Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

familia de putas 3

  • Publicado em: 23 de junho de 2009 15:20
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Sou Antonio Carlos, minhas características e o início da história, vejam nos contos anteriores. Ao descobrir a história da familia de minha mulher e fazê-la confessar, saí de casa desesperado, proibi minha mulher de falar qualquer coisa à sua mãe, inventei uma viagem e procurei alívio em uma fazenda próximo de minha cidade. Lá passei quatro dias, quando retornei fui em casa e minha mulher estava doida, não podia comentar nada e sua mãe ja programava outra viagem para o outro dia, disse-lhe que fosse. Ela estranhou, mas ameeacei e ela foi para a capital. Neste dia fui também a JP e me hospedei em um hotel da cidade, ja com alguns pensamentos em ação, procurei meu amigo policial e juntos contratei seis caras da pesada. Mandei fazerem o seguinte: todos foram de encontro as putas, eles não sabiam quem eram, mandei fazerem a maior orgia que pudessem e pedi ao amigo que gravasse tudo, mas… quando terminassem era pra baixar o cacete em todas elas deixar marcados os corpos, sem que machucassem nenhuma, principalmente na velha e depois me comunicassem.

Pessoal, imaginem um grupo de caras um maior que o outro, a princípio ficaram preocupados, mas deixei claro que não haveria retaliação, pois eu sabia o que estava fazendo. O que vi, na fita, me aliviou a raiva. Imaginem seis mulheres lindas sendo arrombadas de todas as maneiras: era pau na buceta, no cu, na boca… Minha sogra era a que mais levava pau e o engraçado que minha cunhada a sapatão, fazia questão de chupar as irmãs e a mãe que dava arrepio… Uma mulher linda, chupando boceta e sendo enrabada. Quando começaram a bater nelas, era incrível a pratica deles em bater e só marcar. Não quebraram nada mas deixaram marcas que não passariam despercebidas. Minha sogra ficou toda marcada, minha esposa ficou que dava dó. Telefonaram para meu sogro justificando que não poderiam voltar tão cedo, pois decidiram passar uns dias a mais descansando. Voltei para minha cidade e lá vem o cornão me avisando que elas iriam ficar na capital, deu vontade de rir, mas fiquei na minha. No outro dia retornei à capital e cheguei na casa delas, como se estivesse com saudades de minha esposa. O segurança e a empregada, a princípio insistiam que elas não estavam mas, à força, entrei e encontrei todas em estado deplorável: eram manchas no corpo todo, a princípio tentaram se esconder de mim, mas perguntei o que tinha ocorrido, e minha sogra veio com um papo de terem sido assaltadas, violentadas e tudo mais. Mandei ela calar a boca e ela ainda esboçou um ar de superioridade, mas mandei-a sentar e passei o DVD, com tudo que tinha ocorrido. Era o maior chororô, um monte de mulher tentando se explicar, mas abri o jogo e disse que isto não ia ficar assim. Minha sogra tentou me convencer do escândalo, e tudo mais, mas estava decidido e já tinha tomado minha decisão. Mandei que todas tirassem as roupas e…

Referência do Anúncio ID: CT-000044069

Não há Tags

7582 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Informações deste Autor

  • Autor: venedson
  • Membro desde: 22 de junho de 2007

Contos publicados por venedson

Últimos itens anúnciados por venedson »

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 113 Guests, 12 Bots