Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Minha Familia e suas orgias 01

  • Publicado em: 8 de fevereiro de 2004 15:09
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

ORGIAS FAMILIARES

Parte 01 ——- Mãe bunduda dando para os primos ——–

Eu devia ter uns 12 anos de idade quando vi minha mãe sendo fudida pelos meus primos mais velhos. Foi uma revelação para mim!! Minha mãe tinha então 32 anos, era uma morena bunduda de peitos duros e fartos e corpo violão com uma cintura acentuada e ancas largas. Separada de meu pai há vários anos, sabia que ela tinha alguns namorados, mas não esperava algo assim como vou relatar! Tudo começou num dia de churrasco na casa da tia Dolores, irmã mais velha de minha mãe. No meio do churrasco percebi que meu primo Otavio ficava secando minha mãe de cima a baixo e ela já meio tonta por causa das caipirinhas ficava dançando se esfregando nele e no meu outro primo Cláudio. Ambos tinham 18 anos e ouvi eles conversando como minha mãe era gostosa e estava tontinha. Tentei falar com minha mãe que ela já tinha bebido demais, mas ela me mandou ir brincar com as outras crianças e continuou de bebida e dança. Quando todos caíram na piscina, eu percebi que minha mãe enfiou o biquíni bem fundo no rêgo e ficou se esfregando nos dois dentro da água. Continuei brincando com meus outros primos e quando percebi minha mãe tinha sumido com meus primos. Discretamente sai do quintal e entrei na casa e subi ate o segundo andar, onde ficam os quartos. Fui olhando e uma das portas estava só encostada. Olhei e la dentro vi minha mãe sentada na cama, beijando o Otavio na boca e tendo os peitos chupados pelo Cláudio. Senti vontade de gritar, mas comecei a gostar de ver minha mãe naquela posição, no meio dos meus primos, dando uma de vadia! O Cláudio tirou os dois peitos de dentro do biquíni dela e ficava chupando ora um, ora os dois e minha mãe ficava beijando o Otavio entre gemidos e suspiros. Eles começaram então a apalpar e alisar a bunda lisinha dela e quando percebi estavam com os dedos enfiados dentro da buceta de mamãe!!! Ela gemeu mais alto e tentou tirar as mãos de dentro do seu biquíni. Mas já era tarde. Os rapazes agarraram as mãos dela e forçaram ela deitar. Minha mãe estava tão alta por causa da bebida que ficou protestando mas sem fazer nada na verdade. Quando o Otavio tirou a parte de baixo do biquíni dela e caiu de boca na buceta de minha mãe, ela fechou os olhos e jogou o corpo pra cima, em direção à língua do meu primo, que chupava ela todinha, do grelo até o cuzinho e enfiava os dedos la no fundo enquanto minha mãe gemia e gemia enquanto chupavam aquela buceta raspadinha e carnuda, toda rosinha. O Cláudio então tirou o pau pra fora da bermuda e enfiou na boca da minha mãe