADELA, colocou o pe na minha bunda e foi me empurrando ate que com a agua da agua da chuva eu entrei, VE SE APRENDE A ENTRAR E SAIR DAI, NAO VOU TER SEMPRE ESSA MSM PACIENCIA CONTIGO VAGABUNDA, eu vou pra casinha e ele entra, na casinha tem um comedouro igual de cachorro com ração e agua, eu como nao havia comido nada no dia anterior comi tudo e bebi toda a agua, logo me deu vontade de fazer xixi, isso era facil era so ir ate a grama e fazer, foi o q eu fiz, ai voltei pra casinha e fiquei encolhidinha pra me esquentar, e a chuva nao parava e cada vez mais forte, fazia tres dias que eu nao ia ao banheiro e so estava comendo a maldita da ração, estava me dando vontade de fazer coco, sai da casinha, fiquei de 4 no portaozinho e chamei pelo meu dono, ele veio ate a porta e disse CADELA NAO FALA SO LATE, e voltou pra dentro da casa e trancou a porta, eu sem outra escolha comecei a latir, e ele nao vinha na porta, tava ficando quase rouca quando ele abre a porta pega a capa de chuva e vem ate o canil, e eu digo, preciso ir ao banheiro, xixi eu fiz aqui, mas agora preciso fazer coco, SO O QUE ME FALTAVA NE CADELA, VC QUERER IR AO BANHEIRO CAGAR, CAGA AI VAGABUNDA, eu implorei, disse que nao teria como me limpar, ele É MUITO SIMPLES, VC CAGA, DEPOIS ESFREGA A BUNDA NA GRAMA E PRONTO ESSE TEU RABO NOJENTO VAI ESTAR BEM LIMPINHO, e me deixou ali, entrei na casinha e segurei mais um pouco, achando que ele voltaria pra me deixar ir ao banheiro, foi em vao, tive q sair, fui no cantinho do canil e fiz coco ali msm, pra me limpar sentei na grama e esfreguei minha bunda, ficou pior, pq alem da merda fiquei suja com barro tbm, estava apenas garoando e nao tinha como me limpar, comecei a sentir muito frio e entrei na casinha, sujei tudo com barro, e dormi, acordei com ele me chamando, sai da casinha toda suja, e fui em direção a ele, CADELA VC ESTA NOJENTA, TODA SUJA DE LAMA, PARECE UMA PORCA, me deu uma sacola pra ajuntar a bosta, coloquei, dei um no e joguei pra fora, ele pegou com uma luva e jogou numa lata, nisso ja havia parado de chover, ele mandou que eu saisse, sai qndo fui passar a bunda me virei de lado e sai numa boa. Ele me pegou pelo cabelo me levou ate a lavanderia, tinha uma banheira tipo dessas que tem em oficina, mandou que eu entrasse, enxeu de agua fria ate a metade, jogou sabao em po, pegou a escova e veio pra cima de mim, eu implorei que ele nao usasse a escova, que ate poderia usar a esponja do lado verde, mas que a escova machucava mto, ele disse ta bom entao, entrou na casa e voltou com uma esponja nova, mandou que eu me apoiasse com o peito na borda da banheira e abrisse a bunda pra ele, assim eu fiz e ele molhou a esponja e foi direto no meu cu, esfregando e eu gritando de dor voltou com uma mordaça daquelas que é uma bola e colocou em mim e amarrou atras da minha cabeça e voltou a esfregar, depois de “lavar” meu cu, ele pegou a bisnaga colocou o liquido verde dentro e foi por agua, quando ele diz SE POR FORA ESA RABO TAVA ASSIM, IMAGINA POR DENTRO, VOU FAZER PURO, eu sentei na banheira e ele enxendo a bisnaga com o liquido, quando veio pra mim e me mandou ficar de 4, eu nem dei bola ele me pegou pelo cabelo e gritou OU TU VIRA, OU TE DOU UMA DOSE DE LAXANTE QUE VC VAI CAGAR ATE O QUE NAO TIVER AI DENTRO, eu me virei, ele enfiou o bico da bisnaga no meu cu e esguixou tudo la dentro, e deixou, ai foi pra buceta, esfregou aquilo estava queimando, foi