Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Namorar Pelado

  • Publicado em: 28 de janeiro de 2006 11:47
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Acordei com o vento tocando meu corpo nu, sempre durmo pelada, depois de ser fodida feito uma cadela no cio, apenas desmaio ao lado do meu marido ou dos machos que me fodem, como é gostoso gozar e deixar o corpo repousar num sono bom, mas agora estava acordada, levei a mão entre as pernas e minha buceta pegava fogo, entreabri os lábios bucetais e enfiei meus dedos, eu estava no cio, olhei pra mim mesma e pude ver uma cadela safada, adoro acordar feito uma vadia, olhei pela janela e o dia era claro e o sol forte, o relógio marcava quase dez da manhã, não ia trabalhar pois estava com a agenda vazia, peguei o telefone e liguei para o Léo, ele ouviu minha voz lânguida e me deixou molhadinha, eu amo esse homem por isso, ele sabe ler os meus pensamentos, e logo me disse: Sua voz me deixou com vontade de namorar pelado! Temos um costume, quando estamos carentes e com vontade de curtir um ao outro, chamamos de namorar pelado temos uns poucos amigos para essa fantasia gostosa, poucos porque é necessário que gozem dentro de mim, geralmente fazemos apenas com um, mas as vezes chamamos dois quando estamos com muito tesão, fazemos isso em nossa casa, na nossa cama, pois é uma coisa bem intima e sem vergonha mesmo, o Léo fica me acariciando, me beijando e bolinando meus seios, nós trocamos juras de amor e ficamos nos curtindo assim enquanto um amigo de nossa confiança come a minha buceta e goza dentro, pedimos que o amigo fique em silencio para que possamos namorar sossegados, ele tem apenas o trabalho de segurar minhas pernas e meter a rola pra dentro, eu e o Léo gostamos de ficar olhando minha bucetinha levar rola até que eu gozo em espasmos beijando meu homem e claro o nosso amigo goze gostoso dentro da minha bucetinha, é imprescindível o gozo dentro da minha buceta, pois as vezes o Léo me come em seguida molhando sua rola na porra de outro homem ou as vezes ele apenas me chupa, me deixando limpinha e pronta para receber o pau do nosso amigo novamente, assim passamos horas namorando e curtindo todo o nosso tesão e posso dizer que é uma entrega gostosa pois é feito em nossa cama com um amigo bem intimo, é uma delicia! Léo terminou de falar e eu já pensei no Marcel, o loirinho de rola grande, meu tesão gostoso, um menino que sabe dar prazer a um casal, Léo porém falou em Eliomar pois ultimamente tem sido o amigo que mais me come e claro estamos vivendo uma lua de mel com ele, como estava gulosa, falei que ia convidar os dois, Léo disse que ia terminar de fazer umas coisas e estava vindo pra casa, para namorarmos gostoso, desliguei o telefone e liguei para o Marcel, fico com um sentimento de culpa, porque sempre o tiro de suas aulas, ele deixa o que esta fazendo e vem cobrir a sua putinha sempre que telefono, ele atendeu a ligação já suspirando, nem terminei de falar e ele estava a caminho, em seguida liguei para Eliomar, achei difícil ele topar pois não costumava vir nesse horário, mas expliquei a fantasia para ele, que ainda não tinha feito e também nunca esteve conosco na companhia de outros homens, ele ficou ouriçado e disse que já estava a caminho, liguei para o Léo e confirmei a festinha com os dois amigos, ele quase furou a cueca de tesão e saiu do trabalho para vir pra casa, tomei um banho e passei um creme hidratante pelo corpo, que continuava a pegar fogo de tesão, Marcel foi o primeiro a chegar, tocou a campainha e eu fui atender peladinha, ele sorriu e me chamou para perto dele, não deu nenhum passo, pois ficou do lado de fora, disse que queria