Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

O começo de uma jovem

  • Publicado em: 12 de maio de 2017 16:15
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

OIá a todos, vou contar uma coisa que eu fiz há alguns aninhos, hoje em dia eu faço questão de relembra e me deixa muito excitada…
Eu era recém adolescente e meu corpo já estava começando a mudar era bem magrinha e percebi que meus seios começaram a brotar, minha ppk estava mudando , começando a nascer pelinhos, o contorno dela tinha se acentuado, meu clítores redondinho e saltava quando abria ela no meio, os hormônios a mil por hora, lembro que foi nessa época que conheci a sensação de gozar, estava sozinha em casa, fui conferir se algo tinha mudado em minha ppk , quando me deparei numa forte sensação de massagear meu clítores, aquilo me ardeu como um vulcão em erupção, meu corpo inteiro em espasmos, foi maravilhoso, tinha uma bela cinturinha com o corpo em transformação, adorava sair na rua com roupinhas de menininha que não sabia o que estava fazendo mas na verdade me deliciava ao ver que os homens reparavam e me desejavam.

Era uma pena, nenhum deles tinham coragem de mexer comigo ou pelo menos tentar alguma coisa, se bem que eu não passava de uma pré adolescente, né? Ninguém poderia adivinhar que naquela idade eu já tinha até começado a menstruar e estava louca pra saber o que era sexo de verdade.

Naquela época volto a afirmar eu ficava muitas sozinha em casa, costumava ir no quarto do meu irmão que é mais velho 5anos e procurava algumas pornografias, mas só achava revista de mulher pelada, nada de homem,affs… Até que um dia eu achei um filme pornô, fiquei com água na boca quando vi um pau pela primeira vez entrando gostoso daquele jeito…
Queria muito saber se eu era capaz de fazer aquelas coisas, e ficava peladinha na frente do espelho por horas e horas me tocando, me estudando, realmente ainda não era uma mulher feita, mas coragem de fazer loucuras eu já tinha, na verdade nem era coragem, já tinha virado uma obsessão…

Até que chegou as férias e nós fomos passar uns dias na fazenda do irmão caçula do meu pai, minha família toda, eu, minha mãe, meu pai e meu irmão…
Chegando lá, foi a maior festa, nossa família tinha se reunido com meu tio, com sua mulher e seus filhos, duas meninas e um menino…
As minhas priminhas eram quase da minha idade, queriam ficar brincando comigo, mas pra mim aquilo não tinha mais graça, acho que tinha virado mocinha um pouco antes do tempo, sei lá…
No outro dia depois do almoço fomos todos até o rio a cavalo, fiz questão de ir com meu tio pra ele me ensinar a cavalgar e no meio do caminho como eu estava sentada na frente dele, fiquei sentindo seu pau esfregar na minha bunda e com o balanço da viagem, ele segurando minha cintura, comecei a imaginar um monte de coisas e fui ficando bem relaxadinha, minha ppk parecia que ia pegar fogo, que gostoso, aproveitei para empinar a bunda para trás, sentia um volume muito grande através do short dele, eu estava de bermuda Leg, e a balançar da cavalgada ia esfregando aquilo tudo no meu rego pegando fogo, claro que fiz isso, se fingindo de desapercebida, não podia dar bandeira.

Quando desci do cavalo, já olhei pro meu tio com outros olhos, faminta de desejo… Ele era um homem de 35 anos, alto, não muito bonito de rosto, mas um cabelo lindo e um corpo bem forte, peludo… Fiquei impressionada quando vi ele sem camisa, só de short entrando na água, fiz questão de olhar o volume entre as pernas dele que parecia esconder um pau muito suculento, igual o que eu vi no filme, aquilo me hipnotizou…

Dentro do rio, com a água batendo na cintura eu brincava com meu tio e com minhas priminhas, que deviam até ter estranhado, de repente fiquei brincalhona, hehehe… Eu aproveitava no meio das brincadeiras pra nadar por baixo das pernas dele e sempre encostar no seu pau, até uma hora que ficou só eu e ele, soltei meu biquini disfarçadamente por baixo da água e me pendurei no seu corpo, com meu peitos de fora e quase encostando no seu rosto, como se eu nem tivesse vendo… Depois que ele me disse pra ajeitar o biquini, pedi pra que ajeitasse pra mim, fiquei de costas e fiz questão de encostar meu traseiro bem no seu cacete, que foi ficando duro que nem uma pedra, quando percebi que meu titio estava aproveitando aquela situação pra passar as mãos nos meus seios, não pensei duas vezes, levei minha mão por baixo da água e segurei o seu volume entre as pernas, comecei a massagear e ele disse: -\”o que é isso menina?\”

