Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Minha história II

  • Publicado em: 15 de junho de 2008 22:31
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Essa é a continuação do conto Nº 13896, quem não leu sugiro que o façam, bem vamos ao que intereça.

Ele então ficou olhando pra minha buceta ali escancarada e me falou  Tudo bem, acho que tá na hora mesmo de você perder o cabaço e começar a me dar a buceta, vamos fazer o seguinte, vou chupar bem gostoso sua buceta e vou deixar ela bem melada, ai vou deitar no chão de barriga pra cima e você se encaixa no meu pau, assim você controla se doer, ta bom?  Nossa paizinho ta ótimo, então vem e chupa bem gostoso minha buceta que eu não to agüentando mais… meu pai caiu de boca na minha buceta e conforme ele chupava ele enfiava a língua no buraquinho e lambuzava ela bem de saliva, eu só faltava virar do avesso de tanto tesão, assim que ele deitou no chão com o pau hiper duro apontando pra cima desci do sofá montei nele e encaixei o pau dele bem na boca da minha buceta, quando a cabeça encaixou eu fui descendo aos pouquinhos e subia novamente a cada descida eu enfiava mais e mais até que não agüentando soltei o corpo duma vez e engoli de uma só vez o pau dele, senti uma leve ardência fiquei parada com o pau dele todo atolado em mim e um nó na garganta, ate que passou aquela ardência e minha buceta foi se acostumando com aquele volume, eu me sentia totalmente entalada naquela rola maravilhosa, fodi como se fizesse aquilo a anos, socava a buceta com toda força naquele caralho tão querido, fui aumentando a velocidade e não demorou muito pra que eu gozasse até quase desmaiar, não sei descrever a sensação que eu senti, só sei que foi algo glorioso, era como se todos os meus nervos, músculos e sentidos estivessem ali, na minha buceta, eu então comecei a falar quase que gritando, – Ai, paizinho eu to metendo, eu nem acredito que você tirou meu cabaço, seu pau tá inteirinho dentro da minha buceta e eu to fodendo de verdade, Ai paizinho eu vou gozar no seu caralho, eu vou gozar, ah! Eu vou gozar fodendo, me fóde paizinho me fóde, fóde bem minha buceta, aiiii, eu não acredito, eu to gozando com seu pau me fodendo, eu to gozando com seu caralho dentro da buceta, goza também pai, goza comigo, enche minha buceta de porra, enche, me dê toda a sua porra papai, me enche de porra como você fazia na buceta da mamãe, quando acabei eu estava grogue e mole, meu pai então me virou deitada de costas no clássico papai e mamãe sem tirar o pau de dentro da minha buceta e eu cruzei as pernas em volta da cintura dele pra mantê-lo todo atolado o mais possível dentro de mim ai ele me fodeu pra valer até que não agüentando mais segurar inundou minha buceta com sua porra adorada, – Ai, puta, o papai vai gozar, aaaiiiiiiii o papai vai esporrar dentro dessa buceta maravilhosa, aaaaaaiiiiiiii tô gozando filhinha, to gozando dentro da sua buceta, aaaiiiiiii que buceta deliciosa que você tem filha, ai como é gostoso foder e encher de porra a buceta da filha da gente, ai como é bom esporrar dentro de você filhinha, você vai ser uma puta bem vagabunda, fóde cadela, vaca do caralho, puta, fode puta fode  Então goza na buceta dessa vaca, goza paizinho, goza, me dá toda sua porra, enche minha buceta de porra já que você tirou meu cabaço e agora eu sou puta, goza na buceta dessa puta… Quando senti os jatos de porra quentinha dentro da buceta, gozei novamente, pois foi uma sensação única, quando ele tirou o pau da minha buceta a porra misturada com um pouco de sangue escorreu pra fora da minha buceta agora arrombada fazendo um filete até o cuzinho e ir parar no tapete, senti uma sensação de vazio tão grande na buceta, era como se ali faltasse alguma coisa, então eu perguntei ao meu pai…  Pai, agora que você tirou meu cabaço, eu já sou puta?  