que começou a chupar o cacete dele com força e vontade. Eu estava de pau duro e morrendo de medo de alguém ver minha mãe sendo sarrada daquele jeito então ficava com um olho na escada e outro no quarto. – ISSO TITIA…… CHUPA MINHA PICA, SUA PUTA!!!!! ———- HMMMMMMM, QUE BUCETINHA GOSTOSA DE CHUPAR….TA GOSTANDO SUA PUTA? TA GOSTANDO??? —— Eles enfiavam a pica na boca dela que engolia tudo fazendo barulho e suspirando alto… chupando sua buceta, meu primo enfiava o dedo no cú de minha mãe que rebolava de forma gostosa na mão do meu primo.. ——— HMMMMM GOSTOSA, QUE AGORA EU QUERO TE COMER!!!!! ——Minha mãe arregalou os olhos e tentou falar alguma coisa, mas o Cláudio foi virando ela de quatro na cama e abrindo a bunda dela com as mãos. O Otavio se posicionou na frente dela enfiando-lhe a pica até a garganta e quando minha mãe empinou a bunda o Claudinho enfiou a geba sem dó na buceta de mamãe que deu gritinho quando a pica entrou!!! Ele segurava ela pelas ancas e enfiava a piroca direto nela, que rebolava e empinava a bunda cada vez mais alto enquanto o Cláudio dava tapas na bunda dela fazendo estalos ao altos que fiquei com medo de alguém vir ver o que estava acontecendo —— HMMMMM AIII AIIII NÃO….. minha mãe protestou —– DEPOIS VOCES ME DAO TODOS OS TAPAS QUE QUISEREM, AGORA ME COMAM SEM BARULHO………. ME DA ESSA PICA DE NOVO AQUI, disse ela pegando o pau do meu primo e colocando na boca de novo ——– HMMMMMMM HMMM AAAAIIII AAAAAAAAAAHHHHH ME COOOOOME ASSSSIM MMMMM HMMMMMMMMMMM AIII SEU PICUDO!!!!! Quando o Cláudio acelerou os movimentos fazendo uma careta, minha mãe olhou para trás e rebolou a bunda bem devagarinho falando com jeito de puta e bem baixinho —— GOOOOOOOOOZA, GOOOOOOOOOOOZA, GOOOOOOOOOOOOOZA……. ————–meu primo se acabou de tanto gozar na buceta dela. Rapidamente o Otavio foi para trás de mamãe e subistituiu o Cláudio que sentou na cama e deu o pau melado para minha mãe chupar. O Otavio enfiou a pica aos poucos, se controlando para não gozar e minha mãe foi gemendo devagarinho, a cada pedacinho de pau que ia entrando. Ele então enfiou algumas vezes e depois falou ——— VOU GOZAR NESSE SEU CÚ! —— minha mãe sorriu e empinou a bunda e foi gemendo enquanto o pau dele foi descosturando seu ânus inteiro!! Minha mãe estava ali, empinada de quatro na cama levando no cu bem na minha frente!!! —– AAAAI AAAAI UUUUUI UUUUI COME MEU CÚ!!! MEU CUZINHO UUUUIIII UIIIIII COME GAROTO COME!!! UUUUIIIII ———– Então ele gemeu forte e gozou tudo dentro do rêgo dela!!! A porra escorria pelas pernas dela e caia na cama. Quando eles se levantaram e começaram a se arrumar eu desci as escadas e mergulhei na piscina. Logo depois eles desceram e se separaram, como se nada tivesse acontecido…. mas depois disso, outras coisas aconteceram.