Nisso ele disfarçou e foi saindo da água assustado, como se tivesse encontrado um crocodilo no rio, rsrs…
Mas na verdade seria um problema do mesmo tamanho né… Claro que eu não tinha noção da gravidade, pois meus hormônios estavam a mil, nunca tinha sentido tanta excitação assim, queria muito seguir adiante, meu coração estava batendo de um jeito que nunca tinha batido.
Na manha seguinte, nós todos na mesa tomando café e meu tio estava me evitando, muito sem graça comigo, até fiquei com medo dele contar o que eu tinha feito pra alguém, pro meu pai por exemplo, que me daria uma surra até eu desmaiar eu imagino…
Fiquei com muito medo mesmo, mas na confiança de que ele também tinha gostado da minha ousadia, não desisti, apenas estava esperando outra hora certa para atacar de novo…
Na mesma noite, nós todos estávamos numa festa de roça na fazenda vizinha, era pertinho, fomos de a pé mesmo, de repente percebi que meu tio estava levando meus primos pra casa, então eu quis ir junto com eles…
Chegando na casa, todos foram pro quarto dormir e eu fiquei vendo televisão, quando vi que meu tio tinha ido pro quarto dele, fui tomar um banho bem rápido e como sabia que minha tia estaria lá na festa ainda, cheguei no quarto dele sorrateiramente…
Quando abri e fechei a porta devagarinho, a meia luz, me deparei com ele deitado na cama só de cueca e de barriga pra cima, eu fiquei gelada, sem saber o que fazer mas mesmo assim fui deitando do lado dele…
Não podia perder tempo, logo podia chegar a minha tia, então comecei a alisar a barriga dele bem de leve pra ele ver que eu estava lá…
Fui descendo as mãos até chegar na sua cueca, fui massageando levemente, aquilo foi relaxando ele a um ponto que seu membro enrijeceu como uma pedra , criando um volume enorme dentro da cueca, confesso que me assustei, tinha saltado pra fora parte e estava praticamente a amostra, era lindo, enorme, volumoso, cheiroso, uma cabeça redonda e rosa , cheio de veias saltadas, percebi que ele estava com muito tesão, quando abriu os olhos e viu que era eu, ficou calado e sem se mexer, só observando a minha reação e se entregando aquela situação totalmente atípica que estava acontecendo, na hora veio em minha cabeça o filme que tinha visto o ano todo quase todos os dias, como não era experiente na pratica, resolvi usar aquelas técnicas dos filmes, primeiramente cheguei bem perto sem tocar no seu pau e comecei a baforar lentamente , tocando com a ponta do meu nariz , ele começou a gemer , fiquei cheirando, a qual tinha uma excelente fragrância, nessa hora já estava com a calcinha molhada, queria degustar, chupar u seu pau, sentir ele na minha boca, seria o meu primeiro cassete e queria fazer direito, lembro que fiquei por uns 5 minutos somente baforando, passando a ponta do meu nariz e comecei a puxar a cueca para baixo, nos estávamos totalmente entregue aquele desejo carnal, ele não conseguia se mexer, foi quando comecei a passar a língua por todo seu pau, aquilo pra mim tem um sabor um cheiro indiscritíveis, eu já estava chupando aquele delicioso pau grosso e cheio de veias…

Acho que pro meu primeiro boquete eu devo ter feito muito bem, pois ele gemia e se contorcia empurrando toda a cueca pra baixo e eu o ajudava com o pensamento que aquele pau era meu e ninguém o tiraria de mim , ficou respirando forte, enquanto eu tentava engolir ele inteirinho, mas infelizmente não estava conseguindo…

Eu estava adorando sentir aquele sabor de macho na minha boca, chupava e levemente massageando com tanta vontade, que comecei a cuspir na minha mão pra que deslizasse suavemente, agora que ele estava totalmente dominado, eu queria dar prazer, foi quando ele começou a ter espasmos anunciando uma coisa que sonhava todos os dias nos últimos tempos da minha vida, logo me surpreendi com um jatinho de sêmen, que acertou meus lábios, era ele gozando, mas eu já sabia o que fazer…tinha aprendido no filme, fui chupando e engolindo todo aquele leitinho, até lambuzar minha boquinha e meu queixo todinho, muito saboroso e cheiroso aquela porra, nunca me esqueci…

