Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

O encontro de duas amigas na casa de praia

  • Publicado em: 4 de dezembro de 2017 09:34
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

(escrito por Kaplan)

Meg tinha duas amigas lésbicas, Amélia e Ana. As duas eram namoradas firmes já havia um tempo e Meg foi a única pessoa que elas aceitaram na cama delas. Mas só de vez em quando e só quando as duas estavam participando. Elas eram tudo de bom, segundo Meg.
E vieram nos contar (sim, elas não se incomodavam com a minha presença) sobre alguns dias que passaram numa praia.
Recomendação nossa. Queriam praia com pouco ou nenhum movimento. Eu sugeri com pouco movimento e expliquei pra elas, que só as duas numa praia deserta tinha um certo perigo. Elas concordaram, então aceitaram a sugestão de uma praia que a gente tinha ido, com uma pequena aldeia de pescadores. Não teria hotel nem pousada. Se elas levassem barraca poderiam ficar perto, caso contrário, tinha uma senhora lá, viúva, que alugava um quartinho no barraco dela. Elas toparam e conseguiram ficar mesmo nesse local.
Notaram que os poucos pescadores que moravam ali as olhavam, curiosos. Mas nunca se atreveram a falar ou fazer qualquer coisa com elas. Elas também não deram bandeira de ficar se beijando ou se abraçando perto deles. Conviviam, conversavam, e se amavam longe.
Já no primeiro dia elas colocaram biquínis, amarraram toalhas na cintura e se mandaram para um local mais longe. Quando viram que não havia perigo de ninguém as ver, aí sim, se beijaram bastante, para compensar as horas em que não puderam fazer isso! E já foram tirando os sutiãs, porque queriam ficar de topless ou talvez até sem nada… iam verificar a possibilidade.
Como, depois de algum tempo, não viram ninguém se aproximando, tiraram as calcinhas e puderam tomar sol peladinhas, nadar nuas… primeira vez que faziam isso e adoraram!
No dia seguinte, voltaram ao mesmo lugar, porque estavam ansiosas para transar. No quarto da casinha da “dona” não puderam fazer nada, a não ser dormir de mãos dadas. Qualquer gemido, qualquer ruído ali poderia ser ouvido… não valia a pena arriscar.
Então, mal chegaram, já donas da situação, estenderam as toalhas no chão, tiraram os biquínis, e deitaram, já se enroscando, beijando, mamando, chupando as xotinhas… foi uma manhã de intenso amor, interrompido de vez em quando por uma entrada no mar, brincadeiras, beijos e voltavam às toalhas para fazerem tudo o que tinham direito e estavam loucas para fazer.
No terceiro dia, mais farra das duas e aí tiveram uma surpresa não muito agradável. Ao chegarem ao local de sempre, encontraram um casal que chegara de manhãzinha e montara uma barraca ali. Ficaram pensando em ir embora, mas viram que eles estavam nus. Ficaram conversando, viram que era um casal de namorados, sem preconceitos, então ficaram e puderam ficar nuas e se amar de novo, eles nem olharam o que elas faziam, ocupados que estavam em transar.
Antes de ir embora, elas pediram à moça que tirasse uma foto das duas.
Perguntaram quanto tempo eles ainda ficariam acampados e não gostaram da resposta: eles iam ficar 15 dias lá.
Ao voltarem para a casinha, entenderam que a boa vida terminara. Arrumaram as coisas e foram embora.
Tiveram a sorte de, ao chegar, encontrarem a casa de Ana vazia, porque os pais dela tinham aproveitado a ausência da filha para viajarem também. Então a piscina da casa dela se tornou a nova praia das duas, que puderam continuar, ainda por alguns dias, a fazer o que desejariam estar fazendo naquela praia adorável que haviam visitado.

Referência do Anúncio ID: 4035a213e76df0e5

  

112 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 231 Guests, 26 Bots