____________________________________________________

PARTE 02 ——————— Mais sexo na minha casa com minha mãe de prato principal ——–

Dias depois quis o destino que eu ficasse doente. Minha mãe era todo cuidados para mim e eu fiquei dividido entre o amor pela mãe carinhosa e a visão da mãe vagabunda dando o cu para meu primos mais velhos. Era de noite quando tocou a campainha e minha mae foi atender a porta. Do quarto ouvi as vozes do cláudio e do Otavio na cozinha. Miseráveis… o que foram fazer la? Depois ouvi umas risadas, um gritinho e por fim um gemido meio abafado e o barulho da porta da cozinha batendo. Fiquei pensando o que minha mãe devia estar fazendo com meus primos. Fiquei com medo de sair do quarto e ver alguma coisa e minutos inteiros se passaram. Minha imaginação corria solta, o que sera que ela estava fazendo? Por que fecharam a porta da cozinha? Foi então que minha mãe entrou no quarto, o rosto vermelho, o botão da blusa aberto quando antes estava fechado. —- MEU FILHO, MAMAE VAI FECHAR A PORTA E VOCE VAI DORMIR QUE JÁ ESTA TARDE. NA HORA DE DAR O REMEDIO PODE DEIXAR QUE MAMAE VEM AQUI ——- QUEM CHEGOU? —— SEUS PRIMOS, COM UM RECADO DE SUA TIA PARA MIM —— ELES JÁ FORAM EMBORA? ——- VAO JANTAR AQUI QUE JÁ ESTA MUITO TARDE E DEPOIS VAO SAIR ———— POSSO IR VE-LOS? ————- nesse momento eles entram no quarto. Falam comigo, brincam um pouco, desejam melhoras etc. Percebo que o cláudio tem a braguilha aberta. Ficamos conversando um pouco. Minha mãe entra e sai do quarto varias vezes ate que fala ———– PRONTO MENINOS, AGORA DEIXEM MEU FILHO DORMIR E VAMOS JANTAR ——— saíram todos com um sorriso nos lábios. Minha mãe fecha a porta. Jantar? Só se o prato que iriam comer fosse minha mãe! Meu coração acelerou e batia muito forte. Depois de uns minutos decidi sair e ver o que acontecia. Em casa estava tudo escuro e fui andando pelo corredor. Quando cheguei na porta do quarto de mamãe, verifiquei que estava trancada. La dentro podia ouvir uma musica baixinho abafando uns gemidos ——– UUUUUUUHHHH UHHHHHHHH AI AI AI AI AI MEU CÚ ASSIM SE RAAAAASGA!!!! A musica continuava e entre uma faixa e outra pude ouvir claramente ——- METE NA BUCETA QUE EU CONTINUO NO CÚ DELA!!! ———– minha mãe gemeu alto, quase um grito. ————- a musica continuou ——— AHHHHH OOOOHHHH METE METE METE METE ASSSIM QUE VOU GOZAAAAAR!!! AAAAHHHH AI AI AI AI AI AAAAAAAAAAAAAAHHHHHHH SEUS PUTOS!!!! ———— Ficava imaginando quem estava comendo o rabo dela, deitando sobre as costas delas e fazendo a pressão enquanto o outro beijava-lhe a boca e metia o pau duro na xana carnuda. ————- HMMMMMMMM QUE VOU GOZAR EM VOCE PIRANHA!!!! ——– GOZA ENTAO MEU MACHO GOZA!!!!!!!!!!! —– AAAAAAAAAAAAAHHHHHH ————— SAI DAÍ QUE AGORA EU VOU COMER ESSE CÚ ————– ENTAO COME LOGO, COME!!! METE OUTRO PAU NESSE CÚ! AAAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIIII AAAAAAAAAAA HHH AH AH AH AH AH AHAAAAAAAAAAAAAAA AIIIIIII QUE É ASSIM QUE SE COME UM CÚ AAAAAAAAIIIIIIIIIIIIII METE SOBRINHO METE!!!!!!! AAAAAAAAAAAAAI AAAAAAAAAAAAAAI TA VENDO COMO É, OTAVIO? APRENDE!!! AAAAAAAAAI AIIIIIIIIIIIIIIII —————– ouvi entao minha mae levando tapas e gemendo, gritando, apanhando entre pauzadas no cu até que gozou com um berro abafado.Voltei para cama quando ouvi os movimentos no quarto dela de quem esta se arrumando. Meia hora depois ouvi eles indo embora, e depois minha mãe apareceu no meu quarto de banho tomado e toda sorridente me fazendo tomar o remédio. Fiz que estava acordando só naquele momento e então ela saiu. Achei que era o fim, mas ainda tinha mais um primo para participar dessa putaria.

