Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Minha História IV

  • Publicado em: 15 de junho de 2008 22:38
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Continuação:

E assim fizemos, eu fiquei de quatro por cima da Nanda com a buceta a um palmo da cara dela e a dela na minha, quando meu pai começou enfiar o pau em mim e eu senti a pressão da cabeça do pau dele abrindo minha buceta deu pra ver a contração que deu a buceta da Nanda como se fosse nela que o pau dele estivesse entrando, meu pai então ficou me fodendo lentamente por bastante tempo, depois foi aumentando o ritmo, o tesão que eu sentia era indescritível, só quem já viveu situação semelhante pode avaliar, eu sentindo o pau do meu pai me preenchendo a buceta, naquele movimento bem lento de entra e sai, me fodendo até a alma e na minha boca aquela buceta maravilhosa, eu pensei que ia explodir de tanto tesão e felicidade, afinal eu estava fodendo com as pessoas que eu mais amava nesse mundo, meu pai e minha melhor amiga. Meu pai também tava que não se agüentava, metendo em mim e me vendo chupar a buceta da Nanda, a Nanda então estava em transe total, vendo eu levar na buceta o pau do meu próprio pai e sentido minha língua na buceta, foi demais para ela, em dado momento ela se agarrou nas minhas pernas e começou a passar a língua na minha buceta e no pau do meu pai ao mesmo tempo, logo em seguida senti o pau dele saindo da minha buceta, me virei pra olhar e vi a Nanda chupando ele depois ela tornou a enfiar, tornou a tirar, chupou e colocou novamente, ela repetiu isso diversas vezes, depois ela deu uma espécie de uivo, tremeu todinha em espasmos fincou os pés na cama levantou a buceta como se quisesse que eu enfiasse a cabeça dentro dela e começou a gozar, o gozo dela foi tão violento que o corpo dela pulava em espasmos embaixo do meu, ela chorava e ria ao mesmo tempo gritando…  Ai eu to gozando… Caralho, eu to gozando…Ai que delicia, chupa, chupa minha buceta sua puta… não para, não para, chupa… Ai eu vou morrer, ai, isso mete, mete esse cacete na buceta da sua filha, fóde a buceta dessa vagabunda pra mim ver, fóde… ai que gostoso… ai caralho, como é bom ver pai e filha fodendo… uuuuiiiiiiiii…. ai que tesão gostoso….aaaaaaaiiiiiiiii. Tão logo a Nanda acabou de gozar eu comecei a sentir aquele entorpecimento na espinha que veio vindo, vindo e explodiu na minha buceta, a Nanda quando percebeu que eu tava começando a gozar meteu a boca na minha buceta e ai não deu pra segurar, o pau do meu pai me fodendo, entrando e saindo fundo na minha buceta e aquela língua deliciosa no meu grelo foi demais tive um dos maiores orgasmo da minha vida  Chupa Nanda, chupa minha buceta sua vaca, chupa… vai, paizinho me fode, me fode com força que eu to gozando, soca tudo, arrebenta minha buceta, arrebenta, me fóde que essa cadela ta vendo você me foder, aaaaiiiiiiiiiiiiii que eu não agüento, tá vendo Nanda, tá vendo como meu pai me fóde, fica olhando como minha buceta engole o pau dele inteirinho, olha como eu dou gostoso a buceta pro meu pai, Tá vendo Nanda, meu pai fode a filha dele……. aaaaaiiiiiiiiii……… Gozei tanto que pensei que minha buceta fosse virar do avesso, quando terminamos de gozar começamos a pedir pra que meu pai gozasse também  Goza paizinho, goza na minha buceta, goza, enche ela de porra que a puta da Nanda quer chupar sua porra na minha buceta….vai paizinho goza….  Isso goza fodendo sua filha, goza que eu quero ver o senhor gozar dentro da buceta da Ana, ai como o senhor fode ela gostoso, enche ela de porra que eu quero chupar a buceta dela pingando sua porra… Não demorou muito pro meu pai gozar….  Aaaaaaaaaiiiiiiiiiiiii, eu to gozando, ai suas putas, eu to gozaaaaandoooo…  vai paizinho, goza, goza na minha buceta, me enche de porra…  Ai, Nanda, que delicia to esporrando dentro da buceta da minha filha  Goza então, esporra na buceta da sua filha esporra…. Pude sentir a primeira esguichada de porra no fundo da buceta e depois mais outra, e mais outra, meu pai gozou tanto, que quando acabou tirou o pinto de mim e caiu deitado ao lado da Nanda que já estava mamando toda a porra que escorria da minha buceta uma vez que eu estava agora ajoelhada na cama com as pernas abertas e a buceta na cara dela, não resisti e gozei novamente na boca dela…. Aiiiiiiiii Nanda que delicia, chupa gostoso sua filha da puta