Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Festa com amigos da noite

  • Publicado em: 5 de setembro de 2018 18:24
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Eu e a Bela sempre procuramos o prazer.
Já á uns meses que não fazíamos uma loucura.
Quando cheguei a casa depois de um dia cansativo de trabalho, perguntei á Bela, se não queria fazer algo de diferente naquele fim de semana.
Ela respondeu-me que a surpreende-se, que aceitava tudo.
Aluguei uma casa isolada, no Gerês. Norte de Portugal, de onde somos.
Telefonei a vários amigos single da noite que ia fazer uma festinha. Maior parte deles aceitaram (7). Pedi ao dono da casa que enchesse a casa com bebidas e comida do melhor que houvesse. Ele assim fez, pois já me conhecia de outras alturas e sabia que pagaria tudo e ainda lhe daria uma gorjeta.
No referido dia, quando lá cheguei vi que estava tudo ok. Fomos os primeiros a chegar. Ainda eram só 14 horas.
A Bela foi pousar a mala no quarto e eu fui preparar umas bebidas.
A Bela veio cá para fora com uma toalha enrolada á cintura com aquelas grandes tetas á mostra. Tirou a toalha e pude ver que estava nua. Dei-lhe a bebida preferida dela Malibu-cola.
Ela pediu que lhe espalha-se protetor solar nas costas. Comecei a espalhar e logo deixei escorrer os dedos pelo rego do cu dela. Ela mandou parar que aquilo era só para mais logo.
Tirei a minha roupa e deitei-me também nu ao lado dela.
Por volta das 16,30 tocou o meu telemovel. A Bela perguntou quem era, mas eu não lhe disse nada e fui abrir o portão.
Entrou um carro com 3 homens meus convidados. Eram 3 amigos de cor.
Cumprimentei-os.
Eles perguntaram pela Bela.
Fiz-lhes um gesto para olharem para o lado, e logo viram a Bela toda nua. Disse-lhes para irem dentro de casa e tirarem a roupa.
Fui para a beira da Bela e passado uns 10 minutos apareceram eles todos nus.
Olá beldade, boazona, cada vez estás melhor, eram alguns dos piropos que lhe dirigiram.
A Bela cumprimentou-os todos com um beijo na boca. Alguns deles até quiseram logo passar as mãos pelas mamas e cona dela, mas eu disse que a festa ainda não era para já, que havia ainda mais convidados para chegar.
A Bela deu-me um beijo de lingua, de tirar o folgo.
Por volta das 17,30 já tinham chegado os outros 4. Eram mais 2 de cor e dois e dois brancos, sendo um dos brancos um homem com uma piça enorme de quem a Bela tinha gostado.
Por volta das 18 horas a Bela atirou-se á piscina. Quando saiu, todos olhamos. Aquela visão fez com que quase todos ficassem excitados, de pau teso.
A Bela deitou-se pegou no óleo bronzeador e perguntou se alguém queria espalhar no corpo dela.
Todos se levantaram e logo ela tinha 14 mãos a passarem pelo corpo dela.
Fui-me sentar ao lado deles para apreciar.
Vi que lhe tinham despejado o óleo todo no corpo e que toda ela estava escorregadia.
Dava para ver pelo meio deles que 2 lhe davam a piça para chupar, que outros lhe apalpavam as tetas e que lhe enfiavam 2 dedos pela cona acima.
Já se ouvia um choc choc choc choc da cona dela. Os dedos do rapaz que lhe enfiava na cona vinham brancos de tão excitada que ela estava. Os dedos de outros escorregavam pelo cu dela facilmente.
Um deles deitou e a bela sentou-se na boca dele.
– aaaaaaaaaiiiiiiiiiiiiiiii siiiiiiiiiiiiiiiim siiiiiiiiiiiiiiiim – gemeu ela ao sentir a lingua dele
Eu estava com um tesão enorme, tinha a piça dura como aço, e já batia uma punheta.
Outro foi-lhe lamber o cu, mas eu afastei-o. Enfiei a minha tora até aos tomates pelo cu dela acima. A Bela largou a piça que estava a mamar e gemeu:
– aaaaaaiiiiiiiiiii que boooooooooom siiiiiiiiiiiiiim siiiiiiiiiiiim.
Senti que o que lhe lambia a cona de vez enquando passava a lingua nos meus tomates. Não liguei. Logo se formou uma roda em volta da bela e ela chupava-os a todos alternadamente.
Esporrei-me como um cavalo.
– aaaaaaaaagggggggg putaaaaaaaa aaaaaaaiiiiiiii que cu boooooooooom – gemi
Saí de dentro dela. O que estava a lamber a cona dela virou-se e enfiou a piça na cona dela. Outro aproveitou que o cu dela já estava aberto e lubrificado e enterrou tudo pelo cu dela acima.
A Bela era agora uma sanduíche de carne.
Ouviam-se gemidos abafados dela pois tinha a boca sempre ocupada.
A Bela foi comida por todos tendo levado até com duas piças ao mesmo tempo na cona. Muito leite ela bebeu naquele fim de tarde.
No fim ela não se aguentava em pé, mas também não foi preciso ela andar pois foi carregada por eles para a casa de banho, e eles mesmo lhe deram banho e deitaram na cama a descansar.
continua

Referência do Anúncio ID: 2555b7ebc7a9b1ce

Não há Tags

80 visualizações, 0 hoje

  

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 60 Guests, 16 Bots