um abraço meu ali onde estava, olhei pela porta e vi a rua, sem me importar com nada, nua e excitada abracei meu lindinho, peladinha ali no hall de entrada de nossa casa, que me importe se me visse pelada, o importante é o meu tesão, Marcel me abraçou e me virou com as costas para a rua e então me deu um beijo gostoso e demorado, o vento tocava minha bunda nua e só o pensamento de que alguém pudesse estar me vendo daquele jeito fazia minha buceta ficar encharcada, em seguida me pegou no colo e entramos, ele me colocou no sofá e disse que estava com saudades, tirou a calça e o tênis e eu segurei sua rola que começou a crescer em minhas mãos, levei à boca e chupei gostoso, ele mordia os lábios e fechava os olhos, sua pica é uma das mais gostosas que conheço, esse menino é um tesão, tem uma rola gordinha, grossa mesmo e grande, cabeça vermelha e seu leite é cremoso e consistente, sua porra é uma delicia, lambi as bolas e deixei o caralho todo molhado, ele acariciava minha cabeça, trazendo minha boca para sua rola e fodia minha boquinha me chamando de safada, adoro isso, os bicos dos meus seios pareciam partir ao meio, ele tirou o pau da minha boca e pincelava a rola nos meus lábio e voltava a enfiar tudo lá dentro, segurou minha cabeça e começou a foder gostoso, eu sentia sua rola na garganta e ele pedia que eu olhasse em seus olhos, nesse frenesi Eliomar chegou, e como a porta estava aberta foi entrando e assistindo a cena, boquiaberto não conseguia falar nada, risos! Tirei a rola de Marcel da boca e apresentei ele a Eliomar, eles se cumprimentaram e Eliomar ficou um pouco constrangido, pois era a primeira vez que estava conosco na companhia de outro homem, disse que Léo estava por chegar, me levantei e dei um beijinho em Marcel que já tinha perdido um pouco da ereção com a chegada de Eliomar, sorridente e excitada por ter dois machos na sala da minha casa, um deles já com a rola de fora, peguei uma bebida para os meninos e servi, Eliomar estava um pouco travado e então acariciei sua rola por cima da calça, desabotoei e ele deixou que eu o despisse, queria ele em igualdade de condições com Marcel, a rola de Eliomar é grossa como a de Marcel, porém um pouco menor, tirei o sapato dele e ele apertou os bicos dos meus seios, tirei a calça e a cueca, deixando-o só de camisa, então acariciei sua rola e comecei a chupar, lambi as bolas e ele gemeu gostoso, olhei para Marcel e empinei a bunda, ele entendeu rapidamente e veio me chupar, passava a lingua na minha bucetinha e no meu cuzinho enquanto eu engolia a vara de Eliomar que agora já estava mais ajustado no clima, pedi que os dois gozassem em minha boca antes do Léo chegar e aumentei a chupada na pica de Eliomar, mamei mesmo, ele se excitou e começou a me falar sacanagens: Engole vadia, chupa gostoso minha rola sua puta do caralho, Marcel enfiava a lingua na minha buceta, uma lingua quente que ele sabia usar dentro das minhas entranhas, cada vez que Eliomar me chamava de cadela e de puta eu percebia que a lingua de Marcel entrava todinha dentro da minha buceta, não demorou para gozar na lingua do meu menino, e claro gemendo de tesão enfiei a rola de Eliomar na garganta que gemeu gostoso, quando a rola foi fazendo o movimento de saída comecei a receber os jatos de porra dentro da boca, quando ficou só a cabeça da rola dentro da boca, segurei a rola e masturbei com força para que ele gozasse tudo dentro da minha boquinha, foi um puta tesão, pois sentindo o esperma na boca, gozei de novo na lingua de Marcel e ao olhar para a porta Léo estava estasiado nos olhando, os meninos não tinham visto a presença dele e então aproveitei para sugar todo o leite de Eliomar, lamber