————————Parte 03 ——- Ouvi meu primo recebendo um boquete ——–

Essa parte aconteceu nas férias de dezembro, eu tinha 14 aos e vários primos e eu fomos mandados para passar as férias na casa de minha avó. Apenas minha mãe e minha avó estavam la de adultas e de rapazes tinha eu e o Pedro (de 13 anos) e minhas primas Julia (14 anos), Éster (15 anos), Amanda (14 anos) e Carla (16 anos). O Pedro já tinha chamado minha atenção para as meninas, mas eu ficava muito tímido de tentar alguma coisa com elas. Mas o tempo ia passando e o Pedro ia tentando se aproveitar sempre das meninas e elas ate deixavam uma passada de mão, agarra-las e aperta-las um pouquinho. Tinha que forçar a barra com a Carla, que tentava impor respeito por ser mais velha, mas o Pedro descobriu que ela gostava que lhe alisassem a bunda bem suave. E assim os dias foram dividindo os papeis: eu era o primo amigão, que brincava e ficava conversando e o Pedro era o primo safado, que agarrava elas e tentava roubar um beijo ou só ficava mesmo dando umas encoxadas e sarrando elas de leve. Elas ameaçavam contar tudo par minha e minha avó, mas nada faziam. Um dia estávamos brincando de vídeo game e o Pedro desafiou a Julia em uma aposta. A Julia é bem safadinha, mulatinha e de peitinhos duros e bem protuberantes e perguntou que aposta seria essa. O Pedro disse: se eu ganhar eu chupo seus peitos. E se você perder?, perguntou ela. Você escolhe qualquer coisa, disse ele. Eu vi os olhinhos da Julia brilharem de excitação e ela topou. Eles ficaram jogando videogame ate o Pedro vencer ——– VENCI, AGORA VOCE TEM QUE ME DAR O PEITO PARA CHUPAR —— A Julia me olhou meio sem graça —— MAS O HUGO ESTA AQUI, ISSO NÃO VALE ——- SAI DAQUI HUGO, SAI QUE EU QUERO PEGAR MEU PREMIO, disse meu primo. Eu não quis sair, estava com ciúmes e puto com aquilo ——– VOCE QUER ISSO MESMO, JULIA? , perguntei pra ela. Mas ela riu e olhou pro chão ——- O PEDRO VENCEU A APOSTA, SAI UM POUQUINHO… eu não conseguia perceber se ela estava com vergonha ou se estava excitada. Sai do quarto sem vontade e eles fecharam a porta atrás de mim. Eu fiquei bem encostado na porta para ouvir tudo ——— E ENTAO, LEVANTA A CAMISA. —– HMMMMMM CALMA, disse ela sussurrando ———- CALMA NADA, LEVANTA. ———— AII!!! ASSIM