Já filha, agora você é uma puta de verdade, respondeu ele  Pai, agora você vai me foder todo dia?  Depende de você filha, de hoje em diante toda vez que você estiver com vontade de foder é só chamar o papai e abrir as pernas.  Pai, então põe o pinto de novo dentro da minha buceta e me fóde de novo que hoje eu quero meter até não agüentar mais, pai de hoje em diante posso dormir com ele ai dentro todo dia?…  Tudo bem filhinha, então abre bem as pernas que eu vou te foder bastante, depois eu fico com ele ai dentro até você pegar no sono… Fodemos até não agüentarmos mais, depois eu virei de lado e meu pai meteu o pau na minha buceta por trás, me abraçou bem apertadinha nele e dormimos assim. Perdi meu cabaço com quatorze anos e quatro meses. Esse dia pra mim é inesquecível, 16 de Janeiro de 1994 o dia em que o caralho do meu querido paizinho abriu a minha buceta, o dia em que meu pai tirou meu cabaço e me fodeu pra valer, o dia em que descobri o significado da palavra foder o dia em que meu pai me fodeu tanto que no dia seguinte minha buceta estava inchada e assada de tanto foder, desse dia em diante eu não perdia uma oportunidade de ter o pau dele me fodendo, passamos a foder de todas a maneiras em todas as posições em qualquer lugar que eu pedisse, dentro do carro, no clube, no escritório dele, no banco de uma praça, e eu sempre dormia com o pau dele dentro de mim. Até pra assistir tv agora eu ficava com o pau dele dentro da buceta, mesmo mole. Agora nossas brincadeiras eram completas, começávamos nos bolinando batendo punheta um pro outro no banho, eu chupando o pau dele e ele chupando meus peitinhos e minha buceta e acabávamos numa foda monumental. Tudo era motivo pra mim querer foder, uma vez até jantando eu sentei no colo dele e jantei com o pau dele atolado na buceta e já jantei debruçada na mesa com ele me fodendo por traz, Algumas vezes depois que eu gozava ele me punha sentada em cima da mesa com as pernas bem abertas e a buceta bem escancarada e jantava na minha buceta, por exemplo; ele ia cortando os pedaços de bife enfiava na minha buceta e depois comia, quando ele terminava a minha buceta estava toda melada com o caldo do bife, ele então chupava tão gostoso minha buceta que eu tinha cada gozo alucinante. Meu pai faz loucuras chupando minha buceta, com mel, outras vezes ele enfia um chocolate dentro dela e depois fica chupando, conforme o chocolate vai derretendo ele vai comendo o chocolate e chupando a buceta, etc, etc, tudo que dá pra enfiar na minha buceta ele enfia e eu só adoro e gozo muito. Um dia após o jantar eu estava na pia lavando a louça nua como sempre ficamos em casa quando estamos sozinhos, sem eu esperar ele veio quietinho por traz me agarrou pelos peitos me debruçou sobre a pia e enterrou o pau na minha buceta por trás, aquilo pra mim foi divino, eu continuei lavando a louça enquanto meu pai me fodia, não demorou muito e ele gozou dentro da minha buceta ai ele foi pra sala ver tv e eu fiquei ali explodindo de felicidade por ter sido fodida daquela maneira por meu pai e depois ficar ali com a buceta aberta e a porra escorrendo por minhas pernas, gente, não sei descrever pra vocês a sensação de lavar louça levando na buceta, é incrível,….Noutra ocasião eu estava arrumando a cama e ele se trocando pra ir trabalhar, quando eu me debrucei pra esticar o lençol ele tirou o pau pra fora da calça e aproveitando a posição em que eu estava socou o pau na minha buceta por traz e me fodeu ali, gozou, me largou ali com a buceta cheia de porra e saiu para ir trabalhar, adoro quando ele me fóde assim de sopetão sem eu esperar, também adoro quando ele me pega assim por traz, definitivamente é a posição que eu mais gosto. Outra vez foi na janela do meu quarto, eu estava conversando com minha amiga Nanda que mora ao lado quando meu pai chegou de mansinho abaixado pra minha amiga não ver, levantou minha saia e ficou ali lambendo minha buceta, a certa altura eu já nem prestava mais atenção no que a Nanda dizia, só dei por mim quando ela gritou  Hei! Ana, estou falando com você, ta me ouvindo?  