a rola até sugar a última gota, como ele goza gostoso, falando sacanagens, me chamando de cadela, de puta sem vergonha, que tenho de dar mesmo para todo mundo, um tesão, olhei para ele e sorri ao engolir toda a porra, me levantei e então ele viram que Léo estava assistindo tudo, fui até o meu marido e nos beijamos apaixonadamente, ele sussurrou em meus ouvidos que sentir o gosto e o cheiro de semêm na minha boca me deixava ainda mais gostosa e voltou a chupar minha lingua, Marcel batia uma punheta louco para gozar, então fui até ele, enquanto Léo se despia, ajoelhei aos pés do meu menino e passei a sugar sua rola, Léo cumprimentou Eliomar e Marcel passou a socar a rola na minha boca com gosto, puder ver que Léo já estava pelado se masturbando, os dois não tiravam os olhos da minha boca que engolia a rola de Marcel, o meu loirinho excitado tirou o pau da minha boca e começou a se masturbar freneticamente, abri a boca, ele encostou a cabeça da vara na minha lingua, segurou meu queixo e disse: Bebe vagabunda do caralho! Gemeu alto e jogou seu leite na minha boca, gozou fartamente, vários jatos de porra, tive de engolir um pouco para não desperdiçar, ele então enfiou a rola na minha boca e segurando minha cabeça passou a meter gostoso lá dentro me deixando um pouco sufocada, aquela cena deixou Eliomar e Léo com a rola parecendo uma rocha, Marcel tirou o pau novamente da minha boca e eu lambi toda a porra que escorria, deixei o pinto dele limpinho e claro, brindei meu marido com outro beijo gostoso, para êxtase de Eliomar que assistia tudo de perto, então deixamos os meninos a vontade e fomos eu e Léo tomar um banho, ele me beijos gostoso, chupou a minha lingua que acabara de sorver a porra dos nossos amigos e tomamos um banho delicioso, em seguida voltamos para a sala e chamamos os meninos para nosso quarto, onde já estava preparado todo o nosso encontro, enquanto eu fui falar para os rapazes como seria Léo foi colocar uma musica ambiente para deixar o clima bem gostoso, então expliquei que eles deveriam comer a minha buceta, um de cada vez, queríamos que eles permanecessem em silencio pois eu e Léo iríamos namorar mesmo, somente nós íamos falar, enquanto nos beijávamos e nos acariciávamos, a tarefa deles era apenas foder a minha buceta e claro que gozassem dentro, eles poderiam segurar minhas pernas, me acariciar e foder a buceta, da cintura para cima era só o Léo, só a explicação já deixou os rapazes de rola petrificada, então me deitei na cama, Marcel que já havia participado muitas vezes do nosso Namoro Pelado veio primeiro, puxou minhas pernas em seus ombros e brincava com a cabeça da rola na minha buceta, Eliomar ficou sentado numa cadeira ao lado, para assistir e Léo se posicionou do meu lado, então passamos a nos beijar de lingua bem gostoso, Marcel empurrou a rola dentro da minha buceta e em silencio passou a me foder, gemi quando a rola bateu no meu útero, essa posição é uma delicia, mas o meu menino sabia me dar prazer, enfiou a rola até o talo, sentindo a parede do meu útero, recuou um pouquinho para que pudesse dar pancadas com força quando estivesse excitado, Léo perguntou se a rola estava no meu útero, disse que sim e ele me beijou dizendo que me amava, me entreguei ao prazer do meu marido, agora gemendo gostoso pois as estocadas de Marcel me deixavam excitada, Léo disse que esse era um dos motivos que mais o deixavam maluco por mim, que era delicioso poder assistir uma cena como essas e me fez jurar que sempre daria a buceta para outros na sua frente, eu o abracei com tesão e o beijei ardentemente, para ele sentir que meu beijo estava gelado porque estava excitada demais, Léo levou a mão no