Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Ela é a putinha da galera 3

  • Publicado em: 10 de agosto de 2018 05:42
  • Expira: Nunca!
Ela é a putinha da galera 3

Detalhes do Conto Erotico:

Ei gente
Vou continuar meu conto, em antemão os informo que o instagram da minha namorada foi denunciado e excluído.
Em breve faremos outro para exibi-la mais para vocês.

Continuando o conto.

Depois que meus primos comeram minha namorada do meu lado e eu fingi que não vi. (Mal de corno)
Eles começaram a se aproveitar dela em qualquer situação possível, quando ela passava perto deles, eles batiam em sua bunda, faziam ela pegar em seus pintos e em diversas situações eles a prensavam contra a parede e ficavam se relando nela.
E eu ignorando, fingindo que não via e deixando eles cada vez mais soltinhos com ela.
Naquela noite após o filme que vimos, fui dormir com minha namorada em meu quarto e deixei o quarto dos meus pais para os meus primos.
Assim que entramos no meu quarto, Rubia foi logo se deitando na cama e dizendo que queria dormir (e meu sonho de perder o cabacinho com ela ia só ladeira a baixo) . Rubia não demorou nada para pegar no sono e eu tive que me aliviar novamente com a minha mão para então conseguir dormir.

Ouço um barulho de alguém entrando no quarto pela madrugada e sacudindo minha namorada.
– Piriguete, bora pro quarto, quero te fuder. – Reconheci logo a voz, era Henrique, meu primo mais velho.
Rubia levantou da cama em um salto e saiu rindo acompanhada de Henrique que já estava enchendo sua mão na bunda dela.
Esperei um pouquinho e fui até a porta do quarto escondido para tentar ver alguma coisa, e ela estava ela.
Minha namoradinha estava de quatro na beirada da cama, com Henrique atrás dela bombando com força em sua xota (ou seria o cuzinho? de onde eu estava não tinha como ter certeza) e João estava sentado, enfiando sua piroca na garganta dela.
– Vai cadela, chupa esse caralho. Desde que você chegou com esse shortinho enfiado no cu eu já sabia que tava doida querendo piroca. – Disse joão forçando ainda mais a cabeça dela no seu pau.
Henrique bombava cada vez mais forte e estapeava muito a bunda de Rubia, sem nem se importar se eu iria ouvir ou não.
– Meu primo não te come porque é bobinho, você precisa é disso aqui. – Disse Henrique tirando e colocando sua piroca com força em uma só socada, o que arrancou um grito de Rubia, que logo foi abafado novamente pela piroca de João
-Mandei você parar de chupar não. Mama esse caralho que enquanto a gente não gozar você não dorme. – Disse joão bombando na boca dela e dando tapas em sua cara.

Perdi a noção de quanto tempo fiquei ali, fizeram varias posições com minha namoradinha e em algumas eu pude ver o quanto sua bucetinha estava vermelha de tanto aconchegar aquelas toras dentro dela, sem contar que sua bunda já estava completamente escarlate de tanto tapas que ela tomou.
Por fim eles gozaram e eu corri para meu quarto, depois de quase 30 minutos Rubia entrou no quarto com os cabelos molhados pois acabara de sair do banho, se deitou e dormiu abraçadinha comigo.

No outro dia acordei primeiro que todo mundo e fui fazer o café da manhã.
Estava passando um café quando vejo João vindo em direção á cozinha.
– Bom dia primo, cade sua namorada? – perguntou ele. Já estava nítido sua ereção matinal marcando em seu short.
– ta deitada no meu quarto ainda primo, daqui a pouc… – Ele não esperou nem eu terminar de falar, seguiu em direção ao meu quarto com sua rola balançando no short, entrou e fechou a porta atrás de si.
Continuei a passar o café, depois fui lentamente até a porta do quarto, estava trancada. Encosteis os ouvidos na porta e pude escutar nítidamente.
-Vai cadela, chupa que tá na hora de beber seu leitinho de café da manhã. Hoje o dia vai ser produtivo demais para você, já te antecipo.
Não ouvia Rubia falar nada, estava com a boca ocupada também né?!
Voltei para a cozinha e logo em seguida vi Henrique saindo do quarto dos meus pais, com uma marcação tão grande quanto a do seu irmão.
– E aiii priminho – Ele afagou minha cabeça, e sentou o meu lado na mesa – Cadê meu irmão e a Rubia?
Ruborizei na hora, como iria dizer que seu irmão estava trancado no quarto com minha namorada e eu não estava fazendo nada?
Quando abri a boca para falar, a porta do quarto se abriu e saiu de lá João com aquele sorriso cínico no rosto vestido apenas com sua cueca.
Henrique olhou para mim e abaixou a cabeça para segurar o riso. Rubia saiu do quarto em seguida e veio até a mesa.
João se sentou e pegou um pão e café para comer.
Eu continuava imóvel, sem saber como me portar.
– bom dia Meninos, dormiram bem ? – Disse Rubia com a maior cara lavada do mundo.
Henrique levantou e a pegou pela mão.
– dormi muito bem, mas to precisando de sua ajuda, dormi de mal jeito e to precisando de uma massagem nas costas, da pra você fazer?
– Claro amor, digo Henriqueee!
Ambos me olharam para ver minha reação.
– mas antes tem que ver se meu namorado deixa né?
– E ai priminho? Ela pode me fazer uma massagem, rapinho?? Prometo que te devolvo ela inteira – ele voltou o olhar para ela – Ou quase inteira né?! – Disse baixinho mas de alto o suficiente para todos ali ouvirem.
Assenti com a cabeça, ele saiu puxando Rubia pelo braço como alguém que está indo repreender o filho por mal comportamento, entraram no quarto dos meus pais.
João tomava seu café e ficava me fitando de tempos em tempos, acho que esperando uma reação. O que não aconteceu. Começamos a ouvir o barulho da cama batendo na parede e gemidos caracteristicos de sexo.
João estava nitidamente se divertindo com a situação.
– Parece que a massagem ta boa heeeein?? – Ele disse e saiu rindo, chegou na sala e se jogou no sofá colocando a TV em um canal aleatório.
Eu fiquei na cozinha e fui lavar as vasilhas sujas do café da manhã.
Quase uma hora depois, Henrique sai do quarto de banho tomado e chama seu irmão.
– Mano, bora lá adiantar o esquema??
– bora que os cara tão doido!!
Fui em direção a sala para tentar ouvir melhor a conversa e eles me chamaram.
– Primo, seguinte. Chamamos uns amigos do fut para tomar uma cerveja aqui mais tarde beleza? Arruma a cama do quarto lá pra gente depois, sua namoradinha deitou na cama e apagou.
Daqui a pouco estamos de volta.

Eles passaram por mim dando o famoso “pedala robinho” na minha cabeça e saíram.
Fui até o quarto dos meus pais e lá estava Rubia, dormindo vestida apenas com seu sutiã e a calcinha no meio das pernas. Provavelmente ela estava indo tomar um banho mas estava tão cansada da massagem que fez no brutamontes do Henrique que caiu no sono.
Tão boazinha e prestativa, amo demais.

Continua…..

Votem e comentem para me incentivar a continuar a postar as histórias de minha linda namoradinha.

Referência do Anúncio ID: 6095b4eac5347a6e

Não há Tags

104 visualizações, 0 hoje

  

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: Petala Parreira, 74 Guests, 20 Bots