entao que ele fez um rolinho com a esponja e tentou enfiar so que nao entrou, entao foi ate a cozinha e voltou com uma faca e um espeto, pegou um sabao em pedra cortou ao meio espetou ele e enfiou na minha buceta e começou a me foder com aquilo, ate que uma hora entrou e ficou la dentro, ele enfiou dois dedos e pegou, forçou o pedacinho que havia ficado pra dentro do meu cu, depois pegou o resto do sabao, passou em mim, e o q sobrou foi pro meu cu tbm, e disse HOJE VOU COMER TEU RABO E QUERO ENXER ELE DE PORRA PRA DEPOIS VC TIRAR NUM COPO E BEBER TUDO, depois me lavou, esvaziou a banheira, pegou a mangueira me enxagoou, enfiou no meu cu e enxeu de agua, ate minha barriga ficar grande, ai tiroumandou eu sair da banheira e ir na grama, forcei e saiu tudo, ai abaixada assim msm, ele enviou a mangueira denovo, ate qua a agua saisse bem limpinha e sem cheiro nenhum, depois que ele se certificou que tava bem limpo, mandou eu ficar de 4 e enxagoou minha bunda e passou a mao na minha buceta, que estava toda melada, é eu gozei com ele lavando meu cu, SUA PIRANHA, VC GOSTA QUE EU FAÇA ISSO, VAGABUNDA, BISCATE e me dava tapas na bunda, depois pegou a mangueira ligo e enfiou e deixou ali, minha barriga ficou dura, ja estava começando a sentir uma dor enorme qndo começou a expirrar agua, e ele nao desligava a mangueira, qndo ele voltou com o vibrador, colcou no meu clitoris ligou no maximo e a agua, eu comecei a sentir prazer com aquilo, era a primeira vez que ele deixava, ele tirou o vibrador, pegou um consolo com vibrador e pos na minha buceta, eu comecei a massagear meu clitoris com a mao, aquela dor me dava mais tesao e comecei a gozar, eu fiz tanta força q ate a mangueira saiu do meu cu, eu gozando, a agua expirrando do meu cu e eu gritando de tanto gozar, e ele dizendo VAI CADELA, TA NO CIO, GOZA VAI, ISSO GOZA ALTO PIRANHA, VAGABUNDA, PROSTITUTA DE BEIRA DE ESTRADA, tudo isso me deixava mais excitada, ate que nao aguentei mais, e cai no chao, ainda tendo espasmos do maravilhoso orgasmo que tinha acabado de ter, ele me enxagoou e me levou pra dentro, eu tava sem força, me levou ate aquele quarto que eu havia dormido, agora tinha uma mesa de inox igual de clinica veterinaria, e disse OLHA PEGUEI ESSA AQUI LA NA CLINICA ESPECIALMENTE PRA VC, SUA CADELA, ele mandou que sentasse na mesa, que ele iria me examinar, voltou com uma maleta pos sobre uma cadeira, mandou que eu deitasse, improvisou um apoio pras minhas pernas, fiquei mais aberta do que quando ia ao ginecologista, porem ali eu estava toda amarrada e amordaçada ainda, posicionou uma camera de video e uma tela pequena ao meu lado pra que eu visse tudo que ele iria fazer, foi ai que pegou um bico de pato paredido com de gineco so que era de uso veterinario pra cadelas de grande porte, abriu o maximo, pegou a camera e uma lanterna e me mostrou minha buceta por dentro, OLHA VAGABUNDA COMO ELA É ENORME, pegou os apoios que estavam na minha perna e ergue mais, fazendo com que minha bunda ficasse suspensa, pegou outro bico de pato e por no meu cu, e foi abrindo, olha como vc é por dentro, depois foi ate meus peitos, AGORA VAMOS SUGAR ESSAS TETAS, pegou um sugador de leite, daqueles que as mulheres usam pra tirar o leite que sobra qndo esta amamentando, e pos um em cada peito, DIZENDO, AQUELE NEGAO TINHA RAZAO TU PARECE UMA VACA, VOU TER QUE COMPRA UMA ORDENHA DAQUELAS PRA VC, NE VACA LEITEIRA, IMAGINA VC GRAVIDA, AS TETAS