Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Fabiana, Lívia e Marcio

  • Publicado em: 1 de julho de 2015 13:46
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Vivíamos eu e minha mãe sózinhas desde o falecimento de meu pai há 15 anos. Mamãe é gerente de alto nível numa multinacional. Mamãe me pariu aos 16 anos. Temos corpos semelhantes apesar de eu ser 2 cm mais alta que ela. Minha mãe tem 1, 70 de altura, seios grandes, cintura fina e quadris largos. Usamos as mesmas roupas e sapatos de saltos o que nos permite variar e comprar somente o necessário.
Após a morte de meu pai, mamãe me criou sem uma figura masculina por perto e permaneceu intocada sexualmente.
A estória que vou contar aconteceu há 4 anos quando eu tinha 18 anos
Certo dia, quando chegava em casa, fui abordada por um homem desconhecido que entrou comigo. Reagi e esbofeteou-me. Comecei a chorar e forçou-me a sentar no sofá. Mamãe saiu do banheiro onde tomava banho, enrolada numa toalha para saber o motivo do barulho e deparou-se com ele. O desconhecido afirmou que não me faria mal se lhe déssemos o que havia de valor. Mamãe dirigiu-se ao quarto e abriu o cofre onde guardava algum e nossas joias.
Marcio (este era seu nome), ordenou que eu me sentasse na poltrona e minha mãe foi obrigada a me imobilizar. Movimentando-se, a toalha caiu ao chão e ela foi impedida de se cobrir novamente. Nua, foi jogada sobre a cama. Marcio elogiou suas formas e começo despir-se. Nu, aproximou-se dela segurando seus seios. Mamãe pediu que não a machucasse. Retrucou que ela deveria ceder aos seus carinhos. Mamãe rebelou-se e ele ameaçou estuprar-me. Para evitar que fosse machucada, minha mãe implorou que a usasse em meu lugar. Marcio não se fez de rogado deitando-se a seu lado. Segurou seus peitos, acariciando-os. Mamãe e eu chorávamos, indefesas. Marcio abocanhou um dos seios dela sugando seu mamilo enquanto acariciava o outro. Sua sensibilidade aflorou e mamãe suspirou alto. Marcio desceu sua mão até o triângulo da vagina dela constatando que estava úmida.
“Hoje, vai provar um homem em suas entranhas”. “Por favor não faça isso comigo. Não tenho um homem desde o falecimento de meu marido, pai de Fabiana”, suplicou. “O jejum já dura muito tempo e é hora de gozar novamente”.
Posicionou-se entre suas pernas, apontou o pênis para a vagina dela e, aos poucos, foi penetrando-a. Mamãe se remexia procurando fugir, mas ele era mais forte e subjugou-a. Movimentava-se dentro dela com vigor e rapidez e eu só podia assistir embora estivesse excitada. Mamãe reagiu como uma fêmea faminta de sexo e enlaçou-o com as coxas. “QUE DELÍCIA ! Há anos não sentia tanto prazer. METE SEM PARAR POIS VOU GOZAR ! COMO É BOM TER UM MASTRO EM MIM OUTRA VEZ ! AAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHH !
Eu não podia acreditar no que via. Um desconhecido “comia” minha mãe e ela estava insaciável. Pedia mais e mais. Eu já não aguentava e sem que me tocassem gozei profusamente. Mamãe desfaleceu após inúmeros orgasmos. Ao recobrar os sentidos pediu para se lavar e Marcio consentiu. Enquanto isso, ele se divertiu com meu corpo sugando meus seios e me beijando. Acariciou a parte interna de minhas coxas, avisando que da próxima vez seria eu a satisfazê-lo. Dito isto foi embora sem aguardar que minha mãe voltasse.
Algumas semanas se passaram e eu não parava de pensar em tudo aquilo, recriminando-me pelo acontecido.
Chegou o período de férias na faculdade e eu tinha tempo livre. Numa tarde, na hora do almoço, fui ao shopping e vi minha mãe de mãos dadas com um homem. Beijavam-se o tempo todo e ele a abraçava. Saíram do shopping, seguidos por mim, dirigindo-se a um motel próximo onde entraram.
Estacionei meu carro e aguardei que saíssem, fotografando-os enquanto se beijavam.
Naquela noite, quando mamãe chegou, pedi para conversarmos. Tomou um banho para refrescar-se e sentamos no sofá da sala. Indagou o que eu queria e confrontei-a com as fotos que tirara.
“Como pode se agarrar ao homem que a estuprou e ir para um motel em sua companhia” ?
