Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Posei na casa de minha amiga e o tio dela tirou uma casquinha de mim, 2° dia

  • Este conto está Suspenso
  • Publicado em: 29 de maio de 2014 08:11
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Posei na casa de minha amiga e o tio dela tirou uma casquinha de mim.- Segunda parte.
Posei na casa de minha amiga e o tio dela tirou uma casquinha de mim.- Segunda parte.
Oi meu nome é Gabriela, sou de pele branca, cabelo castanhos escuros, seios médios, coxas bem torneadinhas e claro o bumbum acompanha minas coxas,sou baixinha do estilo cheguei.
Acontece que para toda minha família e amigos sou uma santinha e claro sonsa.ontem posei na casa da minha amiga Paty e o tio tirou uma casquinha minha quem quiser ler o conto vai saber mais
Bom hoje fui posar na casa dela e estava esperando uma surrinha de vara na bundinha ,mas adivinha o que aconteceu? O sacana nos serviu refrigerante e tenho certeza que nos dopou pois dormimos era uma 23:30h e acordei as 08:40h eu estava de bruços na cama toda melada com tipo de um açúcar seco . minha boca estava toda grudenta com a língua no céu na boca e um gosto meio salgado nela, minha bundinha estava doendo,parecia que minhas nádegas estava rasgadinhas o cuzinho estava muito dolorido tinha uma coisa peguenta s em toda volta dele e ele estava assado.Era óbvio que ele colocou com toda a força e nem se preocupou com o depois pois sabia que não vou denunciar ele, fiquei puta da vida pois todas as vezes que levei piroka na bundinha eu estava acorda e era no máximo a cabecinha que nunca entrou toda pois pensavam que eu estava dormindo e hoje que ele tinha comprado o KY e eu estava esperando uma surra de piça( como diz minha amiga) ele me dopou e me enrabou. Tomei café e ele me levou em casa e a Paty estava junto e perguntou o que estava acontecendo eu penas disse que tive um sonho ruim , como se estivesse ido a Disney e tinha dormido em todo caminho.
Ele entendeu pois deu um sorriso amarelo, cheguei em casa e disse que não posaria lá hoje.
De tarde conversei no chat com o cara contei a historio e mandei o link dos outros contos, fiquei excitada e tive uma ideia, aqui na cidade em um baile tipo dente de leite que tem um corredor que vai para a copa e os banheiros, os garotos tiram as lâmpadas e o corredor fica escuro,minha mãe não deixa eu ir lá mas como estava com muita vontade convidei a Paty para irmos escondidas a boate começa 18h e vai ate as 22h
Fomos eu e a Pati eu fui ousada e coloquei uma blusinha social marrom e uma saia preta e meia calça e salto alto e a calcinha pequena folgadinha.
Eu queria ir no corredor mas a Paty não, então ela arrumou um paquera e eu fiquei ali arrumei um ficante e nos amassamos atrás das caixas de som da boate e ele saiu eu tive a tentação de ir lá no corredor mas estava com o bico da luz, mas era tarde eu passei e fui no banheiro nada me aconteceu e na volta o bico estava apagado e nossa foi uma passa mão aqui e eali e tinha uns que puxava e me beijava e eu sai do corredor, ai eu notei que eram sempre as mesma que passavam ali, não era ninguém conhecido, fiquei perto olhando e notei que a única maneira de ver quem era as garotas era quando ela chegavam na porta do banheiro então tive uma ideia, eu ia ate passando a metade e voltava, ia ficar sempre no escuro e ninguém ia saber quem sou, e fui cada vez era umas passadas mais quentes pois era sempre os mesmos garotos que estavam lá e tinha ate gente com Barba era homem feito, ai foi que uns agarravam agente com mais força e tempo. Eu fui gostando a detalho minha meia calça rasgou ai eu tirei ela no banheiro na primeira vez que fui, eu estava apenas com a calcinha em minha defesa que essa hora estava falando como barreira, tinha um carinha no meio que nossa ele era mais ousado, ele me pegava me beijava o pescoço com a mão na minha chaninha ele tentava enfiar os dedos e eu virava ate que ele entendeu que podia enfiar os dedos no cuzinho, e assim era ele vinha e enfiava a mão na minha bundinha
Erguia minha saia, ai só sai pois via as garotas correrem e eu sai, era o cara da copa colocando o bico de vota e foi uma de gente que saiu, mas não demorou muito e eles voltara e tiraram o bico, eu voltei me bolinaram mas não teve como tal carinha, demorou uns minutos e eu achei ele no corredor mais perto no inicio e só reconheci pois senti o cheiro do perfume dele, ele veio de frente enfio um dedinho no meu cozinho e chupou meu peitinho, ai eu gozei ele deu uma risada e eu sai, foi ótimo, quando eu sai do corredor a Paty me achou e perguntou, _
-(Paty) Você veio da li
-(Eu) Claro que não vamos.
Ela disse que nossas mães descobriram tudo e nos deram uma bronca e agora estou de castigo.
Comente este conto adoro .

Referência do Anúncio ID: 3765385df1a21caa

5 Comentários para “Posei na casa de minha amiga e o tio dela tirou uma casquinha de mim, 2° dia”

  1. Nossa Gabriela, adorei o conto, fiquei louco lendo ainda to louco nao to comseguindo nem escrever direito ……ah, tbm fiquei morrendo de curiosidade de ver como vc é, tem como?

  2. oi, sou eu de novo, li seus contos e adorei ler as coisas que vc apronta haha, do jeito que vc escreve da pra imaginar tudo, as coisas que vc faz, como vc é e o que fazem com vc, e eu queria muito conversar com vc, se vc ver isso fala comigo

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 119 Guests, 37 Bots