Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Eu a Cadela

  • Publicado em: 5 de agosto de 2013 11:29
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Ola, me chamo Rita, e tenho 19 anos. Nos contos anteriores, ja falei que gosto de ser submissa e foi o que originou este conto.
Uns dias atras numa sexta feira o meu “dono” me telefonou e me disse que iria-mos jantar fora e que tinha tudo pronto quando eu chegasse a casa.

Eu cheguei a casa e na porta tinha um saco pendurado (meu dono mora no mesmo predio), Entrei em casa e abri o saco. La dentro tinha um vestido, um par de sapatos e um bilhete. O bilhete dizia, que ele me iria apanhar as 8 horas, eu tinha uma hora para ficar pronta.

Tomei um banho, me arranjei e fui vestir apenas o que estava no saco, nada mais como o meu “dono” sempre quer.
O vestido era banco e muito justo e curto e bem decotado á frente e atraz.
Calcei os sapatos de salto alto e esperei por ele.

Ele chegou na hora marcada e seguimos de carro para o restaurante.
Entramos no restaurante e o vestido era tao curto que dava para perceber que eu nao tinha mais nada por baixo.
Enquanto esperávamos ser servidos ele me disse que já sabia que eu contava as historias aqui neste site (eu tinha sido apanhada), mas ele queria que eu continua-se a escrever, mas teria de mudar algumas coisas como me descrevia a mim e ao meu corpo e por isso eu irei obedecer.

Quando terminamos o jantar, seguimos novamente e durante o caminho ele me parou o carro na berma da estrada e me mandou sair, fomos na traseira do carro e ele me mandou despir e descalçar. Fiquei horrorizada quando ele rasgou meu vestido e deitou fora os sapatos. Eu nao tinha trazido mais nada.
Entao me colocou uma coleira e uma trela e mandou eu subir na mala do carro (é um Jipe) e seguimos caminho.

Quando chegamos ao destino, ouvi uma voz de outro homem. Ele perguntou se o meu “dono” tinha trazido a cadela como combinado, porque o cão dele precisava urgentemente de descontrarir…
O meu dono disse que sim e abriu a mala e pude ver o outro homem com um pit bull enorme pela trela e com um ar de espanto para mim….
O homem perguntou – O que é isto?
O meu dono – A Cadela que te prometi.
O homem – Estas a brincar? O Taurus (nome do Pit Bull) vai rasga-la toda…
Olhou para mim e perguntou: – Tens a certeza que queres fazer isto?
Eu abanei a cabeça a dizer que sim. Tambem nao iria responder de outra forma. Estava tambem a obedecer ao meu dono.

Levaram-me para um canil, era uma jaula enorme, vi lá mais caes de outras raças mas cada um no seu espaço. Colocaram-me numa jaula vazia com o Taurus e eu fiquei de 4 como uma cadela e bastante submissa, deixei ele fazer tudo.
Comecou por me lamber a cona, confesso que fiquei molhada nesse instante.
Vi ele dar a volta á minha frente e olhei o pau dele a começar a ficar de fora…. era enorme, bem grosso e vermelho…
Nao demorou muito para ele pular nas minhas costas e tentar me penetrar. Arranhou-me as costas de tanto puxar com as patas, e á terceira tentativa aquele pau enorme entrou na minha cona. A dor era enorme, sentia-me rasgada e ele bombava com uma força animalesca de instinto, obviamente sem a minima preocupação comigo, afinal era um cão.
Eu só pensava quando é que terminava a minha tortura, até que senti algo a inchar dentro de mim. O que eu temia estava a acontecer e nada eu poderia fazer.
O pau dele fez uma bola enorme e ele gozou tudo dentro de mim, ficamos colados um no outro.
O meu dono e o amigo olhavam tudo e eu olhei para eles com ar de piedade para me tirarem dali, entao ele disse ao meu dono que eu iria passar a noite la dentro e que o Taurus deveria ficar acordado toda a noite, porque tinha um brinquedo novo: EU.

Quando o inchaço desapareceu ele se soltou de mim e me lambeu toda. Minha cona me doia e eu me enrolei num canto. O meu dono e o amigo foram embora e me deixaram ali sozinho com o Taurus.
Passado pouco tempo ele começou a me cheirar e lamber novamente a cona e a empurrar com o focinho, percebi que queria mais, mas eu nao queria naquela altura e não me levantei, entao ele comecou a me rosnar. Nessa altura tive medo e me coloquei logo de 4. Ele se calou e pulou novamente em mim. Desta vez foi á primeira e meteu tudo de uma só vez. Demorou mais do que a primeira vez e doeu muito na mesma.
Eu estava me sentindo uma cadela verdadeira, só faltava tambem ladrar.

Repetiu-se várias vezes…. á 4 ou 5 vez ele meteu no meu cu e claro doeu bem mais do que na cona, mas eu nao podia fazer nada, só obedecer….
Finalmente ele se cansou e pude dormir.
Acordei de manha com ele querendo mais uma vez e obedeci.

O meu dono e o amigo chegaram e me tiraram de lá. Eu nem conseguia andar direito, me doia todo o corpo, especialmente a minha cona e cu.

Me deram um banho de mangueira tipo cadela, meteram a mangueira na minha cona e cu para limpar bem por dentro toda a porra que o Taurus tinha deixado.

Depois do banho eles prenderam minha coleira a um ferro no chao e soltaram vários caes. Não sei quantos, mas eram alguns todos de tamanho médio e grande.

Referência do Anúncio ID: 61351fedaad8ffb7

Não há Tags

20398 visualizações, 0 hoje

  

Uma Comentário para “Eu a Cadela”

  1. Adorei!

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 74 Guests, 18 Bots