Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

MINHA MÃE E MINHA IRMÃ SÃO PUTAS

  • Publicado em: 16 de julho de 2015 10:59
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Escritos por:liihsousa

No dia seguinte, no café da manha, decidi abrir o jogo: – Mãe, mana, eu sei o que vc fazem aqui. Eu vi meus amigos comendo vocês ontem, eu vi o Carlinhos comendo vcs duas dias atrás, vi você mamãe sendo enrabada pelo Mario e pelo Luiz.. – elas ficaram em choque…..Patrícia tentou negar, mas eu comecei a gritar, a falar que tinha visto ela sendo enrabada, gozando e pedindo mais e mais feito uma vadia!!!!!! E que ela tinha dado para o Carlinhos, um pivete de 18 anos!!!!!!! Minha mãe começou a chorar, a soluçar, a pedir desculpas.. – Mas pq vc fez isso mãe??? Por que???? Ela então explicou que meu pai era impotente, que só transava com ela usando vibradores e mesmo assim uma vez por mês quando o fazia. Que ela amava muito meu pai mas que precisava de sexo, de transar, de sentir uma piroca em suas entranhas..Minha mãe disse que meu pai sabia que ele procurava outros homens, mas que ele não sabia quem era e me implorou para não contar nada….. patrícia também ficou falando no meu ouvido, implorando para que não contassemos nada para ninguém. Eu fiquei morrendo de ódio, de raiva, de inveja, de desejo, mas entendia minha mãe e o jeito dela e do meu pai de ficarem juntos. Elas pediram desculpas, disseram que nunca mais iam me enganar. Ficamos conversando tanto que perdi o horário de ir para a faculdade e decidi mesmo ficar em casa….minha mãe e patrícia ficaram meio preocupadas, mas não falaram nada. Até que tocou a campainha…Fui atender e era Carlinhos!!!! Filhos da puta…. tinham combinado de se encontrarem de novo logo depois do meu horário de sair para a faculdade. Então era assim, o puto do meu primo pivete saia dos vídeo games para as bucetas de minha mãe e da minha irmã. Minha mãe explicou a Carlinhos que eu já sabia de tudo e que manteria segredo. Carlinhos riu…não sei se aliviado ou de sarcasmo de mim, pela frouxidão. O pivete então se aproximou de minha mãe e meteu a mão por debaixo da sua saia, afastando a calcinha dela e achando o grelo. – ANDA PATRICIA, VEM ME CHUPAR NA FRENTE DESSE FROUXO!!! NÃO É SSO QUE VC QUER VER PEDRINHO? VC NÃO ME VIU ENRABANDO ESSAS DUAS? QUER VER DE NOVO??? – eu fiquei estático, sem saber o que fazer enquanto minha irmã excitada com a situação se ajoelhou na frente dele e começou a chupar seu pau. Minha mãe gemia com os dedos de Carlinhos na sua xana, mas beijava sua boca olhando para mim e gemendo – AI FILHO……. AI FILHO, EU NÃO QUERIA QUE VC VISSE ISSO…AIIIIII..AIIIIII…FILHINHO, DESCULPA A MAMAE? DESCULPA,,,OHHHHHH OHHHHHHO OHHHHHH É QUE SEU PRIMO TEM UMA PICA TAO GOSTOSA, TaO GOSTOSA!!!!!!!! AIIIII OHHHHH…. PARA CARLOS, PARA!!!!! NA FRENTE DO PeDRINHO NÃO, NA FRENTE DELE NÃO!!! AIIIII – minha mãe gemia sendo espremida contra a parede, olhando pra mim, com olhar de desejo e implorando perdão. Minha mãe então se soltou do meu primo e correu para seu quarto. Ele tirou minha irmã do seu pau que gemeu em protesto e foi atrás da minha mãe: – TCHAU PEDRO. VC É MUITO OTARIO MESMO…..TEM DUAS PUTAS EM CASA E FICA AI OLHANDO SEU MERDA!!! EU VOU COMER SUA MAE. FICA AI QUIETO OU VAI LIMPAR ESSA CASA QUE HOJE ELAS SO VAO ME SERVIR. – o pivete foi em direção ao quarto e fechou a porta. Minha irmã se levantou…viu as lagrimas nos meus olhos e me abraçou : – Ai Pedrinho….vc não precisava saber disso, não precisava… você é tão delicadinho… chora não… – eu soluçava, ouvindo minha mãe soltar um gemido longo e profundo dentro do quarto. Carlinhos já estava comendo sua buceta, montando naquela égua que era