Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Exibicionismo em arraial, ela queria mesmo se exibir

  • Publicado em: 5 de setembro de 2018 18:08
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Ana e eu resolveremos passar um final de semana do último verão em Arraial, e seria a oportunidade ideal para um exibicionismo, pedi a Ana que levasse apenas uns shortinhos curtinhos umas blusinhas de malha fina e nenhum sutiã, ahhhh, e é claro z seus biquínis fio dental mais ousados, foi maravilhoso, focamos em exibição na praia, saíamos e entravamos na pousada com Ana só de biquíni e sandálias, o pessoal da pousada já estava alucinado com aquele espetáculo de mulher desfilando de fio dental e às vezes sem a parte de cima do biquíni tendo os seios cobertos apenas por uma canga semi transparente que dava pra ver vemos lindos seios da minha gata, chegando o dia de irmos para casa, desci para a recepção para acertar a pousada e deixei Ana tomando banho, ao retornar pro quarto me deparei com a seguinte cena,Ana com um shortinho jeans cavado, enfiado na bunda que deixava suas popinhas a mostra e uma blusinha branca de malha levinha, transparente que deixavam seus seios praticamente expostos, meu pau ficou duro na hora, – tá bom assim amor?? Perguntou com um sorriso safado, -perfeito, respondi e descemos para o carro, deixei ela ir na frente e dei um tempo pra que ela aparecesse sozinha no meio dos outros hóspedes, quanto cheguei no saguão eis que estavam todos comendo Ana com os olhos, delicia de cena Ana debruçada no balcão empinando sua maravilhosa bunda, nos despedimos e saímos, no caminho resolvemos parar para almoçar e é claro que Ana roubou todos os olhares para si, linda, gostosa e vestida daquele jeito, uhuuuuuu, estava adorando isso, amo exibir minha gata assim, pedi pra Ana pagar a conta enquanto ia ao banheiro, dei o cartão pra ela e ela saiu rebolando gostoso em direção ao caixa, estava no mictório mijando, eu e mais uns dois caras quando Ana entrou sem cerimônia,-meu amor, qual é a senha? Claro que ela sabia, mas não perderia essa oportunidade, os caras fizeram questão de continuar mijando e Ana, safada que só ela deu uma olhada no pau dos caras e saiu dizendo,-adoro banheiro masculino, e saiu rindo, ssi e fui direto pro carro esoera-la, um tempinho depois, Ana saiu rebolando gostoso, alguns homens que estavam chegando olhavam descaradamente e mexiam com Ana que não dava bola pra eles mas rebova como eu nunca havia visto Ana rebolando, um cara que estacionou o carro e estava com a mulher olhava destacando, dando aquela esfregadinha na cabeça, era impossível não olhar, ainda no caminho paramos num mercadinho na estrada e nova exibição, quem estava no mercado parou para olhar Ana, gostosa e safadinha num shortinho safado e com os peitinhos durinhos e empinados praticamente a mostra, quando passamos no caixa, o empacotador não conseguia tirar os olhos dos seios da Ana que, percebendo os olhares puxou um pouco mais a blusa para baixo fazendo saltar para fora seus mamilos rosadinhos deixando alguns segundos seus seios expostos para quem quisesse ver,-que descuidada eu sou, disse Ana arrumando a blusinha, saímos e sussurrei no ouvido dela,-safada você heim, deu um sorriso e fomos embora, ainda antes de chegarmos em casa, engarrafamento na Av. Brasil, e é claro, nessa hora aparecem os ambulantes vendendo de tudo, Ana pediu pra desligar o ar e abrir as janelas, ok amor, e a gata começou a suar com o calor que fazia naquela tarde, logo a blusinha que era de uma malha fininha ficou colada no corpo da Ana ficando ainda mais transparente, todos os ambulantes que passavam por nós Ana fazia questão de comprimentar, boa tarde, muito calor né passando a mão nos seios por dentro da blusinha, os caras faziam questão de falar com ela que dava assunto puxando a blusinha e soltando no corpo quem estava na porta pertinho via todo o seio dela, ahhhh que calor, tirei minha camiseta, e Ana disse,-voce pode tirar, eu não, respondi, quem disse que você não pode? Ana entendeu, estávamos parados e haviam dois rapazes vendendo água e refrigerante bem ao lado da Ana, olhou para mim e tirou a blusinha bem na frente dos rapazes que ficaram loucos, um deu uma garrafa de água pra Ana que abriu e bebeu deixando és pelo corpo um pouco Ana começou a alisar seus lindos seios e quando não esperava mais nada, pegou a mão do rapaz e colocou sobre seus seios Ana fechou os olhos e encostou a cabeça no banco, o rapaz, sem tirar a mão do seio de Ana olhou para mim esperando minha reação, olhei para ele e disse,-aproveita!!! E ele começou a bolinar os seios da Ana apertando seus mamilos,,Ana gemia baixinho, o rapaz debruçou na porta e começou a beijar os seios dela que não sei como, abriu o shortinho jeans, puxou a mão do rapaz, abriu as pernas e posicionou a mão dele dentro do shortinho, o rapaz entendeu e enquanto mamava os seios da Ana enfiava os dedos na buceta da minha gata que gemia gostoso, o trânsito começou a andar e achei melhor irmos embora antes de dar merda, saímos e fomos em direção a linha amarela, o rapaz ficou gritando na rua, GOSTOSA, SAFADA, PUTA!!!! Ana olhou pra mim vestindo a blusinha e perguntou, -e aí, curtiu??? Com um sorriso safado declinando o banco e deitando ainda com o shortinho todo aberto, meti a mão dentro do shortinho e percebi que o rapaz havia deixado Ana encharcada, com a buceta molhada e piscando, chegando em casa, estacionei o carro e fomos pra casa Ana subiu do jeito que estava mas não havia ninguém, chegando em casa, Ana tirou a roupa ficando nua, deitou no sofá, arreganhado as pernas exclamou,- ME FODE TODA!!!! tirei as roupa e cai de boca naquela buceta encharcada de tesão, meti meu pau nela que deslizava na buceta da Ana que fazia questão de dizer que o rapaz fudeu a tua mulher com três dedos bem na sua frente né meu corninho!!! Fiquei louco com essas palavras e comecei a socar meu pau na Ana que logo gozou urrando de prazer, -goza prá mim, goza meu corninho, mas goza no meu cuzinho, enche o cuzinho da tua puta com tua porra, dizia Ana já virando o corpo e deixando sua bunda grande e empinada bem na direção do meu cacete, posicionei, segurei no quadril dela, e enquanto ela pedia baixinho e toda dengosa,-fode o cuzinho da tua esposinha putinha, fode, soquei meu pau de uma vez no cuzinho gostoso e apertadinho da Ana que soltou um aíííí!!!! Dengoso bombei durante um tempo, amo fuder a bundinha maravilhosa da Ana, e gozei muito, enchi o cuzinho da Ana, ficamos os dois deitados no sofá, Ana de tão relaxada dormiu alí mesmo, nua e toda lambuzada de porra, fiquei admirando seu delicioso corpo imaginando nosso próximo exibicionismo, amo exibir minha esposa

Referência do Anúncio ID: 5105b715051794d0

Não há Tags

75 visualizações, 0 hoje

  

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 59 Guests, 27 Bots