VC ME MACHUCA SEU BRUTO!!! ———- HMMMMM A QUANTO TEMPO EU QUERIA LAMBER ESSE PEITINHO, VEM CÁ!!! —— ficaram um pouco em silencio. Eu ficava imaginando meu primo chupando os peitos dela, mordendo o biquinho ————- AAAIIII HMMMMMM LAMBE MAIS FORTE, LAMBE…. AAAII UUUUIIII HMMMMM MORDE ASSIM MORDE MORDE…. AAAAIIIIIII ——— eu ficava ouvindo minha prima gemendo enquanto meu primo estava certamente beijando e mordendo aqueles peitinhos tão gostosos —– AAAAAIIII QUE EU FICAVA TE HMMMM TE SARRANDO PENSANDO NESSES PEITOS HMMMM EM COMO FAZER PARA TE CHUPAR TODA ——- UUUUUUUUIII AI CALMA PRIMO AAAAAIIIII CALMA NÃO TEM PRESSA AAAAAAAAIII ASSIM, CHUPA GOSTOSO… HMMMMMMMM AAAIIIIIII CALMA PRIMO, AI! AI….. NÃO, ISSO NÃO…. É SÓ CHUPAR MEU PEITINHO… AI…… CALMA, O HUGO VAI OUVIR….. ——– FODA-SE ELE, disse meu primo ——- ….mas ai eu acho que eles começaram a fazer outra coisa ——- HMMMMM AI PEDRO!!!! CALMA….. AIIIIII ———- CALMA NADA, RELAXA ————— ESPERA, ERA SÓ O PEITO SÓ O PEITO HMMMMM AAAAHHHH NAAAAOOO NÃO ENFIA AAAAAAAIII HMMMMMMMMMM —— grudei os ouvidos na porta, forcei a maçaneta, mas estava trancada ——— HMMMMMMM AI AI HMMMMMM LAMBE MAIS MAIS…… MAIS PARA CIMA, AI….. LAME AI, AI MESMO HMMMMMMM AI, LAMBE MINHA BUCETINHA ASSIM LAMBE, LAMBE!!! ——- lamber a bucetinha????? Ele estava lambendo a bucetinha dela?????? ———- AI ENFIA DEVAGAR ————– meu coração disparou. O que ele estava enfiando nela??? ——- HMMMMM AI ENFIA DEVAGAR, ENFIA DEVAGAR, ASSIM ai UM DEDO SÓOOO AAAAIIII NÃO, DOIS DEDOS NÃO AI!!! ——— a piranha estava abrindo a buceta para ele enfiar os dedos!!! ———– ME CHUPA O PAU! ——— NUNCA FIZ ISSO ———– VEM AQUI. AJOELHA E CHUPA ——- eles já estavam falando normalmente, sem tentar esconder o que estavam fazendo AAAIIIII MEU BRAÇO ———— CHUPA! ISSSSOOOOO HMMMMMMMMMM ISSO CHUPA ASSIM GOSTOSO ————- fiquei ouvindo meu primo gemendo alto. Minha prima estava chupando o pau dele!!! ——– HMMMMM AI QUE BOCA GOSTOSA, AI, VOU GOZARRRRRRRR!!!!!!!! Ouvi minha prima gemer abafado e então logo depois o Pedro abriu a porta e a Julia passou por mim correndo em direção ao banheiro, com a blusa toda aberta, sem sutiã, os peitos a mostra e com muita porra escorrendo pelo queixo. Meu primo sorriu e colocou o pau para dentro da bermuda.

