Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Sera que ela quer dar pra outro? – Parte 2

  • Publicado em: 9 de junho de 2011 16:51
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Olá pessoal, tudo bem? Como eu já disse no outro conto, chamo-me Rodrigo, sou médico e namoro há 9 anos com a Fernanda. Sou um sujeito relativamente boa pinta, inteligente e bem sucedido. A Fernanda é uma mulher linda, uma baita morena, alta, de 1,80m com uma cinturinha de violão, seios bem durinhos (siliconados) e uma bunda gigantesca e que deixa qualquer cidadão louco. É aquela bunda chamada de “destruidora de lares”.

Como vocês sabem do último conto, a Fernanda é (ou era hehe) muito conservadora, nunca quis inovar muito na cama, eu, no entanto, sempre estive satisfeito. Porém, com o passar dos anos, a fantasia do chamado “cuckold”, de imaginá-la sendo comida ferozmente por outro, e de nos imaginar nas orgias mais devassas possíveis, vinha tomando conta da minha cabeça.

Mas, isso vocês sabem da parte I deste conto. Pois bem, depois daquela história toda lá que ocorreu, eu simplesmente tomei coragem e falei pra Fernanda que eu tinha vontade de ir numa casa de swing.

A reação dela foi um tanto inesperada, pois ela aceitou muito bem e disse que já suspeitava que eu tinha aquela fantasia. Disse ainda que aquela não era a fantasia dela, mas que eu tinha despertado sua curiosidade.

Com tudo combinado, resolvemos nos arrumar pra ir. Nesse dia a Fernanda estava simplesmente a coisa mais gostosa que eu já vi. Ela colocou uma calcinha minúscula e fio dental (lógico) de lacinhos, sem sutiã e um vestido curtíssimo, coisa que ela jamais tinha usado em ocasião alguma.

A verdade é que ela ficou esplendorosa, gostosa é pouco pra definir. O rabão dela parece que iria explodir ali dentro daquele vestido e cada movimento de quadril dela ao andar parecia um convite para os olhos, como se dissesse: “venha me comer agora, preciso de uma piroca”.

Chegando lá na casa, já na fila ela desanimou um pouco, achou as pessoas muito feias. Eu também confesso que fiquei um pouco desanimado depois que ela me disse isso pois imaginei que ela finalmente realizaria minha fantasia.

Ao entrarmos a festa já estava rolando, pedimos um champagne e sentamos numa mesa vendo duas mulheres de lingerie se esfregando num gogoboy {Ajuda do portal www.contoerotico.com.br = GoGoBoy é um homem, geralmente com o corpo atlético, que dança em boates atuando como dançarino de forma sensual. Gogoboys são muitas vezes associados à prostituição, todavia há algumas exceções, pois existem aqueles que preservam sua integridade física e/ou mental não aceitando esses tipos de programas. Geralmente há um certo preconceito contra os gogoboys devido ao caráter erótico de seu trabalho} Resolvemos então ir para a parte da boate e ficamos um tempo dançando.

Lá achamos um casal que estava também dançando e comecei a conversar com o carinha. A Fernanda saiu e foi ao banheiro, ao que aproveitei pra dizer pro cara chamar ela pra dançar. A esposa do cara era simplesmente uma devassa também.

Daí ela retornou e pouco depois o casal a puxou pra dançar e ficamos lá os quatro dançando, até que a Fernanda começou a rebolar e a dançar com a esposa do cara. Nisso, eu viro meu olhar para o palco, onde tem uma mulher fazendo pole dance. {Ajuda do portal: www.contoerotico.com.br Pole dance (em português: dança do cano, dança da barra, dança do varão ou ainda dança do poste – literalmente -, também conhecida como barra americana) é uma forma de dança e ginástica. Original da Inglaterra dos anos 1980,}

Quando eu volto o olhar para onde estava, a Fernanda simplesmente estava dando um chupão de língua na esposa do amigo lá, enquanto ele estava dançando atrás da Fernanda encoxando aquela bundona gulosa e pegando nos peitinhos dela.

Ah! E a cara da Fernanda naquele momento, meus amigos, não tem preço que pague o prazer que eu senti ali! A música mudou e a Fernanda quis sair dali do ambiente, não sei por quê.

Daí, continuamos andando pelos aposentos da casa, mas nada agradava a Fernanda, até que resolvemos ir pagar a conta e ir embora, mas antes de sairmos resolvi dar mais uma volta com ela e fomos ao “tatame”.

