Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

ENCONTRO NO SHOPING

  • Publicado em: 7 de fevereiro de 2007 22:16
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Olá ! Algumas pessoas já me conhecem. Já relatei aqui algumas passagens que aconteceram realmente comigo, e recebi várias mensagens, questionando, perguntando detalhes, e por acaso recebi algumas propostas. Nesse caso especifico, recebi uma mensagem pelo correio eletrônico, de uma pessoa que dizia não acreditar que uma pessoa; com a minha descrição; pudesse gostar de pessoas mais velhas e nem tão belas quantos os modelos que aparecem nas revistas ou nos vídeos. Na verdade eu gosto de pessoas comuns, tenho verdadeira paixão pelas gordinhas e por mulheres mais velhas, que ainda mantenham uma chama interior. Conversei bastante com ela pelos vários e-mails trocados e por final, pelo MSN. Daí partimos para uma aproximação por telefone, e finalmente um encontro pessoal. Nos encontramos num shopping próximo da casa dela, tomamos um café (era na parte da manhã), e conversamos muito. Pintou o primeiro beijo, a atração se tornava irresistível, mas ela era casada, não tinha o hábito de sair para uma baladinha, mesmo que fosse coisa rápida. Disse que teria que voltar pra casa, posto que tinha que acabar de arrumar as coisas que tinha deixado pendente, e seu marido retornaria no final da tarde, quando o jantar teria que estar pronto. Não resisti, me convidei para ajudá-la. Ela recusou. Insisti. Para ela era novidade ter alguém correndo atrás dela com tanto entusiasmo. Ela não era nenhuma beldade, mas tinha suas qualidades (inúmeras …). Morena, fofa, bonita para sua idade, coxas bem roliças, e um par de tetas invejável. Fomos no carro dela; que era filmado; e entramos pela garagem. Ao entrarmos no apartamento, nos entregamos, num longo beijo, e já fomos tirando a roupa, inicialmente na sala, e já estávamos nus quando chegamos ao quarto. Ela dizia: Que loucura, eu nunca fiz isso, vou ter uma coisa. E eu mostrei a coisa. Já estava louco de ver aquele mulherão sem roupa, cheia de vergonha, que dizia estar há mais de um mês sem transar. Comecei chupando seus dedos (que pezinho lindo), subi pelas canelas, suas coxas, e me acabei naquele triangulo cheio de pelos. Lambi muito, chupei aquele grelo como se fosse um sorvete de casquinha. Nunca vi alguém gemendo com tanta intensidade. Fui subindo pela sua barriga, até que cheguei em suas tetas. Um peitão moreno, com auréolas pretas, bicos grandes, e quando parti para um beijo de língua bem molhado, já apertava suas tetas com as duas mãos e já ia me encaixando no meio de suas pernas. Ela soltou um suspiro forte; parecia ter gozado só com a encostada. Estava muito molhada, o que facilitou a penetração, que foi lenta, mas de forma ritimada, que durou menos de quinze minutos, mas que acabou numa gozada simultânea, como há muito tempo não acontecia com ela, tampouco comigo. Já mais calmos, pudemos nos acariciar, nos beijar, nos chupamos mais um pouco (agora, também ela já estava me chupando). Ficamos por umas duas horas deitados na sua cama, e ela me fez prometer que passaríamos a nos ver sempre que fosse possível. Permitiu que a fotografasse com o celular, desde que eu não mostrasse seu rosto. Tomamos um banho, nos vestimos e seguimos o mesmo ritual para podermos sair do prédio. Já nos vimos por três vezes, e estamos cada vez mais seguros do que estamos fazendo. Ela não vai se separar do marido, e eu não vou sair de minha rotina doméstica também. Mas estamos nos completando. Cada um da o carinho que o outro precisa e sente falta. Logo dividirei outras confidencias com vocês. Beijão a todos. ADVMM@POP.COM.BR

Referência do Anúncio ID: CT-000046677

Não há Tags

6513 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: Bruno Rossi, 92 Guests, 28 Bots