ENORMES PINGANDO LEITE, aquilo de certa forma ja me excitava, eu estava no clima e deixava ele fazer o que ele quisesse comigo, eu confiava inteiramente nele, me sentia um objeto, quando ele ligou o aparelho, aquilo começou a sugar meus peitos, criando um vacuo q ele puxava e nao saia de jeito nenhum e como eu nao tinha leite aquilo foi sugando, sugando tanto que eu ja estava ficando sem ar, ai ele desligou e aquilo ainda estava agarrado nas minhas tetas, e eu olhando na tela meu cu piscando e na minha buceta toda melada, aquele liquido transparente escorrendo pro cu, ele tirou o bico da buceta, depois o do cu e me deixou naquela posição, so me puxaou mais pra frente, tirou os sugadores do meu peito estavam inteiros roxos, uma marca de chupao enorme, qndo ele sai da sala e me deixa naquela posição, vota um tempinho depois pelado com o pau ja bem duro, gospe no meu cu, e tenta enfiar o pau, aquilo vai entrando no seco, ele tira mete na buceta e poe no cu, com forla entrando tudo, e deixa ali, e começa um vai e vem mto rapido, meus peitos estava doloridos e balançavam conforme ele metia, VAMOS VAGABUNDA, TA GOSTOSO, QUE RABO ENORME QUE VC TEM, PARECE QUE EU TO COMENDO UMA BUCETA, VAI VADIA CONTRAI ESSE RABAO PRA FICAR MAIS APERTADO, eu escutando aquilo começo a gozar, VADIA VC TA GOZANDO,, QUE DEIXOU, pega o bico de pato e poe denovo e começa a abrir, isso com o pau no meu cu, PRONTO OLHA QUE VISTA LINDA, UMA BUCETA TODA ARREGANHADA, VC É UMA PUTA MESMO, ESSA BUCETA PELUDA TODA ABERTA, PARECE PUTA DE ESQUINA QUE VIVE NA RUA, DEVE SER POR ISSO QUE NINGUEM TE CHUPA E VAI PROCURA HOMEM NA NET, ACHANDO QUE VAI ACHAR ALGUEM QUE QUEIRA TE NAMORAR NE PUTONA DA BUCETA ABERTA, essas palavras começam a soar diferente, eu sinto como se ele nao quisesse mais me usar, e diz VOU TE DEIXAR ASSIM A NOITE TODA, SO QUE COM O BICO NO RABO E NA BUCETA, PRA AMANHA VC ESTAR TODA LACIADA, isso me anima, pq havera mais um dia, e eu gozo novamente, ele VAGABUNDA, TO GOZANDO NO TEU RABO, SE PREPARA QUE VC VAI BEBER TUDO, se debruça em cima de mim DEIXA EU PEGA ESSES TETOES, pega neles e agarra e vai puxando em sua direlçao, ai sinto ele gozando , e deixa o pau la dentro, TEU RABO TA SEGURANDO MEU PAU VAGABUNDA, NAO QUER MAIS SOLTAR, nisso ele começa a gemer novamente VAGABUNDA VC VAI TOMAR TUDO ISSO, e gemendo alto, ai sinto como se ele tivesse gozando mais, so que isso me enxe, ai ele tira devagar e manda eu esperar, ele volto com um copo grande poe no meu cu e VAI VAGABUNDA PODE POR AQUI SEU SUQUINHO, ANDA PIRANHONA, PROSTITUTA, ENXE O COPO VAGABUNDA DO RABO LARGO, eu forço e sai um jato e enxe o copo, ele solta minha mao e meu corpo da mesa, me entrega o copo quente, e diz vai bebe tudo isso, tinha a porra dele, junto com mijo, eu me nego a beber, ele tira o copo da minha mao, me vira uma bordoada na cara, VC VAI BEBER ISSO SIM, SE NAO FOR POR BEM VAI SER POR MAIS, eu me recuso novamente, levo outro tapa, ele puxa meus braços pra tras, me amarra, pega um negocio daqueles de mergulho encaixa na minha boca, pega durex passa em volta, pega um grampo de roupa poe no meu nariz e pergunta, ASSIM TA MELHOR??? VADIA IDIOTA, pega um funil e começa a despejar aquilo na minha boca sou obrigada a engolir pq nao consigo respirar, TA GOSTOSO O MAMAZINHO SUA VACA, VAI BEBER TUDO, ele enxe ate o canudo e vai ate a maquina poe nos meus peitos e liga, VAMOS ORDENHA VC VACONA, ESSAS TETAS TAO MTO