Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Julia: A NOVA ESCRAVA – PARTE I –

  • Publicado em: 5 de fevereiro de 2018 14:34
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Julia: A NOVA ESCRAVA – PARTE I –
– DOM GRISALHO –

Este conto é um relato ainda não realizado, mas que breve o tornarei real. Esta estória está sob a ótica de minha nova CADELA, que breve darei a merecida COLEIRA ainda de forma virtual e espero que logo depois seja dada de forma real, fisicamente em sessão apropriada. Fiz neste conto as correções gramaticais e as concordâncias necessárias, mas mantive o teor que a julia passou-me.
Vamos lá, sou nova em idade, mas com a mente desenvolvida e bem aberta ao PRAZER, relatarei a vocês a primeira das vezes que estive com aquele que me favoreceu a ser uma ESCRAVA/CADELA em toda plenitude, o MESTRE DOM GRISALHO, homem com grande cultura, e que eu nunca conhecera algum parecido em conhecimento de SADO/BDSM, Ele não é novo, tem 65 anos, mas com uma vasta experiência de vida, ritualista na nobre filosofia que professamos. Aqui e antes de contar como aconteceu a minha iniciação, gostaria de falar um pouco sobre mim, não posso dar muitos detalhes pra não evidenciar a minha identidade, então vou usar o nome fictício de julia, moro em uma pequena cidade de Minas Gerais com menos de 40.000 habitantes, eu gosto e dou preferencia por homens mais velhos que são experientes e sabem dar PRAZER à mulheres, detesto os novinhos que não sabem como devem tratar uma mulher. Eu tenho apenas 26 aninhos, mas mentalmente bem mais vivida, fisicamente a pele é branquinha, tenho 1,70 de altura e 74 kg, tenho um corpo e rosto bonitos como meu SENHOR gosta de afirmar, com seios pequenos e bumbum avantajado, tenho cabelos pretos e olhos castanhos escuros, cabelos altura dos ombros, geralmente me depilo completamente, deixando a bucetinha e a bundinha sem nem um pelinho, aliás, como meu DONO exige e adora.
Desde mais nova, no inicio da minha vida sexual, sempre me excitei muito com a condição de submissa embora não conseguisse discernir o que eram minhas reações de prazer que quando eu recebia uma ordem qualquer, tive algumas experiências com poucos namorados, apenas um que conheci, maravilhoso, até hoje sinto saudades imensas dele, ele era bem safadinho e soube se aproveitar um pouco mais desse meu lado. Eu adorei quando me relacionei com ele, pois era alguém que me dominou e pela primeira vez descobri algumas delicias como apanhar na bundinha, na cara, como eu gosto disso. Esse meu namorado tinha idade de quase 50 anos, chegamos a ficar noivos, mas por essas coisas da vida não continuamos juntos, com Ele comecei a evoluir minha vida sexual, passando a levar tapas na cara e na bunda, e quando isso acontecia eu ficava louquinha e ainda mais quando ele me pegava de quatro, puxava o meus cabelos com força e batia com bastante força no meu rabo, eu alucinava de tesão, descobri que essa era minha posição favorita porque meu noivo tinha domínio total sobre mim, e ainda experimentei o sexo anal, engoli esperma e adorava me submeter a isso apesar de não gostar exatamente de anal e esperma, dificilmente fazia, e geralmente só fazia quando esse delicioso homem me obrigava, ele sabia ordenar, me dominar e exigir aquilo, então eu não resistia, fui passando a adorar me submeter a coisas desse tipo por ordens desse meu ex-noivo, mas infelizmente ele se afastou de minha vida. Pena que era tão difícil achar pessoas como ou mais que ele, com o tempo fui percebendo que era pouco o que eu conhecia, procurei me informar e fui vendo mais coisas na internet e cada vez mais crescendo ainda mais dentro de mim a vontade de ser de outro alguém mais firme em me usar, quero servir essa pessoa, e me submeter as suas vontades, por mais humilhantes e difíceis que fossem. Conheci um pouco sobre BDSM e apesar de não me identificar totalmente com as praticas, vi que era tudo o que eu sempre quis ser. Achei alguns artigos sobre ESCRAVAS no BDSM, e compreendi inteiramente que era uma vida daquelas o que eu precisava.
Conheci pela internet vários casos em que meninas eram tratadas como objetos pelos DONOS, usadas, abusadas, subjugadas, humilhadas e maltratadas, algumas tratadas como animais, e ainda não sabia por que fui me interessando ainda mais por ser uma delas, a cada momento vinha em minha mente ser uma CADELA e com uma vontade absurdamente louca de estar a viver uma relação como essa. Comecei a buscar algum SENHOR que me desse essa vida de prazeres. O ideal seria conhecer essa pessoa na vida real, no dia a dia, mas percebi que seria praticamente impossível, pois onde moro ninguém te a mínima ideia do que é SADO/BDSM, o máximo é algumas meninas terem assistido ao filme 50 TONS e por pura curiosidade quererem ser submissas, eu ao contrário sabia que por minha natureza era uma SUBMISSA apenas a espera de encontrar meu MESTRE, queria ser PUTA de um verdadeiro DOMINADOR. Comecei a pesquisar, a ler contos e relatos e em alguns meses e vim a descobrir que ainda assim seria difícil do que eu pensava em encontrar a pessoa certa, a maioria só queria ficar brincando na internet e nunca tinham feito nada de verdade, queriam que eu me exibisse nua na internet e os que tentavam algo real, simplesmente procuravam sexo fácil, não mostravam que sabiam o que fazer, apesar de tudo o que eu dizia sobre mim, pareciam não entender o que eu procurava. Eu ainda tinha que tentar ser o mais discreta possível, pois apesar desses sentimentos, ninguém da minha família ou