Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Fazendo a alegria do Peao

  • Publicado em: 29 de março de 2016 09:29
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Sou Lania.
Uma mulher de 43 anos,morena,casada com um agrônomo e insatisfeita sexualmente.
Tenho um corpão, bundão e peitões siliconados, altura média e cabelos ondulados.
Moramos na fazenda para facilitar as transações dos negócios com gados e cavalos.
Sou vaidosa,bem cuidada,sempre antenada com as novidades.
Vou sempre a capital, pois na cidade do meu povoado não tem como fazer compras dos meus cuidados de beleza como, cremes, hidratantes,perfumes esmaltes,shampos e maquiagem.
Também aproveito e passo nas lojas de roupas, sapatos e bolsas.
Tive um casinho com alguém na cidade,nada importante.
Mas, chegou na fazenda um tocador de rebanho,novinho que também gosta de ajudar nas compras de casa.
Fui umas duas vezes com ele e a moça da cozinha fazer compras na cidade onde fica a Fazenda.
Sinto sempre seu olhar atrevido me desnudando. Ele deve ter uns 25 anos,tipo índio, alto de tronco largo e muito rude.
Sempre ando a cavalo na fazenda e passo por ele, no pasto e ele me olhar. Tomo banho de rio num canto reservado.
Sem o marido,tive que ir com ele sozinha na cidade,ao banco fazer depósito de uma venda.
Na volta o pneu da Caminhoneta furou e ficamos na estrada. Um vizinho passou e se prontificou a consertar o pneu.Ele disse que seria rápido.
Fiquei com o boiadeiro na Caminhoneta. Sem saber o que fazer, desci peguei no banco de detrás uma necesserie, e fui molhar os pés no riacho numa sombra de árvores.
A água deliciosa resolvi tirar a roupa e tomei banho, muito calor.
Estava distraída e ao olhar no alto ele me fitava com desejo. Me enrolei e vesti a calça por cima da calcinha e a blusa por cima do soutean.
Fiquei na sombra da árvore.
Ele falou:
– Se pensa que não sou homem, está enganada Dona.Fica tomando banho quase nua na minha frente, tá querendo um macho.
Disse:
– Você é muito atrevido, tomei banho porque estou com calor e queria fazer xixi.
Ele:
– Desde que te vi, meu desejo de macho é da conta do seu corpo de fêmea no cio.
Olhei sua calça e vi que estava exitado.
Chegou perto e alisou meu cabelo molhado e meu rosto. Fechei os olhos.
Me beijou na boca, e desceu os lábios quentes no pescoço, mais um pouco abriu a blusa e tirou os seios com frio do soutean molhado.
Se curvou e beijou, eles se alteraram ele me olhou e chupou cada um. Ofeguei.
Abriu o soutean e chupou… mamando lambendo…sugando…
mordendo os bições dos seios.
Disse ele:
– Sonhei muito com esse momento, fêmea cheirosa, pele macia, peitões empinados.
Abriu minha calça e colocou a mão dentro da calcinha molhada.
Murmurou:
– Ela está com frio,vou esquentar a bucetinha molhada.
E alisava minha xota, e me chupava os seios, eu gemia de tesão nas mãos e boca daquele homem. Ele mimava minha xoxota.
– Minha priquitinha presa,querendo uma rola.
Se ajoelhou e baixou minha calça até os joelhos e chupou minha xana… língua quente… áspera e grande… urrei… muito tempo sem sexo
e gozei.
O vizinho buzina e voltamos a realidade, me arrumo e ele vai na frente. Colocam o pneu e seguimos para casa.
Continua…

Referência do Anúncio ID: 62956ec86c1cd0de

Não há Tags

3900 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Informações deste Autor

  • Autor: Pulacerca
  • Membro desde: 10 de dezembro de 2015

Contos publicados por Pulacerca

Últimos itens anúnciados por Pulacerca »

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 42 Guests, 17 Bots