Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Punhetei pro bundão da minha irmã

  • Publicado em: 2 de novembro de 2005 19:25
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Olá caros leitores, este é meu primeiro relato e o que aconteceu foi tão tesudo que eu tinha que compartilhar com vocês. Meu nome é Netto, tenho 25 anos, 1,90m, 92kg (pau 18×6,5cm) e sou um cara bem apresentável. Tenho uma irmã deliciosa chamada Letícia de 21 anos, 1,73, 68 kg, cabelos loiros, coxas grossas, um puta bundão maravilhoso e os seios médios pra grandes bem branquinhos com auréolas rosinha, grandes e inchadas. Ela é estilo cavalona mesmo. Moramos com minha mãe em uma casa e neste carnaval (2005), mamãe falou que iria passar no sítio de uma amiga dela. Eu preferi ficar pois queria aproveitar a praia e a noite as baladas. Para minha surpresa Letícia avisou que também ficaria, pois queria sair com suas amigas da faculdade. Mamãe viajou na sexta-feira e até aí tudo bem. No sábado a noite decidi ficar em casa e a Lê saiu com suas amigas. Coloquei um vídeo pornô no meu quarto e fiquei bebendo uma cervejinhas e claro batendo uma punheta de leve. Quando foi por volta de uma da manhã, Letícia chegou a bateu na porta – NETTO, CHEGUEI! – tá bom, estou vendo desfile. – TÁ! PELO BARULHO EU IMAGINO O TIPO DE DESFILE, VOCÊ NÃO TEM JEITO MESMO. Neste momento eu percebi que a tv devia estar um pouco alta e procurei abaixar um pouco. Nisto minha cabeça começou a virar, pois eu tava com um tesão monstruoso, já fazia umas três horas que eu tava alisando a rola. Ouvi ela entrar no chuveiro e comecei a pensar naquele bundão, os seios, as coxas, enfim tudo que ela tinha de mais tesudo. Quando foi por volta das duas da matina eu já estava com um tesão do caralho, precisava urgentemente dar uma puta esporrada, porém os pensamentos na Letícia só me faziam ficar com o pau mais duro que mármore. Então pensei, vou até o quarto dela só dar uma olhadinha no bundão e volto pra terminar a bronha. Ocorre que quando eu abri a porta lentamente, me deparo com uma cena que quase tive um troço, ela estava deitada de bruços, com o rosto virado para o outro lado e vestia uma mini calcinha cor preta que o bundão e o bucetão engoliam boa parte da peça e estava sem sutiã. Então eu tinha visão daquelas costas branquinha, os cabelos loiros de lado, a cinturinha fina que termina com uma bunda sensacional e ainda aquelas coxonas grossas. Mas como dizem, o homem com tesão é uma cara sem razão, resolvi me aproximar mais para ver tudo bem de pertinho e quando estava praticamente perto da sua cama pude ver as marcas de biquíni que ela tinha, então quase pirei. Não restou outra alternativa senão colocar uma quantidade de cuspe na cabeçorra do pau e iniciar a maior punheta que eu já bati. O foda foi que eu punhetei cada vez mais acelerado e o barulho da punheta com a saliva na cabeça começou a fazer barulho e de repente ela vira rápido e me dá o flagrante, larguei a rola na hora: – NETTO, QUE PORRA É ESSA? POR ACASO VOCÊ ESTAVA ME OLHANDO E PUNHETANDO – que isso Lê, claro que não, só vim pegar um negócio – QUE NEGÓCIO, QUE NADA, OLHA SÓ COMO TÁ SUA ROLA TODA GRANDE E DURA – Já falei que não estava fazendo nada, porra! – COMO VOCÊ QUER QUE EU ACREDITE, HEIM! VOCÊ ESTÁ PELADO EM MEU QUARTO COM A ROLA DESSE TAMANHO E QUER QUE ACREDITE EM QUE HEIM ? E TEM MAIS EU OUVI O BARULHO DA PUNHETA E SUA RESPIRAÇÃO OFEGANTE. – Quer saber Letícia, eu tava mesmo socando um punhetão bem forte e olhando pra este seu bundão delicioso, e tem mais eu tava imaginado você de quatro e eu enterrando com força esse cacetão aqui ó! no seu bucetão. – SAI DAQUI SEU VIADO, VAI GOZAR VENDO SEUS FILMES PORNÔS. – ah! que se foda. Voltei pro meu quarto e fiquei pensando, poxa nunca havia brigado com ela, essa eu dei mancada, mas também, ela tá gostosa pra caralho e ainda deitada daquele jeito, quem consegue se controlar. Depois de uns 40 minutos ela bate