Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Minha generosa namorada

  • Publicado em: 30 de maio de 2001 05:08
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Essa é uma de minhas deliciosas lembranças… Ha uns 4 anos eu tinha uma namorada de 18, 6 anos mais nova do que eu, que era um tesão. Morena, longos cabelos negros, cerca de 1,73m. Do jeito que eu gosto, farta, grande, bem feita, muito gostosa e boazuda. Rosto de menina com grossos lábios vermelhos, seios enormes com deliciosos e grandes mamilos rosados, cintura marcada, quadris largos, coxas grossas e bunda grande, redonda e linda. Além de gostosa, muito quente e apaixonadíssima por mim. Quando tínhamos tempo transávamos todos os dias, de todos os jeitos. Ás vezes matava aula pra ir à minha casa, pra transarmos deliciosamente… Uma de nossas fantasias era falar de outras meninas conosco. Ela tinha uma leve tendência bisexual, pois fantasiava em ter outra mulher conosco. Eu adorava ouvir, enquanto a comia, que tinha outra gata me beijando ou acariciando. Ou, enquanto enfiava nela de quatro, falava que ela estava chupando alguém à sua frente. E tinha uma amiga dela que também era um tesão, mas fisicamente era completamente diferente. Mais ou menos 1,60m, bem branquinha de cabelos castanhos. Ninfetinha, era toda pequena, com tudo no lugar naquele corpinho mignon de seios pequenos e durinhos. Saíamos muito juntos, e Débora (minha namorada) começou a falar de sua amiga Inês enquanto transávamos. Elas faziam cursinho perto da minha casa, e numa tarde quando eu não tinha ido trabalhar, foram me fazer uma visita surpresa. Chegaram lá e começamos a conversar. O som ficava no meu quarto, então chamei as duas para ouvirmos algo lám todos sentados na minha cama. Logo comecei a levar o papo para um assunto “mais interessante”. Débora começou a falar sobre o corpo feminino, o que achava bonito ou feio. Disse que achava seus seios grandes demais. Eu, louco que sou por seios, elogiei-lhes o firme e generoso dote que tinha. Ela disse que preferia ter peitinhos pequenos, e emendou: “Como os da Inês. Eles são lindos. INês, mostra pra ele como eles são bonitos.” Inês fez charme, disse que tinha vergonha, mas não resistiu ao segundo pedido de Débora. Tirou a blusa de linha, e eu olhei o sutiã champagne, rendado, lindo. Ela arfava… Eu estava elétrico, deitado na minha cama, com minha gostosa namorada sentada aos meus pés de um lado, e aquele deliciosa ninfetinha do outro lado da cama. Ela tirou o sutiã lentamente, desnudando aqueles biquinho rosados, seios muito brancos e deliciosos. Coloquei minha mão em sua coxa, olhei pra Débora, e vi aprovação. Levei a mão ao seu seio direito, e a puxei com a outra mão pra mais perto de mim. Comecei a beijá-lo, e Débora se ocupou do outro. “Podem beijar, que eles adoram”, disse Inês, já com os biquinhos durinhos. De repente ela parou, e pediu pra tomar um banho. Aproveitei pra arrancar a roupa de Débora, beijá-la vorazmente, chupar-lhe os seios. Ela começou a me pagar um delicioso boquete. Eu estava absurdamente duro. Quando Inês saiu do banheiro, estava só de calcinha. Sentou-se ao nosso lado, começou a me beijar, e me oferecer os seios, enquanto eu me deliciosa com aquela conhecida boquinha da minha namorada deslizando no meu pau duríssimo e pulsante. Débora sentou-se em mim, e começou a me cavalgar. Inês foi pra trás dela, e começou a beijar seu pescoço, morder sua nuca, a chupar e acariciar aqueles seios enormes que balançavam suavemente. Depois puxei Inês pra cima de mim, afastei sua calcinha e pedi que colocasse aquele bocetinha cheirosa e rosada, de ralos pelos castanhos, em cima do meu rosto. Invadi-a com minha língua ágil, me deliciosando com aquele gosto maravilhoso, e aquele cheiro pertubador. Débora gozou logo, e foi buscar uma camisinha pra colocar em mim, antes que eu enfiasse em INês. Enquanto Débora foi buscar, Inês se posicionou, e começou a me roçar entre os lábios encharcados na boceta que eu logo ia penetrar. Ela se abaixou e aproveitei para chupar-lhe novamente os peitos que me deixavam louco, enquanto Débora colocava a camisinha em mim, e aproveitava para beijar a bunda perfeita da amiga. Pronto, devidamente “plastificado”, entrei naquele bocetinha jovem e apertada. Ela foi decendo devagar, reclamando que era muito grosso, com voz rouca e sensual, até me receber por inteiro. Ela cavalgou muito, gozando ao mesmo tempo que Débora lhe beijava a boca, os seios, o pescoço e as costas. Débora então deitou ao meu lado, e Inês deitou-se por cima dela, de pernas abertas, e ficaram as duas se beijando. Aproveitei para lamber aquele divino bumbum que, empinado, se oferecia pra mim, deslizando a língua do cuzinho rosado até o clitóris, aproveitando pra enfiá-la em sua boceta no meio do caminho. Débora, sabendo do que eu gosto, continuou a fazer carinho na amiga, beijando-lhe a boca, mas abrindo aquela bundinha pra mim, me incentivando. Salivei o anelzinho rosado, tirei a camisinha, e comecei a enfiar, bem devagar. Inês reclamou, mas Débora lhe fez cafuné, deu beijinhos e a convenceu. INês se arrepiou toda, arranhou as costas da amiga, gemeu e rebolou, mas me recebeu todo no cuzinho. Aquela visão me deixou maluco. Eu, deslizando naquele rabinho apertado e lindo, apertando aquela bunda macia e branquinha, enquanto via minha namorada beijando e abraçando aquela ninfetinha, como se fosse seu namorado. em poucos minutos, explodi lá dentro, e caí, e caí de lado. Débora foi pegar minha porra, que escorria daquele cuzinho judiado, e as duas acabaram num fabuloso 69, e gozaram quase juntas. Eu curti o espetáculo… Passamos a tarde toda em casa, tomando banho juntos, brincando e transando, num delicioso clima de descontração e amizade. Naquela noite, enquanto Débora dormia, Inês, que fazia dança flamenca, fez um strip pra mim, e transamos de novo, agora só nós dois. Infelizmente, repetimos a dose só mais umas 2 ou 3 vezes, e elas se afastaram. Mas foi uma delícia…. Quem quiser trocar histórias comigo, bater papo, ou quem sabe algo mais, me escreva cdanjou@yahoo.com

Referência do Anúncio ID: CT-000003691

Não há Tags

6676 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Informações deste Autor

  • Autor: joselias2
  • Membro desde: 1 de fevereiro de 2003

Contos publicados por joselias2

Últimos itens anúnciados por joselias2 »

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: Moreno-62, 139 Guests, 27 Bots