——————PARTE 04 ————– Julia perde a virgindade —————

Naquela noite mais coisa aconteceu. Eu fiquei meio humilhado de o meu primo mais novo (13 anos) ter conseguido um boquete da minha prima Julia (14 anos). Pensar naquela mulatinha engolfando uma pica na boca me deixava duro!! De noite, aproveitando que estávamos sozinhos no quarto de tv eu cheguei nela e perguntei —— JULIA, VOCE PASSOU CORRENDO POR MIM MAIS CEDO ——- ela olhou meio encabulada para mim ——- É QUE EU TIVE QUE IR NO BANHEIRO ——- ELE GOZOU NA SUA BOCA? ——- ela apenas olhou para o chão e lambeu os lábios —— GOZOU, JULIA? ———- GOZOU, HUGO, GOZOU —— respondeu por fim ——- VOCE GOSTOU DE CHUPAR? ——– ela me olhou meio surpresa ——- POR QUE? —— PORQUE EU QUERO QUE VOCE ME CHUPE TAMBEM ——- ela olhou em volta e disse ———- OK, VAI PRO MEU QUARTO ——— eu fui e logo depois ela chegou ———- TIRA O PAU PRA FORA ——— meu pau estava duro feito pedra. Ela agachou no chão e começou me lamber o meu pau todo. Ela me olhava enquanto me lambia e ficava passando a pontinha da língua no buraquinho do meu pau. Lambia a glande, meu saco, enfiou meu pau ate o fundo da garganta ———- QUER ME LAMBER TAMBEM? ———– QUERO, respondi. Ela deitou na cama e tirou a calcinha, levantando a saia logo em seguida. Pela primeira vez eu vi uma bucetinha na minha frente. ——– LAMBE, PRIMO ———– comecei a lamber a xotainha dela meio sem jeito, ouvindo os suspiros dela e sentindo ela rebolar o corpo para esfregar a buceta na minha boca. Era uma bucetinha escura, peluda e com o grelo saltado. Sentia o cheiro, lambia la dentro e descobri que não conseguiria mais ficar sem ter uma bucetinha por perto ——– ENFIA O DEDO JUNTO, ENFIA O DEDO ——- enfiei meu dedo dentro da buceta dela e continuava chupando alheio a tudo quando ouvi a voz do meu primo ————- ORA ORA…. ENTAO VOCES COMEÇARAM UMA FESTINHA E NÃO ME CHAMARAM ————- FECHA A PORTA PORRA!!! ——— falou minha prima se levantando e eu fiquei muito puto com a interrupção do meu primo. Caralho, ele já tinha dado a dele!! ————- FECHO SIM. MAS AGORA É MINHA VEZ!!! Meu primo passou por mim e agarrou minha prima jogando ela na cama. Ela começou a rir e fez que estava se soltando dele meio sem vontade mas eu fui percebendo quando ele ia agarrando ela e abaixando a calça ao mesmo tempo. Quando ele abriu as pernas dela e montou em cima apontou a pica para a entrada buceta e forçou. Só então minha prima se preocupou ——— QUE ISSO????/ NÃO ISSO NÃO PARA!!!! PARA!!!! AAAAAAAAIIII SAI!!!! HUGO ME AJUDA ————– SEGURA ELA HUGO!! SEGURA QUE DEPOIS É SUA VEZ de COMER ELA!! ANDA ELA GOSTA!!!!!! ———— NÃO, HUGO ME AJUDA!!!!! —— eu fiquei sem saber o que fazer. Minha prima me pedindo ajuda tentando impedir que meu primo enfiasse a pica nela e meu primo me prometendo me ajudar depois a montar nela também. Minha prima começou a se debater, meu primo a empurrar o corpo dela com uma mão e a guiar a pica com a outra ———– ME AJUDA!!!! —– falaram os dois para mim, cada um com uma intenção. Mas foi meu primo que venceu. Quando a pica entrou foi de uma vez só! Minha prima gemeu, um pouco de sangue saiu da bucetinha dela, mas meu primo não parou nem por um minuto ———– HMMMMMMMMMM RELAXA PRIMA, RELAXA QUE AGORA MELHORA !!!!! ————- UUUUUUUUUIIIII AAAAAAAAAAAHHHHH SEU PORCO AAAAAAAAAIIIII EU SOU VIRGEM!!!! ————— ERA!!!! Ele enfiava a pica e ela se contorça na cama, agarrando o lençol, abrindo a boca tentando pegar ar ————– meu primo começou a comer minha prima ali na minha frente. Ela olhou para mim e mordeu os lábios. Os olhos dela demonstravam raiva de mim, ela tentou ainda se debater mas logo depois os gemidos dela de dor passaram para gemidos de prazer e no fim ela abraçou meu primo com as pernas e deixou ele come-la como quisesse. Ele enfiava a pica naquela bucetinha (ex)virgem e cavalgava aquele corpinho delicado que gemia e soluçava por estar sendo deflorada. ——– AAAAAAAAAIII UI UI UI AAAAIIIII ME COME ENTAO COME COME COME!!!!! SEU FILHO DA PUTA SEU FILHO DA PUTA!!!!! AI COME!!!!! UI!!! ——– HMMMMMMMMM EU VOU GOZAR AAAAAAAAAAAHHHHHHH —- AAAAAAAAAAIIII SEU PUTO, GOZA EM MIM, GOOOOOOOZA!!!! ——— meu primo gozou tudo dentro dela e caiu sobre seu corpo. Eu estava ali, os dois me ignoravam trocando caricias. Ele se levantou e saiu. Ela se sentou na cama ——— SAI DAQUI ——— eu sai.

Referência do Anúncio ID: CT-000021133

Não há Tags

9802 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 218 Guests, 15 Bots