Chegando lá era uma putaria total. Tinha um cara comendo uma mulher num canto e vários casais se amassando. Nisso eu puxo ela pra sentar no meu colo e levanto seu vestido, deixando seu rabo gigante com a calcinha enfiada toda no seu rego exposto para quem quisesse ver.

Ela já estava bêbada, então aproveitei. Fiquei só a beijando e passando a mão nela. Quando estou passando a mão na bunda dela, sinto outra mão na minha. Era o cara que estava sentado ao lado com uma gata fazendo um boquete nele.

Então estava a Fernanda no meu colo com o rabão exposto, eu pegando nos seios dela e a beijando, e o cara do lado passando a mão na bunda e tentando enfiar o dedo na Fernanda. Daí aparece outro cara, que estava passando a mão na mulher do primeiro casal que estava no canto fodendo, e pergunta pra mim se pode participar.

Daí eu apenas sinalizei que sim e ele começou a encoxar a Fernanda por trás, mas como ela estava no meu colo, não tinha como eu ver exatamente o que acontecia, só sabia que ele estava se esfregando no rabo dela e que, pela cara, ela estava gostando.

Sei que ele começou a enfiar os dedos nela e a meter os dedos nela com força, e ela estava gostando, mas, quando me espanto, ela pede pra ir embora, que não queria transar.

Eu até insisti, mas não deu e resolvemos ir embora. Desde esse dia, não mais repetimos e a Fernanda diz que tem vontade de ir, não naquela casa, pois não gostou, mas em alguma casa de São Paulo.

Ocorre que eu estou morando agora distante dela e, por pelo menos oito meses, não teremos como frequentar novamente lugares assim.

Daí, amigos, preciso da ajuda de vocês para me darem dicas de como eu faço, pelo telefone, para convencer a Fernanda a transar com outro cara. Ela tem muito pudor e não gosta de conversar sobre sexo por telefone e vive me dizendo que não quer dar pra outro, só pra mim, etc.

Não sei o que posso fazer pra convencê-la a dar pra outro. Esses dias ela estava com dor nas costas e a sugeri ir a um massagista e, já que ela estava sedenta por sexo, de repente ela dava logo pra ele. A resposta dela foi um sonoro: “Tu é louco?”. Ao que eu disse: “Ué, vai me dizer que tu não ficou excitada?”, ela respondeu: “Sim, excitada eu fico, mas jamais faria isso… Não teria coragem na hora H”.

Meus amigos, o que eu faço pra dar essa coragem pra ela? Ajudem-me e mandem mensagens e dicas para rodrigo_dread_81@hotmail.com

Espero em breve relatar mais coisas pra vocês! Tchau!

Referência do Anúncio ID: CT-000050868

Não há Tags

6390 visualizações, 0 hoje

  

4 Comentários para “Sera que ela quer dar pra outro? – Parte 2”

  1. MarioSIlva 43 em 9 de junho de 2011 @ 18:04

    Aproveita a mulher fiel que tens. Se insistires para ela fazer o que no quer, vais mesmo ser um cukhold e no s no sexo=ela ir perder o respeito por ti como homem. Respeita a tua mulher, teu casamento e a ti. Conversem mais, esclaream pontos de vista e estabeleam regras. Cuidado, pode-se dar mal. Tua mulher pode encarar tua insistncia como a de um marido que j aprontou e quer compensar. A ltima coisa que esposa quer admitir que seu MACHO afinal no to macho assim e quer ser corno: faz ela sentir-se menor, menos fmea. Se quer entrar no mundo liberal com ela, conversem bem. Explique seu lado voyeur. O termo cuckhold ofensivo e o sinnimo de corno manso. Se isso que quer tudo bem. Mas ela pode no querer e vc acabar por sofrer com isso, isto , virar escravo dela. “Afinal foi vc que quis…”
    Abraos

  2. Tenho algumas experincias com casais e casadas, mas essa coisa tem que acontecer naturalmente, me add no MSN, quem sabe no consigo ajudar voces…

    Um abrao
    Discretodesp2008@hotmail.com

  3. Vc ainda pergunta se ela quer dar para outro, ela ja deu e faz charminho dizendo a vc que no,como uma mulher como vc fala gostosa e cheia de teso e vc fora de casa, se cuida man, de o telefone dela para mim que eu em poucos minutos fao a cabea dela para ela dar para mnim na sua frente e ainda te chamar de corninho kakakak

  4. Ela já tinha dado mesmo… Mas isso é outra história.. rs

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Informações deste Autor

  • Autor: rodz
  • Membro desde: 6 de novembro de 2010

Contos publicados por rodz

Últimos itens anúnciados por rodz »

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: Lelosp, 78 Guests, 28 Bots