Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Delicia de mulher(cont.)

  • Publicado em: 12 de abril de 2005 08:27
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Daquele dia em diante, passei a ir diariamente naquele lugar, porem nada mais acontecia, ela me cumprimentava, me dava um pouco de atenção, mas não dava nada a entender que queria algo mais comigo, eu já estava quase desistindo do meu sonho de ter aquela mulher nos meus braços, sentir seu calor, sua bocetinha quente e molhada na minha boca, chupar e morder seus peitinhos apetitosos,eu sempre ia lá a tarde, assim podia ver um pouquinho do seu corpo através da roupa que era atravessada pelos raios de sol, e ficava segurando o meu pau que endurecia só de pensar no que podia fazer com aquela mulher, até que de repente, quando eu não esperava acontecer, aconteceu algo bom, eu tava segurando meu pau que estava duro por dentro da calça, sentindo um tesão gostoso, sem nem estar olhando pra ela, ela veio pelas minhas costas e me deu um susto de leve, foi quando ela viu o tamanho que estava meu cacete, e disse num tom bem sacana,–humm!, precisamos dar um jeito nisso, e num gesto rápido se abaixou e passou a mão de leve no meu pau, e em seguida se foi, então eu me virei um pouco pra acompanha-la com o olhar e vi ela se afastando e rebolando bastante a bundinha, e que bundinha, bem arrebitadinha e apertada no vestido, fiquei sem saber se ia atraz dela ou ficava ali parado com cara de besta, seu marido estava lá, mas entretido com outro pessoal em outra mesa um pouco distante, e com certeza não viu nada do que aconteceu, passado uns dez minutos ela voltou e me disse:- estou indo no mercado, vc me da uma carona, respondi que sim, então ela se dirigiu até o seu marido e conversou com ele um pouco e veio até mim e disse: -vamos, eu mais do que de pressa, entrei no carro, ela também, e saímos dali em direção ao mercado, logo na primeira curva ela esticou o braço e começou a alisar meu cacete, e a dizer coisas bem sacanas, que ia morder ele todinho, que ia enfiar todinho na boca, enfiar todo na boceta, eu acelerei e passei em frente ao mercado e não parei, segui até um lugar calmo com muita sombra e parei o carro, ela veio pra cima e começamos a nos beijar, ela não soltava do cacete, apertava e torcia o coitado, me beijava como uma gata no cio, urrava mesmo, dizia coisas que só uma gata com muito tesão diz, na verdade não dizia, rosnava como louca, sem se importar se podíamos ser observados, ela abriu a minha calça, puxou o mastro pra fora e caiu de boca, chupou, punhetou, chupou e punhetou até me fazer gozar, gozei muito, gozava e ela punhetava e chupava, pedia pra que eu gozasse mais que ela queria mais leitinho, eu com a mão esquerda alisava seus peitinhos lindos, e com a direita alisava sua bundinha e passava o dedo no seu cuzinho por cima da roupa, ela ficou assim me chupando até meu pau amolecer, deixou o coitado quase em sangue, de tão vermelho e machucado que ficou, aí ela pediu pra irmos embora dali, passamos pelo mercado, parei e fiquei esperando no carro, não demorou nem dez minutos ela voltou dizendo: -agora podemos ir , e assim voltamos pro lanche sem que ninguém desconfiasse de nada, atualmente continuo indo lá pra combinar com ela de irmos a um motel, quando acontecer não deixarei de contar

Referência do Anúncio ID: CT-000027741

Não há Tags

6725 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: isabellaexb, DaleDeather, DaleDeather, 247 Guests, 12 Bots