Me senti muito bem ao fazer tudo isso, nenhum tipo de arrependimento, mas ainda não estava satisfeita, eu queria ser explorada, tocada, comida, desejada…Queria me tornar mulher de verdade e aquele homem com M Maiúsculo era tudo que precisava, simplesmente um Homem de verdade com toda disposição e virilidade pra me deflorar com muito carinho e respeito.
Deitei, me pediu alguns minutos ali do seu lado, por incrível que pareça foi as únicas palavras que trocamos, ele beijou minha boca , que estava úmida do seu gozo e me deu total segurança que ficaria entre nos dois e que eu podia parar a hora que eu quisesse.
Sentei sobre seu colo, esfreguei meus peitos bem na cara dele, depois peguei sua mão e levei direto na minha xoxotinha que naquele momento estava coberta por uma calcinha de um fino algodão, devido a tudo aquilo ela se encontrava totalmente encharcada e fincada dividindo minha grutinha pequena no meio, nessa época já estava esperta e me depilava quase todo dia era um pretexto para eu me tocar, ficava na frente do espelho observando ela, imaginando quem seria o homem que iria tornar aquela ppkinha que tinha um pequeno rastro de pêlos, em uma mulher de verdade.
Ele começou a esfregar na entradinha dela em movimentos circulares e chupando meus pequenos seios de tal forma, que eu fui ficando molinha de tudo, não imaginava que isso seria tão gostoso assim, foi quando peguei no seu pau e senti como ele estava duro de novo, parecia estar maior ainda, não pensei em outra coisa, apenas me levantei, desci minha calcinha, ele tirou com muita despreza e me puxou na direção que meu grelinho ficou no rosto dele, lembro que ele me elogiou, dizendo que era a xaninha mais linda que ele tinha visto, percebeu que eu já raspava aquele caminho de pêlos, passou o dedão dizendo / da pra sentir que aqui nasce um pequeno caminho lindo de pêlinhos, me puxou e começou a chupar minha ppk, me dizendo que estava engolindo todo meu néctar, senti calafrios, meu coração parecia que ia explodir de tanto batimento, eu de cócoras na cabeça dele me sugando toda, como um vampiro.
Resolvi ali mesmo que ele seria o primeiro Homem da minha vida, sai da boca dele , molhei minha mão e passei no pau dele, que estava completamente duro e comecei um movimento, esfregando aquela tora, no meu Grelinho, a cada esfregada uma sensação de prazer indescritível , ele com as mãos nos meus seios apalpando e beliscando a pontinha com movimentos circulares, estava decidida que ali ele iria penetrar e rasgar aquela ppk que tanto estava sedenta, precisando urgentemente ser iniciada, aquele ano só pensava em rola, cheguei a pensar em me rasgar com o cabo da escova de cabelos, de tanto tesão, mas na hora não tinha coragem, então para meu alivio eu raspava os pequenos pelinhos que iam nascendo e depois um forte amasso no clitores e pronto estava resolvido por algumas horas minha vontade.
Aos poucos fui sentando em cima dele, com muita dificuldade e doendo um pouco, mas fui forçando, forçando, até que entrou a cabeça… Realmente estava doendo muito, mas ao mesmo tempo estava muito gostoso era uma dor intensamente gostosa, parava, as vezes voltava, percebia claramente que minha grutinha já não era mais a mesma, nenhum momento minha ppk parou de molhar, começou a escorrer um líquido vermelho, era aquele pau enorme, rachando minha ppk no meio , me fazendo me tornar uma mulher naquele instante, o gostoso que aquilo me excitava muito e eu controlava a entrada daquele cassetão com muita satisfação, fiquei rebolando, forçando até entrar tudo, senti muito prazer ao ver aquela vara toda dentro de mim, comecei a cavalgar em cima dele bem devagar, achando a melhor coisa do mundo, eu finalmente tinha me transformado numa mulher naquele instante…
Estava ficando bom demais pra ser verdade, comecei a escorregar no pau dele cada vez mais rápido, minha bucetinha sentia uma dor regada muito prazer, tipo de dor que queria ficar ali sentindo, sentindo , já nem me incomodava aquele líquido vermelho que já tinha estancado, acho que porque ela ficou tãoo meladinha que estava entrando e saindo deliciosamente bem…
Ele me puxou para perto dele, sem nenhum momento deixar o cassete desgarrar da minha xaninha , e chupava meus seios, aquilo me tirou totalmente de órbita, deliciosamente delicioso.
Infelizmente, o pessoal chegou da festa e quando escutamos o portão de entrada da fazenda , tive que sair correndo do quarto, só deu tempo de pegar a minha calcinha , ele foi correndo tomar um banho, fui para meu quarto onde peguei meu espelho na mochila e fui olhar o estrago , o tesão era tanto que percebi que meus pequenos lábios vaginais já não eram mais o mesmo, minha ppkinha que era toda fechadinha tinha tomado rola de Homem formado, no outro dia acordei com ela muito dolorida que não consegui cavalgar, mas era um dolorido tão gostoso que toquei varias siriricas, lógico que bem devagar, mirando somente o clitóris, gozei intensamente todas as vezes lembrando de cada segundo que ocorreu naquela noite anterior…

Eu não lembro se cheguei a ter um orgasmo no dia que aconteceu, tudo foi tão repentino, intenso, muita dor misturada com muito, mas muito tesão, uma loucura… Mas amei, acho que não teria uma forma mais gostosa de perder o meu cabacinho… Depois conversei com meu titio e combinamos que seria um segredinho só nosso, rsrs… Muito obrigada, tomara que tenham gostado, abraços…gosto de ver TEENS transando , se alguém tiver fotos, vídeos, me mande adoraria ver – luana1face@hotmail.com

Referência do Anúncio ID: 28958f284de27822

2142 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Informações deste Autor

  • Autor: luana S.
  • Membro desde: 15 de abril de 2017

Contos publicados por luana S.

  • O Autor não publicou outros contos.
Últimos itens anúnciados por luana S. »

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: nathinho, 241 Guests, 21 Bots