na porta do meu quarto. – Quem é ? – SOU EU, NETTO. – O que você quer? – DEIXA EU ENTRAR PRA CONVERSAR COM VOCÊ. – Tá pode entrar. A Letícia entra somente de calcinha, quase enfartei, minha rola continuava totalmente em riste, porém embaixo do lençol e deixei assim mesmo. Quando ela entrou notei que ela deu uma olhada no lençol levantado. – QUERIA TE PEDIR DESCULPA, AFINAL DE CONTAS NÓS NUNCA BRIGAMOS E SEI QUE VOCÊ ESTAVA ASSISTINDO UM PORNÔ E ISSO DEIXA VOCÊS HOMENS COM UM TESÃO DO CARALHO. – Isso é verdade. – E TEM MAIS NÃO VAMOS BRIGAR POR CAUSA DE UMA PUNHETA QUE VOCÊ ESTAVA BATENDO PRA MIM, CONFESSO QUE DEPOIS DE PENSAR UM POUCO ATÉ ME SENTI LISONJEADA. – Lê, é que você esta… – É, EU SEI EU ESTAVA MUITO GOSTOSA COM ESSA CALCINHA. – Isso mesmo. – TUDO BEM. POSSO TE PERGUNTAR UMA COISA ? – Claro. – VOCÊ VAI FICAR COM ESSA ROLA APONTANDO PRO TETO ATÉ QUANDO. – Quando você sair, eu vou dar um jeito. – NÃ NÃ NI NÃ NÃO, AGORA EU QUERO VER DE PERTO COMO VOCÊ PUNHETA ESSA ROLA. -Jura que você quer ver ? – CLARO. – Então tira o lençol. – PUTA QUE PARIU, MANINHO, QUE ROLA É ESSA QUE CABEÇONA ROXA, HEIM! – Gostou? – É, PARECE POTENTE. O QUE FOI ? – Nada, não. – PELA SUA CARINHA DE PIDÃO, VOCÊ TÁ QUERENDO QUE EU PUNHETE VOCÊ, ACERTEI? – Adoraria. – EU SABIA. TÁ BOM VAMOS LÁ. NOSSA MANINHO, ESSE CARALHÃO TÁ MUITO QUENTE E TÁ PULSANDO MUITO. – Aaaaaiiii… caraaaaaalho…nooooossssa. – O QUE FOI ? – Essa sua mãozinha na minha rola e esse seus seios balançando tão me fazendo quase…. – GOZAR ? – Gozar não, esporrar. – E QUAL É A DIFERENÇA? – Você vai ver, a esporrada é bem violenta, são no mínimo seis jatos fortes que espirram longe. – PUTA, ESSA EU NÃO SABIA. Tem tantas coisas que você não sabe, mas posso te ensinar se quiser. Posso te pedir uma coisa? – CLARO QUE PODE. – Deita e deixa eu terminar fodendo teus seios branquinhos e inchados ? – JÁ VI QUE VOCÊ VAI LAVAR MINHA CARA DE PORRA, NÃO É MESMO? – Não vou mentir pra você, vai ser uma esporrada do caralho. – ENTÃO VAMOS LOGO, ANTES QUE EU DESISTA. – Deixa eu ajeitar, puta que pariu em Lê, que puta seios gostosos, aperta eles bem, isso! Agora vou fazer um rabo de cavalo no seu cabelo e segurar e agora é só colocar cuspe na rola e no meio dos teus seios e pronto, agora é só começar a fodê-los. – CARALHO TU NÃO ESQUECE UM DETALHE, HEIM! – Tá preparada ? – TÔ, VAI. NOSSA VOCÊ TÁ FODENDO MESMO MEUS SEIOS, OLHA SÓ A CABEÇA DESTA ROLA, TÁ INCHANDO. AI ACHO QUE ESTOU COM MEDO. – Aiiiii…..Lêêêê…. caraaaaaaaaaalho…..eu tô essssspooooooorrrando…..estica a lingua….ahahahahahah….ahahahhah…ahahahahah….ahahahahahah, nosssa maninha que achou?? – PUUUUUUUUTA QUE PAAAARIU, NETTO, OLHA SÓ MEU ROSTO, MEU PESCOÇO, MEU CABELO. – Então olha pra trás na cabeceira da cama. – PORRA! QUANTOS JATOS DE ESPERMA SAIU DESTA ROLA. – Eu contei nove. – CACETE! NUNCA VI NADA IGUAL. DEIXA EU LAVAR MEU ROSTO. – Não, fica assim uns 15 minutos. – MAS EU TÔ MUITO ESPORRADA, MEU ROSTO ESTÁ QUENTE. – Você está linda com meu leite na cara. – EU IMAGINO. Pessoal foi assim que eu punhetei pra minha irmã. Sei que tem gente que não acredita, mas pouco importa, foi exatamente como aconteceu, foi tão delicioso, tão especial que lembrei de todos os detalhes. Se este conto for bem votado, claro que contarei como isso continuou, pois não esqueçam que a minha fixação era no bundão da Letícia, é que depois dessa esporrada tive que dormir, mas estavamos somente no sábado de carnaval. Mulheres que tenham passado por situação parecida ou semelhante ou diferente não interessa, me mandem um e-mail comentando. E-mai e MSN: netto269@hotmail.com

Referência do Anúncio ID: CT-000024035

Não há Tags

7239 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Informações deste Autor

  • Autor: Vinetto
  • Membro desde: 11 de fevereiro de 2005

Contos publicados por Vinetto

Últimos itens anúnciados por Vinetto »

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 103 Guests, 30 Bots