próxima a mim, tinha alguma noção desses meus sentimentos, sempre me mostrei na sociedade uma menina correta, normal e reservada, com apenas dois namoros sérios, mas que era pura fachada para o povo ver. Eu não podia nem pensar em me expor assim a minha família e tinha em ser a mais retraída possível, mas apesar de todas as dificuldades e os riscos inerentes, eu estava disposta a me lançar um pouco pra transformar essa minha fantasia em realidade, tinha em mente que quando conhecesse a pessoa certa e tivesse realmente toda a certeza, me entregaria completamente a ela desde que a mesma estivesse disposta a manter a minha privacidade. Eu precisava me entregar totalmente de corpo e alma, ser totalmente um objeto de posse do meu MESTRE. Mas claro que teria que conversar e conhecer muito bem antes o candidato, começando pela internet, depois telefone, trocando fotos e vídeos com webcam, para assim ter o máximo de certeza que achei a pessoa certa. Até então não tinha chegado ninguém nem perto disso… Até o fim de semana passada quando fui privilegiada e encontrei quem eu tanto procurava…
Após um longo tempo finalmente conheci um DOMinador de verdade, aquele a quem procurava e desejava, exatamente alguém como eu previa que iria conhecer, o conhecido escritor MESTRE DOM GRISALHO. Foi talvez o melhor dia de minha vida quando puder entrar em contato com esse MESTRE. Vir a ser uma escrava é e tem sido para mim, uma vida maravilhosa e garanto a vocês que achei quem eu necessitava. Meu DONO foi o Senhor da minha obediência, servidão e sexualidade. Fazia tudo que Ele queria, o venero sem quaisquer questionamentos, e com minha total aceitação. Submeti aos seus caprichos, fetiches, desejos, numa entrega total. Tenho completo orgulho por ter sido escolhida por Ele, honrada por ser aceita e feliz por pertencer a DOM GRISALHO.
Logo que começamos a nos conhecer, tanto pelo facebook, quanto sms e e.mail, eu tinha plena certeza que eu pertencia a Ele, para falarmos por telefone, comprei um chip novo só pra Ele. Meu DONO falou de muitas coisas as quais eu seria submetida como serva dele e apesar de não gostar exatamente de tudo, sentia uma vontade enorme de vivenciar aquilo, e sabia que além do que Ele falou, ainda teria muito mais por vir quando eu estivesse nas mãos Dele. Ele bastante didático, me explicou e mandou-me vídeos esclarecedores num sábado, poucos dias depois de termos o primeiro contato. No dia seguinte, domingo, já não resisti e me exibi nua pra ele, ainda sem mostrar o rosto, mas mostrando todo o meu corpo conforme Ele ordenava e eu já me sentia Dele. Na segunda já tinha certeza, queria ser Dele o mais rápido possível, nos falamos nessa noite e eu estando completamente nua, não acreditava em mim mesma, sabia dos riscos de me expor pela internet, mas sem saber por que confiei Nele, afinal já tinha visto o rosto Dele, sonhava que meu DONO me trataria como uma pedra preciosa, Ele tinha tudo que alguém como eu podia procurar em um MESTRE.
Vou contar a seguir como aconteceu minha iniciação como escrava, conforme ordem de meu DONO tentarei descrever todas as etapas. Próximo ao dia de me encontrar com Ele, mais angustiada eu ficava, será que Ele cancelaria ou me chamaria mesmo, será que saberei agradá-lo direito, ah. Mil pensamentos passavam em minha cabeça. Cada instante que passava eu ficava mais ansiosa para ser usada por Ele, eu que já o considerava meu MESTRE e SENHOR. A vontade de estar com meu DONO me perseguia, mesmo não fazendo muito tempo que o tinha visto pela webcam, mas a vontade que eu sentia era por um algo especial: Queria ser usada por Ele, rastejar e beijar seus pés. Vivo pensando nisso obcecadamente, tanto que não tenho mais prazer nas relações convencionais. Ele me mandou uma mensagem por celular e confirmou nosso encontro. Tinha e tenho plena consciência que devo estar sempre disponível para meu SENHOR e faço isso com todo o prazer.
Na terça seguinte, por ordem de meu MESTRE, e eu enlouquecida de tesão e vontade já estava pronta pra obedecer, que nos encontraríamos breve e assim finalmente eu me entregaria completamente a ele, meu novo e único DONO, pois os outros com quem transei não tinham qualquer valor diante Dele. Ele já tinha deixado claro que a partir dali eu seria objeto de posse Dele pra fazer o que quisesse comigo, eu não poderia contestá-lo e teria que estar sempre pronta a servi-lo mesmo que a distancia, Ele me confirmou que saberia separar minha vida pessoal e que nunca iria me expor a meus familiares, amigos, ou pessoas próximas. Passou-me as instruções de como eu deveria ir, roupas a usar, como me higienizar, e local que nos encontraríamos, enfim uma série de detalhes e exigências e claro que corretas em minha opinião, se eu quero ser CADELA tenho que agir como tal… Eu achava que talvez me arrependesse, mas não tinha como, pois eu simplesmente já pertencia a Ele, estava morrendo de vontade de estar com Ele. Ainda na quinta meu SENHOR me ligou a noite, acho que só pra ter certeza que eu IRIA, estava fascinada totalmente dominada e faria qualquer coisa que me ordenasse e em nada eu faria objeção, eu era Dele e assim iria ser.
– continua –
.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.
Caso queiram receber outros trabalhos de minha autoria, entre em contato pelo e.mail: dom_grisalho@live.com, que terei o maior PRAZER em responder.

Referência do Anúncio ID: 6315a56025752149

Não há Tags

94 visualizações, 0 hoje

  

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 194 Guests, 29 Bots