meu umbigo, abaixando a minha pele para poder apreciar a rola de Marcel entrando dentro da minha buceta e dizia nos meus ouvidos: Toma rola meu amor, deixa ele te comer gostoso, abre as penas minha querida, quero ver-te gozando na vara dele, eu o fitava com os olhos e a rola de Marcel ia cada vez mais fundo na minha buceta, outras pancadas no útero aconteceram porque ele estava muito excitado, tanto que deixou escapar: Toma gostosa na buceta! Aquilo foi tão espontâneo que eu e Léo nos beijamos apaixonados enquanto eu gozava a primeira vez na rola de Marcel, gemi alto e Léo me incentivava: Goza meu amor, goza gostoso minha paixão, quero que goze sempre na rola de outros homens minha delicia, goza gostoso, pode gozar minha menina, goza pra mim goza, goza meu amor! Aquilo me deixava maluca de tesão e cada palavra de Léo, me fazia contorcer os músculos da buceta num orgasmo incandescente, Marcel aumentou as estocadas e Léo pediu a ele: Goza dentro Marcel, capricha pois quero todo o leite dentro da bucetinha dela, Marcel fechou os olhos e empurrou a rola dentro da minha buceta, lá no fundo, ele tinha naquele instante o desejo de me fecundar pois gozou em cima do meu útero e claro, não suportou o tesão: Toma porra na buceta cadela safada, toma pinto vagabunda! Me segurou pelas ancas e Léo apertava os bicos dos meus seios, enquanto Marcel dava pancadas fortes no colo do meu útero, claro não suportei, segurando e apertando as mãos de meu marido gozei gostoso junto com meu menino! Goza dentro, enche ela de porra meu rapaz! Goza meu amor, quero ver-te gozando minha delicia gostosa! Beijei a boca de meu marido em espasmos, Marcel foi tirando a rola de dentro da minha buceta, esfregou a cabeça no meu grelo e sua pica estava banhada de esperma, relaxei as pernas e ele se afastou, ficou de pé e deixou o caminho livre para Léo, que se alojou entre minhas pernas e com a rola dura, enfiou dentro da minha buceta e tirou para mostrar que estava com a pica coberta de porra, isso me dá uma satisfação enorme porque Léo adora me comer assim, com o semêm de outro homem escorrendo pelas pernas, então mostrou com satisfação a rola branquinha de porra para os dois amigos, cumprimentou Marcel com um toque de mão e passou a foder minha buceta como se fosse um leão enfurecido, Marcel foi tomar um banho e Léo fodeu minha buceta com fúria, não falamos nada, apenas ele metia com força e eu gemia em sua vara, Eliomar se levantou e colocou o pau perto da minha boca, passei a lamber a cabeça e as bolas do nosso amigo enquanto Léo gozava gostoso dentro de mim, estocadas firmes e lavou meu útero com seu leite, meu marido gostoso gozava dentro da sua vagabunda, agora o leite de dois machos molhava minhas entranhas, ele gozou, fez sinal para Eliomar se afastar um pouco e me beijou com tesão, soltou o peso do corpo em cima de mim e ficamos atracados feito dois amantes, por alguns instantes até recuperarmos nossas forças, nos levantamos e fomos tomar um banho, Marcel que era de casa já fazia um lanche, com aquela vara dependurada entre as pernas, um pau enorme e gostoso, Léo se ajoelhou entre minhas pernas debaixo do chuveiro e sugou toda a porra que estava na minha buceta, lambeu tudo me deixando maluca de tesão, arregaçou minha buceta e lambia lá dentro me fazendo gozar de novo em sua boca esbranquiçada de porra, isso me dá o maior orgulho do meu maridão que coloca o nosso prazer acima de tudo, me lavou, me deixou limpinha e me fez gozar com a lingua, me enxugou e me deixou pronta para receber o pau de Eliomar, voltamos para a cama onde sentei-me e passei a chupar a rola do Eliomar, enfiava tudo na boca e mamava feito uma cadela, Léo conversava