minha mae …. o pivete tinha vencido – Pedro, continuou falando minha irmã, eu vou pra la também, ok? Agora a gente não precisa esconder mais nada de você. Então ajuda a manter o segredo ta? O papai sabe que a Evelyn trai ele mas não precisa saber dos detalhes. E agora o Carlinhos vai ficar esses próximos dias aqui comendo a gente, então fica quietinho ta bom? Eu balancei a cabeça, chorando. O que mais podia fazer? Ela se afastou, rebolando aquele rabo que daqui a pouco meu primo ia comer e entrou no quarto. Antes de fechar eu ouvi minha gritar forte, muito forte e minha irmã disse: – Desculpa Pedrinho. E fechou a porta. Fiquei ouvindo pela porta os gemidos, os choros, os tapas que ele dava nas duas. Minha mãe gritava, minha irmã gemia. OHHHHHH OHHHHHHHH OHHHHHH AI AI AI AI CARLINHOS!!!!!!! AIIIIII AIIIIIII OHHHHHHHHHHH COME COME COME AIIIIIIIIIIII!!!!!! CALMA, ASSIM NÃO!!!!! AI!!!!! GOSTOSO!!!! ENRRABA SUA TIA, COME O CÚ DA SUA TIA…….. ISSO, FODA-SE O PEDRINHO!!! AI, QUE QUERO GRITAR MUITO AGORA. AGORA POSSO GRITAR!!!!!!!!!!!! AIIIIIIIIII!!!! FAZ EU GOZAR!!!!!!!!! COME SUA PRIMA!!!! ENRABA SUA TIA!!!!!! PICUDO!!!!!! AI AI AI AIA AI COME NÓS DUAS SEU PIVETE!!! ANDA MOLEQUE, BATE!!! BATE FORTE!!!!! AAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHH Desesperado, invadi o quarto e tirei meu pau pra fora. Carlinhos estava enrabando patrícia na parede que urrava de desejo enquanto minha mãe lambia suas pernas. Ao me ver, minha mãe se aproximou e colocou meu pau na sua boca. Comecei a chorar vendo o rosto dela todo lambuzado da porra de Carlinhos e meu pau broxou na hora. Ela ainda tentou, chupava meu pau com força, me olhava com pena e muito dó, mas acabou indo na direção de Carlinhos e me dizendo : – FILHINHO, SENTA AI E OLHA COMO FAZ UM POUQUINHO TÁ? Então eu fiquei ali, sentado num canto do quarto assistindo a Carlinhos estourar todos os buracos de minha mãe e depois de minha irmã e depois de minha mãe. Quando ele cansava, colocava as duas para ficarem se chupando, se lambendo limpando a porra que ele mesmo havia despejado na cara delas. Elas pediam para que ele batesse na cara delas. Nem mais percebiam que eu estava ali.. Ficava me masturbando, gozava na mão. Quando tentei de novo enfiar em minha mãe, broxei de novo. Ela me olhou com pena e mandou eu ficar olhando de novo. Ficavam se fudendo por horas. Depois cochilavam…..e acordavam para transar de novo. Carlinhos passou mais de cinco dias em casa comendo as duas. Eu fiquei tão envergonhado que não tentei comer mais nenhuma delas. Acordava de madrugada com os gemidos de alguém, com barulhos de tapas, com gritos de gozo. Minha mãe mandou eu atender os telefonemas, a limpar a casa. Eles ficavam só fudendo. As vezes encontrava Carlinhos indo e vindo pela casa nu : – Oi sua bicha, sabia que sua mãe é muito gostosa, Eu vou comer o cu dela agora, quer ver? – Eu ia, depois via ele arreganhar minha irmã até ela ir a loucura. Agora é sempre assim. Sempre que meu pai não esta, tem alguém comendo minha mãe ou minha irmã quando ela esta nos visitando. Meus amigos vem sempre aqui e nem me olham mais. Vão logo agarrando minha mãe e levando ela para o quarto. Isso quando não comem ela na minha frente mesmo: – PORRA PEDRINHO, VC É LEGAL MESMO. DEIXAR SUA MAE DAR A BUCETA E O CÚ ASSIM PRA GENTE NA MORAL. Minha mãe sorri e me manda beijos, as vezes ela pede para eles comerem ela longe de mim, mas é inútil, sempre abrem ela de qualquer jeito em qualquer lugar mesmo. E foi assim que descobri que minha mãe era uma vadia. FIM.

escrito em
Enviado: 16 de novembro de 2002 01:06

Referência do Anúncio ID: 7755a5ab58e8538

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 131 Guests, 1 Bot