Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Realizando um desejo o sonho

  • Publicado em: 7 de março de 2018 09:54
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Era um feriado qualquer e eu fui fazer uma visita a uma amiga e ver como ela tinha se acomodado e tambem é claro tentar desenvolver o desejo de transar eu e ela.
Pois bem . Cheguei! Ela me recebeu na rodoviária com um grande sorriso e um abraço. Pegamos um taxi e fomos pro seu bairro. Chegando la paramos num barzinho tomamos algumas cervejas e comemos algo por la mesmo.
Ao fim da saideira andamos um pouco até a sua casa. Fomos entrando olhei rapidamente o local e logo pedi: – cadê meu beijo de boas vindas direito?
Nos olhamos e demos um selinho e depois um beijo quente deixando que nossas bocas se conhecessem, e ja podia sentir as linguas se provando. Senti ela me apertar contra si e vi que tinha uma química entre agente pra realizar o nosso desejo. Virei ela de costas pra mim com as mão apoiadas na parede e pus meus dedos entre seus cabelos e puxei pra traz lhe dando mais um beijo e desci pelo seu pescoço e nuca, dei umas mordidinhas de desejo. Soltei o cabelo e agora percorria com a ponta dos dedos pela lateral de todo aquele corpo cheiroso e convidativo e subi com as mãos apalpando por entre as coxas até chegar aos seios. Beijei suas costas seu pescoço em quanto minhas mãos se ocupava em desabotoar seu short e então ele cai. A viro de frente pra mim nos beijamos e sinto ela entrelaçar suas pernas na minha cintura.
Nos beijamos dessa vez com tesão com fome com vontade.
Ela tira sua blusa e eu ja desabotoando seu sutiã branquinho com renda, beijo cada seio e em seguida me delicio com eles , um de cada vez lambendo o biquinho dando mordidinhas de leve e tentando abocanha los.
O clima me da um calor tamanho, tiro minha blusa ela tira suas pernas da minha cintura e diz: – Melhor irmos pra cama
– ok lorah vc que manda
Tirei meu short e fui atráz dela que se senta na cama. Fiquei no meio das pernas dela olhei e perguntei: – Tem certeza disso? Pq depois n vou parar (risos)
Ela deu uma risada sapeca e beijou minha barriga abraçando meu bumbum me tremi naquela hora. Será que daria conta da amiga gata?.
Entendi o recado e a beijei fazendo com que se deitasse. Ela de calcinha eu de langerie pele com pele nos beijando e nos apertando e o corpo entrando num ritimo louco de se remexer e o tesão aumentando e a respiração ofegante as vezes um abraço trêmulo e aquelas unhas passando em mim. Meu desejo era gozar naquela hora. So duas reboladinhas com nossas pepecas coladas e eu ja caia em êxtase, mas me segurei e desci beijando ela pelo queixo e suguei seus seios e puxava suas coxas contra mim. Dei uma respirada e desci calmamente beijando cada pedacinho daquela barriguinha e chego no limite de sua calcinha. Mordo bem devagarzinho e dou uma sugada naquela pepeca por cima da calcinha e nossa tava molhadinha. Nessa hora ela estremeceu fexando as pernas na minha cabeça.
Tirei a calcinha dela, ela se sentou me puxou e foi desabotoando meu sutiã enquanto dizia: -Não judia sua loira não.
– Ja que é minha só por hoje, vou judiar um pouquinho com carinho.
A empurrei na cama e virei de costas pra mim. Tirei minha calcinha e me coloquei sobre aquele corpo branquinho e macio. Minha pepeca encostando no seu bumbum e minha boca chupando seu pescoço, minhas mãos se espremendo entre o colchão e a pele dela procurando seu sexo e la ela fica suspensa deixando meus dedos livres para massagear seu grelinho. Como estava gostoso . Então desci beijando suas costas e bumbum ela abre as pernas me dando passagem a ajudo a se enclinar um pouco e passo a lingua em toda pepeca e ali me perco. Caio de boca lambendo seu grelinho e pondo minha língua o mais fundo q consigo dentro dela sentindo seu gosto . Quase me perco ali e ela se contorcendo se empurrando em minha direção e meu rosto se molhando com o mel que saia dali.
Ela se virou e dei-lhe um beijo para q pudesse sentir seu próprio gosto. E lambi todo seu corpo voltando a pepeca e foquei em lamber seu clitóris como uma gatinha com sede e desci para explorá la com minha língua enquanto meus dedos estimulavam seu clitóris num frenesi constante. Ela puxa meu cabelo me aperta contra sua pepeca e então gosa na minha boca perdendo sua força e a respiração pesando. Dei um tapinha na testa da pepequinha e me deito ao lado dela. Ela encosta sua cabeça em meu ombro e ficamos assim um tempinho.
Ela:-Nossa! ñ imaginava q seria assim (disse com um sorriso no rosto e a voz ainda ofegante)
Sorri pra ela e dei um beijo em seu ombro e me virei de lado puxando a mão dela para me abraçar de conchinha.
Estou quase pegando no sono sinto a ponta de suas unhas passando levemente na minha barriga e as vezes subia pra perto dos seios e voltava. Aquilo me acendeu o desejo novamente. Me virei de frente para ela e nos beijamos com vontade nos apertando e até senti ela tocar meu bumbum com pegada o q eu axei q ela n faria. Deslizei minha mão até sua pepeca massageando ela e abrindo devagar ao encontro do seu grelinho e brinquei com ele enquanto a beijava a boca. Mordisquei toda linha do seu corpo de encontro a pepeca e pus suas pernas pra cima e lambi do cuzinho até o grelinho só pra elouquecer ela, e subi novamente a beijando e colando meu corpo ao dela, minha pepeca na dela e começo a rebolar em circulos de um lado pro outro e pra cima e pra baixo e um tesão incontrolável toma conta de mim e só ouço nossos gemidos e minhas costas precionadas por suas unhas, Então meu corpo ferve e sinto uma explosão de prazer em mim e vou ficando fraca e desfalecida em êxtase e meu corpo ainda da pequenos estremecidas ela me olha e sorri e eu pouso ali em cima dela por 1 minuto, me recompanho e deito ao seu lado quieta e ouço apenas nossa respiração, ñ por muito tempo. pois logo ela vem com suas perguntas mil como sempre.

Referência do Anúncio ID: 5855a6e8f81bf06b

442 visualizações, 0 hoje

  

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: Moreno-62, 60 Guests, 4 Bots