To, To sim, é que meu pai acabou de chegar. Ai ele levantou e veio como se estivesse chegando, após os cumprimentos continuamos ali conversando e como meu pai tinha que ficar quase atrás de mim devido ao tamanho da janela e eu estar debruçada bem no meio dela, ele tirou o pau pra fora da calça e colocou minha mão pra mim segurar e tocar punheta pra ele, minha amiga ali conversando comigo e eu batendo punheta pro meu pai e ela sem notar nada do que tava rolando, depois ele com muito jeito e devagar pra minha amiga não perceber levantou meu vestidinho e encaixou o pau dele na minha buceta e ficou me fodendo bem devagarzinho, eu quase tive um troço, eu ali na janela conversando com minha amiga e levando na buceta era qualquer coisa divina, passados uns dez minutos eu não estava agüentando mais então inventei uma desculpa e me despedi dela, fechei logo a janela e fomos pra cama foder pra valer. Depois que completei quinze anos não tinha nada a respeito de sexo que eu não sabia, eu tava que nem minha mãe eu não agüentava passar um só dia sem foder e gozar pelo menos umas três ou quatro vezes, só não dava meu cuzinho ( como não dou até hoje ), as diversas vezes que tentamos doeu demais e eu não sinto o menor tesão em deixar-me foder ali, meu pai nunca me forçou a nada, tudo que fazíamos era porque eu queria. Um dia perguntei ao meu pai  Pai o que você acha da Fernanda, ela é uma delicia, não é?  É sim filha, ela,alem de muito bonita é um tesão, mas porque essa pergunta?  É porque quando estamos aqui sozinhas sempre falamos de sexo e eu explico tudo a ela como você me ensinou e ela te acha o maximo ela sempre diz que queria que o pai dela fosse cabeça como você  Ana, você não contou a ela o que fazemos, contou?  Não pai, pode ficar tranqüilo, mas a Fernanda é de confiança, mesmo que eu contasse sei que ela não abriria o bico pra ninguém  Olha lá heim filha…  Pode ficar tranqüilo paizinho, sabe pai quando a gente conversa noto que ela fica no maior tesão, ela não é mais virgem e apesar de ter dezessete anos ela já deu pra todos os namorados dela, ela bate punheta pra vários garotos da escola e deixa eles chupar os peitos dela, ela diz que o lugar onde ela sente mais tesão é nos bicos dos peitos, quando alguém chupa os peitos dela ela vai a loucura, ela é bem puta também e gosta muito de ser puta, eu era doida pra ver a buceta dela, hoje ela me mostrou, Pai! Ela tem uma buceta linda! Você precisa ver o tamanho dos lábios e do grelo dela.  Ana!, acho que você tá é com tesão pela sua amiga, me diz uma coisa, você gostaria de chupar a buceta dela?  Ah! Pra falar a verdade eu to sim, eu queria muito brincar com ela nem que fosse uma vez, fico vendo esses filmes e imaginando como seria chupar a buceta de outra garota e mamar seus peitinhos fico no maior tesão, o senhor não se importaria, se importaria?  Claro que não meu anjo, olha, posso te garantir que você vai adorar, chupar uma buceta cheirosa é uma delicia você não vai se arrepender, porque você não faz o seguinte, chama ela aqui pra conversar, inventa qualquer coisa, entra no assunto e mostra uns filmes pra ela, amanha vou trazer um filme onde só participa mulher, você põe, deixa ela bem exitada e com muito jeitinho você começa a esfregar sua buceta e incentiva-a fazer o mesmo na dela e ai vai de você levar ela até onde você quer, o que você acha?  Vai ser bárbaro pai, mas e você?  Bem, eu fico escondido num lugar que de pra mim assistir tudo sem ser visto e bato uma punheta  Ta, mas não goza que depois eu quero que você me fóde e goze dentro da minha buceta, ok?

Referência do Anúncio ID: CT-000039313

Não há Tags

8637 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 90 Guests, 29 Bots