Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Dois? Com Certeza!

  • Publicado em: 4 de agosto de 2017 06:43
  • Expira: Nunca!
Dois? Com Certeza!

Detalhes do Conto Erotico:

Olá, meu nome é Stella, sim, igual o da cerveja, tenho 26 anos, sou morena, 1,65m, morena, falsa magra, bundinha média, cintura fina e seios enormes, que deixam os homens babando quando passam por mim, nem conseguem disfarçar, o que me deixa com muito tesão. No meu primeiro conto aqui no site, eu descrevi minha vontade de realizar uma DP, pois bem, ela se realizou.
Estava em casa, num sábado, estava tudo chato, não passava nada de bom na SKY, toda hora mudava de canal, até que meu marido chegou, me viu com a cara emburrada e perguntou o que estava acontecendo. Eu disse, que estava tudo chato, ele me propôs de sair, me chamou pra uma balada.
Me empolguei na hora, já estava a noite, então fui pro banho, me arrumei bem sensual pra ele e pra quem quisesse ver também, rss, coloquei um vestido bem colado no corpo, uma calcinha fio dental, me maquiei, estava linda (gostosa, como meu marido falou).
No caminho o celular do meu marido toca, ele olha pra tela e é um primo dele ligando, ele atendeu e disse que estava voltando, não entendi na hora, mas o primo dele tava no nosso portão, quando chegamos, o primo dele disse que a esposa tinha viajado e tal e se a gente queria sair pra lanchar, meu marido disse que estávamos indo pra balada, se ele não queria ir com a gente, na hora ele concordou, como estava arrumado mesmo.
Então fomos nós três pra balada, chegando lá meu marido pergunta o que quero beber, na hora respondo Tequila, ele arregala os olhos e fala, “Quer ficar doidona é?”, balanço a cabeça positivamente, ele da o dinheiro pro primo dele é manda buscar uma garrafa, limão e sal.
Comecei a dançar rebolava pro meu marido ia até o chão, dançando muito. O primo dele chegou com a garrafa na hora vou e tomo, de cara duas doses, soltei um gritinho e fui dançar mais, fiquei nisso de dançar e uma dose. Já estava bêbada, rss, eu rebolava, sarrando no meu marido, meu vestido subia que eu nem sentia mais, as vezes ele já estava na metade da bunda, quando eu percebia, meu marido nem falava nada, só dava tapa na minha bunda, o primo dele ficava só de olho.
Teve uma hora que comecei a rebolar com a mão no joelho, de frente pro meu marido e de costas pro primo, aí o vestido vai na cintura, o primo dele quando ver o tamanho da calcinha arregala os olhos e solta um “caralho” que até eu ouvi…kkkkk meu marido riu e eu rebolando, abaixava o vestido e ele subia, pedi pros dois ficarem na minha frente pra eu dançar a vontade, sem me preocupar com o vestido, fique praticamente de calcinha na frente dos dois dançando, bêbada.
Quando fomos embora, pedi pra ele não falar nada pra esposa dele, pois é minha amiga e não queria perder a amizade dela. Chegamos no portão da casa dele pra deixá-lo, na hora que chega no portão ele fica procurando a chave e não acha, fica desesperado, dizendo “perdi a porra da chave, tô fudido e agora?”. Meu marido fala pra ele ir dormir lá em casa, eu olhei pro meu marido e disse, “mas eu quero meter”. Ele me olha e disse, ” e quem disse que não vamos meter”. Eu ri e farei “só não viu poder gritar né?” e ele “é”.
O primo dele entrou no carro e partimos em direção a nossa casa, quando chegamos fui direto pro banheiro tomar banho e eles ficaram conversando na sala, bebendo e rindo.
Quando passei na sala de camisola, percebi os olhos me seguindo, tanto do meu marido, como do primo dele. Fui pro quarto e chamei meu marido, ele tomou banho, no banheiro do quarto mesmo. Deitou e começamos a namorar, muitos beijos, amasso e ele começou a tirar minha camisola, preta, transparente, por isso as olhadas, mas como estava bêbada nem liguei… Kkkkk. Ele começou a chupar meus peitos e começou a tocar no meu grelinho, já soltei um gritinho. Ele desceu, foi me beijando toda, até que chegou na bucetinha, começou a lamber e colocou um, depois dois, dedos em mim, eu gemia alto já.