GRANDE, ISSO DEVE SER LEITE, NEM QUANDO EU FAZIA FACULDADE DE VETERINARIA VI UMA TETA TAO GRANDE QNTO A TUA, eu bebendo aquilo e sentindo minhas tetas sendo sugadas, ate que eu bebo tudo e ele tira, me solta da mesa, minhas pernas tao amortecida, ele me arrasta pelos cabelos ate a lavanderia e manda eu ir pra casinha, falo um pouco de força e sai um pouco de porra e mijo e suja o chao, SUA PORCA NOJENTA, PODE VOLTAR AQUI E LAMBER ISSO, eu volto e lambo tudo, me viro e vou pra casinha, de tanta raiva me esqueço que minha bunda nao passa pela portinha e fico entalada, nisso escuto passos atras de mim, acho que é ele e peço ajuda, ele vem denovo com o pe, mete na minha bunda e me empurra, caio de boca no chao, ja é noite, ele me da a comida, e me tranca no canil. Acordo ainda é madrugada, ele esta no canil me chamando, sinto algo molhado nas minhas pernas, passo a mao e vejo que estou menstruada, VAMOS VAGABUNDA NAO TENHO TODO TEMPO DO MUNDO, SAIA LOGO DAI, eu saio com as pernas sujas de sangue, ele olha e diz A CADELA TA NO CIO, IA TE LEVAR NAQUELE RESTAURANTE MAS ACHO MELHOR TE LEVAR PASSIAR PELAS RUAS ASSM, PELADONA E FAZER VC ESFREGAR ESSA BUCETONA AI PELAS ARVORES PRA CHAMA OS CACHORROS, ele me poe na coleira me leva ate um lugar onde tem varios agricultores e varias casinhas, me faz esfregar a buceta em todos os portoes, numas os cachorros estavam e ele me segurava pro cachorro lamber minha buceta, era so cachorro latindo, E AI, VIU CADELA FAZ ASSIM PRA DAR, SO ESFREGA A BUCETA NOS LUGARES QUE ELES VEM, e voltamos para a chacara, nisso vem vindo um cachorro atras, ele me poe no canil, e vai examinar o cachorro, ve se esta tudo em ordem abre a porta do canil e poe ele junto comigo, eu imploro pra que ele tire aquele bixo dali, mas so escuto risada, VAMOS VIRE DE 4, ELE SO QUER TE XEIRAR, eu me viro e o cachorro xeira minha buceta e começa a lamber, pula em cima de mim e começa a tentar achar o buraco da minha buceta, nisso acerta e enfia com tudo, começa um vai e vem e vai forçando, ele fica ali do lado e diz, CADELA, ELE VAI ENFIA UMA BOLA EM VC, ISSO É NORMAL NAO PRA TUA BUCETA, MAS A BOLA TEM QUE ENTRAR PRA ELE PODER GoZAR EM VC, Eeu fico em panico e ele enfia a bola e eu grito de dor, nisso ele começa a gozar e vira abunda dele com a minha, e ficamos assim, NOSSA ESSA CENA É TAO NOJENTA, VAGABUNDA COMO VC ME FAZ UMA COISA DESSAS, AMANHA VO LAVA COM AGUA SANITARIA VC, QUE NOJO, NUNCA MAIS CHEGO PERTO DA TUA BUCETA, eu começo a sentir nojo de mim, e o cachorro puxa o no pra fora, e começa a escorrer porra pelas minhas pernas, por favor deixa eu me limpar, ele, nao nao.. vc vai dormi ai com seu novo companheiro, me da boa noite e sai fora, eu entro na casinha o cachorro entra atras vem me lambendo, depois de um tempo eu volto a sangrar, o cachorro sente o chero e vem me foder, isso acontece umas 5 vezes ate meu dono tirar ele dali.

(continua)

Referência do Anúncio ID: 633563291bab8faa

Não há Tags

9088 visualizações, 0 hoje

  

2 Comentários para “COMO VIREI UMA CADELA – III”

  1. Amei, delicioso conto!
    Quero ler a continuação!
    Maravilhosoooooooooooooooooooo!!!

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Informações deste Autor

  • Autor: Bia_cadela
  • Membro desde: 6 de outubro de 2015

Contos publicados por Bia_cadela

Últimos itens anúnciados por Bia_cadela »

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 28 Guests, 24 Bots