que eu to gozando de novo, chupa, chupa toda a porra do meu pai na minha buceta, uuuuuiiii , isso, deixa ela beeem limpinha, aaaiiiii que delicia…….Depois dessa gozada deitei ao lado dela, ela veio por cima de mim e me deu um delicioso beijo na boca, quando abri a boca buscando sua língua ela depositou na minha boca toda a porra que tinha tirado da minha buceta, aquilo foi um momento mágico, divino, beijei-a com sofreguidão e engoli uma parte da porra o resto devolvi a ela que fez o mesmo , quando nos separamos e olhamos pro meu pai ele estava de pau duro vendo a gente se beijar…  E ai paizinho gostou? Gente eu to ate mole do tanto que gozei, nossa! pensei que ia desmaiar de tão violenta que foi – E eu então, disse a Nanda, é a primeira vez que gozo dessa maneira, nunca tive um gozo tão intenso por tanto tempo…  Vocês ainda não viram nada, comentou meu pai, vocês são muito novinhas e tem a vida inteira pela frente, vão ainda viver situações iguais a esta ou ainda melhores, só vai depender de vocês botarem a criatividade pra funcionar pra coisa não virar rotina, principalmente quando estiverem casadas…  Eu não vou me casar, casar pra que? Pra ter que agüentar marido me enchendo o saco! Há! Não. Do jeito que esta ta muito bom, tenho o melhor pai do mundo, uma amiga linda e ainda esse pintão gostoso pra saciar meu tesão a hora que eu quero, disse eu acariciando o pau dele… Sou da mesma opinião Ana, achar um cara cabeça hoje tá difícil, eu também não penso em casar, pelo menos não tão cedo, comentou a Nanda, virada de lado com a mão apoiando a cabeça me olhando brincar com o pau do meu pai que estava deitado de barriga pra cima no meio de nos duas, ato continuo ela esticou o braço tirou minha mão do pau do meu pai colocou no saco e passou ela a acarinhar o pau dele. Meu pai então comentou  Vocês falam isso porque não encontraram ainda o príncipe encantado, quando encontrarem, veremos, e lindas como vocês duas são duvido que vá demorar muito… Rimos muito, os três juntos.  O senhor me acha realmente bonita? Perguntou a Nanda.  Menina você não é só bonita, você é linda, uma perfeição, esses olhos verdes são lindos, seu rostinho é de uma boneca, seu corpo parece que foi todo esculpido a mão, seus seios são os seios mais lindos que já vi na vida, sua bundinha é uma perfeição e esse conjunto todo só podia terminar nessa buceta maravilhosa, tirando a da Ana, você tem a buceta mais gostosa que eu já fodi na vida, não tem nada em você mais ou menos, você é inteirinha perfeita. Respondeu meu pai  O senhor é muito gentil, nossa como invejo a Ana, o senhor não quer me adotar? Se o senhor me adotar prometo dar pro senhor todo dia, olha! Juro deixar o senhor brincar nela o dia inteiro se quiser e isso sem contar que vai ter duas bucetas a sua disposição pra foder todo dia, disse a Nanda, e rimos gostoso, o três junto. Como queria que meu pai fosse igual ao senhor.  Você queria que seu pai fosse igual a mim no sentido de dar pra ele? Perguntou; meu pai rindo  Em todos os sentidos, e olha que eu daria pra ele numa boa se meus pais tivessem cabeça pra isso, toda filha tem vontade de dar pro próprio pai, só que poucas tem coragem até de admitir, não sei porque esse conceito idiota, eu já pesquisei na Internet e descobri que em alguns paises isso é perfeitamente normal  Hei, pai se você acha a Nanda assim tão linda porque não paramos esse papo furado e você não mete esse pau delicioso na buceta dela e fode ela bem gostoso pra mim ver  Vocês é que mandam, respondeu ele. A Nanda riu e disse  Excelente idéia, pois minha xoxota ta até piscando de vontade de sentir esse cacetão do senhor fodendo ela de novo, vem papai, vamos mostrar pra Ana como se fode de verdade. Ai ela se virou deitada de barriga para cima abriu a pernas e abriu os lábios com as mãos, oferecendo a buceta ao meu pai, – Vem papai, vem comer sua mais nova filhinha… disse ela fazendo aquela carinha irresistível de pidona… Vem me foder que eu tenho que levar muita rola na buceta pra ficar feliz. Meu pai virou-se por cima dela comigo segurando o pau dele e se posicionou entre as pernas dela, no clássico papai e mamãe, eu encaixei o pinto dele na entrada da buceta dela e falei.  