Ele me vira e coloca de bruços, começa a lamber meu cuzinho e enfia os dois dedos na bucetinha, eu já gritava, tinha esquecido que tinha gente em casa. Ele fala “Hoje esse cuzinho vai trabalhar”.
Ele sobe pede pra eu empinar a bunda e começa a meter, bem devagar na buceta, e aumenta os movimentos, eu já berrava.
Ele me comeu de quatro, eu quiquei na piroca dele, gozei muito. Aí chegou a hora do cuzinho, ele me colocou de quatro, novamente, e foi pincelando no meu rabinho, e meteu gostoso, foi metendo, nossaaaaaa, como era bom… Ele deitou e pediu pra eu sentar nele com a bucetinha, sentei, ele vai e coloca dois dedos no meu cuzinho, gozei na hora, ele me perguntou “quer DP putinha?”, eu disse que sim, uns segundos depois sinto a cama mexendo e outras duas mãos na minha cintura e uma voz dizendo “então vamos resolver esse problema”, gelei, arregalei os olhos pro me marido e na hora que ia dar um pulo de cima dele, ele me segurou forte e o primo agarrou minha cintura, meu marido disse, “relaxa, eu que chamei ele, ela tava ali vendo tudo, quero realizar essa sua fantasia, esse seu desejo, agora relaxa e empina a bundinha pra ele”. Nessa hora me entreguei, empinei a bunda, sem olhar pra trás disse, “mete nessa putinha, mas vai devagarzinho, pois é a primeira vez dela”.
Ele foi empurrando no meu cuzinho, enquanto meu marido estava parado, esperando eu ser penetrada completamente, foi…. Tudinho, dentro de mim os dois, um em cada buraco, a sensação de preenchimento era de mais pra mim, eles parados ali e eu gozando, meu marido começou a fazer os primeiros movimentos e seu primo foi acompanhando, os dois metiam juntos, depois um de cada vez, “Meu Deus, que delícia, tô gozando de novo. Puta que pariu. Mete nessa putinha vai, isso, quero os dois vai” eu gritava muito.
Meu marido saiu de baixo e ficou em pé na minha frente e mandou e chupar a piroca dele, eu alí de quatro chupando meu marido e dando o cuzinho pro primo dele, eu gemia muito, até que meu marido mandou trocar as posições, aí caí de boca na piroca do primo dele e meu marido arrombando meu cuzinho. Eu engolia o pau dele é meu marido bombando forte. Meu marido pergunta “Dois?” (De novo) “Com certeza!” só que o primo foi pra baixo dessa vez, mandei ele chupar meus peitos e fomos conectados novamente, marido no cuzinho, primo na bucetinha e eu gozando e gritando muito, enquanto me xingava de putinha, o outro me chamava de piranha, um me chamava da vadia, o outro de vagabunda, nossa gozei muito, não sentia mais minhas pernas, meu marido perguntou aonde seria i banho de porra, eu pedi dentro, “por favor, quero dentro, os dois juntos” começaram a aumentar os movimentos, mais rápido, mais rápido, foi aí que senti a primeira jatada vindo do primo, logo em seguida meu marido e eu gritei gozando junto.
Ficamos um tempo parados ali, eu com os dois dentro de mim ainda, saíram e fomos tomar banho, o primo foi pro quarto dele é meu marido e eu pro nosso.
Deitei e apaguei, morta de cansaço… Adorei minha experiência. Obrigado amor Te amo!!!
*Repost
**Verídico
Mandem seus comentários para meu novo e-mail stella.souza1992@gmail.com
Respondo a todos… Beijos

Referência do Anúncio ID: 760598051dc9ee36

Não há Tags

850 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Informações deste Autor

Contos publicados por Stella Souza

Últimos itens anúnciados por Stella Souza »

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: jaquelinecesar, 267 Guests, 31 Bots