com Marcel na sala que ficou assistindo um vídeo, quando voltou no quarto eu era fodida na boca por Eliomar, ele me puxou para seu lado e me deu um beijo na boca, já me deixando pronta pêra levar pau de novo, passamos então a namorar gostoso, falando coisas nossas, nos elogiando e nos beijando, Eliomar era mais experiente e entrou no clima, não me fodeu, fez amor com minha bucetinha, estocadas calmas, no fundo, tocando o útero também, mas devagar, ficamos fodendo por um tempo grande, quando ele ia gozar ele parava e deixava o pau enterrado sem se movimentar e eu e Léo pudemos namorar bastante, de vez em quando assistíamos juntos a rola de Eliomar entrar na minha bucetinha, outra hora nem dávamos a atenção ao nosso amigo que não parava de meter gostoso, gozei no pau de Eliomar duas vezes, sempre com o incentivo de Léo, que vendo que o amigo ia gozar, pediu de novo, eu adoro quando ele pede: Goza dentro Eliomar, enche ela de porra, goza tudo dentro, e então voltou a me beijar, Eliomar gemeu alto e soltou o peso do corpo em cima de mim, Léo segurou minha mão e me acariciava enquanto o amigo gozava gostoso dentro da minha buceta, Marcel se masturbava na beirada da cama enquanto eu era recheada de porra quente, Eliomar me beijou na boca, um beijo ardente, e dizia: toma meu leite minha querida, se é isso que vocês gostam contem com minha porra sempre minha vadia gostosa e soltou de vez o corpo penetrando minha buceta com vigor e depositando seu semêm lá dentro, saiu de cima de mim e caiu sem forças para o lado, Léo sorriu e os meninos ficaram excitadíssimos com a aproximação de sua boca em minha buceta, Léo abriu minha xana e o leite de Eliomar começou a descer, nós olhávamos a porra saindo da minha buceta e eu me sentia uma verdadeira vagabunda, Léo levou a boca na minha buceta, e como se beijasse a minha boca, introduziu a lingua dentro de mim, me chupando a buceta com força, a minha buceta gozada ele lambia e sugava sem nenhum constrangimento, olhei rápido para os meninos que não acreditavam no que viam, Marcel já estava acostumado pois sempre gozava dentro e assistia Léo chupar, mas era sempre como se fosse a primeira vez, Léo não se fazia de rogado, por nosso amor, lambia minha buceta gozada como se fosse um cão raivoso, e claro eu não conseguia ficar incólume, gozei na boca de meu marido enquanto ele me chupava gostoso os meninos me acariciavam os seios e Léo mamava minha xana gozada, só parou de chupar quando estava limpinha, sem mais nada de porra, então nos abraçamos apaixonados e nos beijamos ardentemente, renovando nossa paixão e nosso tesão um pelo outro, não existe no mundo um homem mais tesudo e compreensivo que Léo, somos duas almas gêmeas, que se fundem em apenas uma, rodeadas de amigos bacanas que nos ajudam cada vez mais nos amarmos como dois malucos e dois inconseqüentes, mas isso é o que nos alucina, depois de nos entregarmos num momento de cumplicidade, claro brindamos os meninos com uma sessão de sexo ardente, onde eles se revezaram a tarde inteira na minha buceta, no meu cuzinho e na minha boquinha, mas ai já não era clima de namoro, e sim de sacanagem pura, dei a tarde inteira para eles e eles gozaram como doidos dentro de mim em todos os buracos para delírio do meu marido safado, nossa loucura foi até o inicio da madrugada, faço questão de relatar todos os fatos da putaria depois do nosso namoro, mas isto fica para o próximo relato! Um beijo a todos que tem entrado em contato, lambidas na cabeça do caralho de todos vocês! Beijos, Flavia!

Referência do Anúncio ID: CT-000028384

Não há Tags

7527 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: charlesvirtualnet, 141 Guests, 18 Bots