Mamãe começou a chorar e revelou que desde a morte de meu pai nunca mais tivera um homem até seu estupro. Estava carente, pois a masturbação não a satisfazia completamente. Quando fora possuída, seu desejo renasceu com força e necessitava se entregar. Sem que ninguém soubesse, fizera uma busca pelas redondezas e encontrara seu homem. Marcara um encontro no shopping onde eu a vira e durante o almoço pedira que a levasse ao motel. Lá, entregara-se sem vergonha ou pudor algumas vezes. Naquele dia repetira a rotina em mais um de vários encontros.
Eu estava atônita.
Revelou que não podia viver sem aquele macho e perguntou se me importaria se morasse conosco. Fiquei desconfortável com tal solicitação, mas gostava demais dela para rejeitar a situação e acedi. Mamãe beijou-me o rosto agradecendo. Marcio mudou-se em 3 dias. Dormia na cama com mamãe e do meu quarto podia ouvir seus gozos. “METE EM MIM. PRECISO DAQUELE PAU MARAVILHOSO EM MINHA VAGINA, TOCANDO MEU ÙTERO E ME ARROMBANDO. NÃO AGUENTO MAIS ESPERAR PELO PRAZER”. .
“LÍvia, você é uma vadia quente e gostosa”. “Quero ser sua putinha, meu macho. Sou sua quando quiser meter em mim”.
Eu me masturbava sem parar gozando tanto quanto ela. Levantei de minha cama e, por uma fresta da porta, apreciei a cena. Mamãe me viu. “O que você está fazendo aqui? O que presenciou ?”
“Vi minha mãe tornar-se uma vagabunda, recebendo em sua cama o homem que a estuprou há alguns dias”.
“Fabiana, você não sabe o que é ficar em jejum sexual durante anos tendo que se contentar com siriricas. Não posso ficar sem o pau do Marcio. Quero que me use para seu prazer”.
Marcio aproximou-se e me pegou pelo braço, dizendo que eu estava na hora de provar aquele remédio. Supliquei, em vão, para que não me desvirginasse.
Minha própria mãe me despiu e jogou-me na cama. Beijou-me a boca enquanto Marcio chupava meus peitos. Sua língua enroscou-se à minha e suguei vorazmente. A mão de Marcio desceu para entre minhas pernas e seu dedo brincou com meu clitóris sensível e inchado.
“Fabiana você vai gozar como sua mãe”, avisou. Titilou o clitóris e eu me contorcia gemendo meu prazer. LÍvia apertava meus seios sensíveis e mordia os mamilos, excitando-me ainda mais. Finalmente, Marcio apontou o pênis para minha vagina e, num só golpe, rompeu meu hímen. Gritei, mas estava consumado.
Ejaculou dentro de mim. Implorei que me proporcionasse um orgasmo. Afastou Lívia e chupou meus peitos mordendo os mamilos duros e empinados. Movimentava-se dentro de mim e o pênis tocava meu útero. O atrito com meu clitóris fazia minha xoxota vazar meus sumos. O pênis crescia em mim e latejou despejando esperma em jatos poderosos. “Goza, vagabunda ordinária. Você não presta como sua mãe”, dizia ele. Suas palavras dispararam meu orgasmo. “ESTOU GOZANDO, MEU HOMEM. QUE DELÍCIA. ARREGANHA SUA NOVA FÊMEA”, exclamei. Um fio de sangue misturado a meu sumo escorria quando saiu. Ordenou que o sugássemos, limpando o pênis. Nossas línguas duelaram cada uma querendo mais do seu leite. Tomamos banho os três juntos, dormindo entrelaçados na mesma cama.
No final de semana não saímos de casa, trepando o tempo todo. Pela primeira vez chupei e fui chupada por uma mulher. Fizemos um 69 em que aprendi a tocar os pontos sensíveis de outra mulher. Gozei infindavelmente.
No domingo, Marcio pediu o ânus de LÍvia que ficou de quatro e o ofereceu sendo arrombada. Em seguida foi a minha vez. Gritei e chorei quando meu rabo foi inaugurado.
Marcio definiu novas regras que devíamos obedecer: ordenou que, em casa, não usássemos lingerie deixando as tetas e xoxota livres para seu uso. Tivemos que comprar novos conjuntos de soutien que expunham os mamilos sempre duros, calcinhas com abertura na vagina e blusas colantes. LÍvia continuou a trabalhar, formei-me em arquitetura e Marcio nos usa todo dia. LÍvia e eu nada temos a reclamar.
Marcio revelou que está nos preparando para novas aventuras sexuais, satisfazendo nossas taras. Em outros contos contarei as novidades.
O estupro inicial foi uma bênção para nós duas.
Fabiana

Referência do Anúncio ID: 859559188eeab59b

Não há Tags

5079 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: adrianosacana, Homem com Pegada, 77 Guests, 14 Bots