Vai paizinho, mete todo esse cacete na buceta dessa puta, fode a buceta dessa vagabunda até ela não agüentar mais. Meu pai empurrou o pau até o saco, depois tirou e parou só com a cabeça do pau dentro depois empurrou tudo novamente, eu fiquei fascinada vendo o pau entrando e saindo, minha buceta se contraia a cada enfiada que ele dava na buceta da Nanda, comecei a tocar uma siririca vendo ele foder, meu pai disse a Nanda  Menina que buceta deliciosa que você tem!!!  E ela é toda sua, de hoje em diante o senhor vai poder foder nela quando quiser, seu pau também é uma delicia, o senhor fode tão gostoso que dá vontade de ficar metendo a noite inteira, Ana dá a buceta aqui pra mim chupar enquanto seu pai me fode…Então eu fiquei de joelhos com as pernas abertas sobre a cara dela e de frente para o meu pai que passou a chupar meus peitos enquanto fodia a Nanda, eu não me agüentava de tesão vendo o pau do meu pai fodendo a Nanda, tendo os peitos chupados por ele e a Nanda fazendo maestrias com a língua na minha buceta, ficamos assim por algum tempo ate que a Nanda começou a entrar numa espécie de desespero  Ai eu vou gozar, ai seus filhos da puta, eu vou gozar de novo, uuuuiiiiiiii, me fóde papai, me fóde com força que eu estou quase gozando, soca esse pau gostoso, soca com bastante força, aaaaaaaaiiiiiiii, eu to gozando… aaiiiiiiiiii, eu vou morrer fodendo, me fóde, me fóóóóódeee, me fóóóóóóde, quando a Nanda terminou de gozar meu pai ainda a fodeu por mais alguns minutos com ela tendo espasmos a cada metida que ele dava, não demorou muito e meu pai também começou gozar.  Ah! Eu vou gozar gatinha, aaaiiiii que buceta deliciosa, ah! Eu to gozando, fóde gostoso fóde, ah! Que delicia de buceta, aaaaaiiiiiiii, quando meu pai acabou de gozar eu sai de cima dela sentei na cama encostada na cabeceira com as costas apoiada nos travesseiros exausta e puxei a Nanda, ela ficou meio que deitada com a cabeça em cima do meu peito como se tivesse desmaiado,eu então fiquei acariciando seu rosto e seus cabelos, meu pai deitou-se no meio das minhas pernas, de lado, virado pra Nanda, com a cabeça no meu ventre e a mão no meio das pernas da Nanda como que segurando e acariciando a buceta dela  Ai gente eu não agüento mais nada, se eu gozar mais uma vez morro aqui mesmo, nunca gozei dessa maneira… disse a Nanda, ai eu falei rindo E então amiga, pelo que vejo se eu não me cuidar perco meu pai pra você, ela deu uma sonora gargalhada e respondeu  Pode ficar tranqüila que o pai é nosso, e eu vou querer repetir a dose ah! Isso eu vou, quer dizer, se vocês não se importarem é claro  Que é isso Nanada você sempre será bem vinda em nossa casa, e no meio das minhas pernas, né pai, agora quem deu uma gargalhada fui eu e meu pai. Meu pai ainda rindo falou  Claro filha, Nanda as portas desta casa e as pernas da Ana estarão sempre abertas pra você, mas com um porém, disse ele ainda rindo, desde que você venha de mini saia e sem calcinha, Ah! E com esses lindos peitos de fora, pois não me canço de olhá-los, rimos muito os três juntos e meu pai deu um apertãozinho na buceta da Nanda.***  Hum! Que gostoso!, Trato feito virei aqui todo dia de saia, sem calcinha e de top, assim que passar pela porta abaixo o top pros meus peitos ficarem de fora e vocês se deliciarem olhando-os, mas com uma condição, que vocês dois beijem eles assim que eu entrar, como cumprimento, ok?… ai eu propus  Tive uma idéia! Vamos fazer uma espécie de pacto, sempre que você vir aqui você me liga dizendo que tá vindo eu e meu pai te esperaremos pelados, assim que você entrar você tira os peitos pra fora e levanta a saia ai eu vou ate você te dou um beijo acompanhado de uma chupadinha em cada seio e um beijo bem gostoso na sua buceta, vou até meu pai dou um beijo na boca dele e um beijo e uma chupadinha na cabeça do pinto dele, ai você faz a mesma coisa nos meus peitos e na minha buceta, vai até meu pai e também beija ele na boca e na cabeça do pau depois ele tem que vir até nós duas beijar e chupar nossos peitos e nossas bucetas, Combinado? Todos toparam, a Nanda então disse  Virei aqui todo dia então, nem que for só pra nos cumprimentarmos, e riu gostoso, meu pai então falou pra Nanda ainda com a mão na buceta dela  E você acha que eu e a Ana vamos deixar você ir embora sem ao menos dar nem que for só um pouquinho essa buceta maravilhosa pra gente brincar?

Referência do Anúncio ID: CT-000039315

Não há Tags

8043 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: Moreno-62, 69 Guests, 5 Bots