Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Seu borracha,o negão do caminhao.

  • Publicado em: 15 de junho de 2016 12:26
  • Expira: Nunca!
Seu borracha,o negão do caminhao.
Seu borracha,o negão do caminhao. - Imagem1Seu borracha,o negão do caminhao. - Imagem2

Detalhes do Conto Erotico:

Oi pessoal do conto erotico,quero compartilhar com voces algumas aventuras minhas que tive em minha adolescencia, que de fato mudou por completo o meu gosto sexual,e me conduzil as delicias que sao as jebas pretas que hoje eu adoro igual chocolate.

Hoje tenho 27 anos e tudo aconteceu quando eu 15 e 16 anos mas primeiro vamos as apresentaçoes;

—Meu nome é Yago ,e sou japnes por parte de pai,na epoca eu vivia com minha familia,que eram os meus pais e sendo filho unico tinha os meus mimos, minha familia era ate bem de vida pois nao presisava trabalhar…pois meu pai trabalhava com vendas ganhava bem, um bom dinheiro e vivia viajando a negocios a outras cidades.

Nas ferias escolares eu nao fazia absolutamente nada ,só durmia e jogava video game; e de vez em nunca saia com meus amigos,mas só de vez em quando .

Minha mae vendia lingerie mas nao porque presisava e sim porque gostava e tambem dava uma boa renda pois tinha varias cliente algumas ricas até; e tambem vendia fantasias sexuais; mas só por encomenda e as suas clientes amavam comprar dela resumindo minha mae tambem era vendedora e entendia tudo de lingerie pois sempre estava usando lingerie que eram calcinhas bem peqenininhas e de rendinhas, ela adorava usar e tambem com a renda de meu pai e de minha mae eu nao presisava fazer nada e era um vagabundo de marca maior.

Com 15 anos eu era magrinho, maagrinho, pele lisinha parecia seda nao tinha um pelo no corpo e tinha uma boca vermelhinha pelo fato de eu ser bem branquinho e quase nunca pegava sol, meu cabelo era compridp;um pouco mais que o tamanho de chanel, nem meu pintinho que era pequeno ;só tinha 6cm e duro chegava a quase 9 rssss.tinha tambem nao tinha pelos .

O fato mais importante é que eu era emo no jeito e no modo de me vestir e gostava de bandas emo da época, meu cabelo era repicadoe comprido, quase nos ombros,e tinha piecing nos labios que eram 2 e tambem nos mamilos um em cada mamilo mas essa parte meus pais nao sabiam rsss.

Ja havia saido com algumas garotas mas nao ligava muito mas nao tinha transado ainda com nenhuma delas,que afinal eram tudo amigas de escola, só beijava elas e eu até gostava de beijar ela mas ficava mais com meus amiginhos conversando sobre musicas emos e futebol, e nao dava muita impoertancias para as garotas apesar de gostar bastante de beijar elas.

Com tudo isso, esse meu jeitinho de emode emo era bem afeminado e nao sabia,pois adorava ser emo e tinha varios amiguinhos que tambem era, mas o visual e o jeito emo sao bem femininos e eu era mas até aquele ponto nao sabia.

Bom passadas as apresentaçoes vamos ao ponto inicial; meu pai tinha comprado uma mesa em suas viagens de negocios mas por ter comprado em um brechó eles nao emtregavam em outra cidade e de carro nao dava pra trazer pois era de madeira antiga e grande e tambem muito pesadae entao meu pai irria ter que procurara um frete de caminhao.

A duas quadras de nossa casa morava um senhor que fazia frete com um caminhao bem velho mas andava beme onde era o frete nao tinha posto rodoviario, e seu caminhao tambem tava certo pra andar mas nao tinha alguns acessorios essenciais mas assim ele podia fazer o frete para meu pai.

Dito e feito meu pai falou com ele e ele aceitou na hora só disse pro meu pai adiantar o dinheiro do combustivel e o resto ele podia até pagar depois nao tinha problema nao…e emtao ficaram muito amigos o meu pai e esse caminhoneiro.

Esse caminhoneiro era um senhor de 53 anos e negao bem preto mesmo,careca,um pouco forte e alto tinha quase 1,80cm de altura mais ou menos,seu nome era Josias mas todos o conheciam como seu ‘borracha’ por ele ter trabalhado muito tempo de borracheiro em borracharias de beira de estrada,nao era casado e sua familia morava em Piauí de onde ele veio tambem a muito anos atras e por ser solitario adorava fazer amizades e meu pai tambem era amigo de todo mundo ali na regiao e ficou amigo tambem do seu borracha.

E entao aconteceu o seguinte eu tava de ferias e meu pai queria que eu fosse com o seu borracha pra ajudar ele a fazer o frete de caminhao e eu odiei a ideia de principio mas nao tinha como nao ir pois meu pai disse que tinha se cansado em eu nao ter o que fazer e tava na hora pra mim virar homem e aprender a trabahar um pouco pra nao ser vagabundo pro resto da da vida.

Seu borracha adorou a ideia e iria ter com quem conversar durante a viagem que era meio longa…seu borracha fechou o frete com meu pai e até frequentava a nossa casa como convidado pra almoços e jantas as vezes e ja era grande amigo de meu pai e de minha mae e em menos de uma semana ele iria fzer o frete e meu pai nao via a hora de chegar a sua tao amada mesa antiga…seu borracha disse que tinha que sair num dia e voltar no outro; pois nao gostava de nao gostava de dirigir por muito tempo sem descansare iriamos pusar em uma pensao de beira de estrada.

Entao chegou o grande dia de irmos fazer o frete para meu pai, era verao e entao eu peguei uma mochila com roupas e toaha ,estava caloe e entao fui só de bermuda e camisa regata preta e chinelos…e entao seguimos viagem…seu borracha era bem falador e sempre com algum sutaque de nordestino e tambem pude reparar que ele era banguelo na parte de frente da boca e ele era um bom homem, humilde e sorridente.

Me perguntou se eu namorava e eu respondi que nao e entao ele disse que sempre que viajava de caminhao e pra aliviar sempre pagava pra alguma menina chupar ele no caminhao…fiquei espantado e ele continuou e disse que elas cobravam baratinho de 2 5 reais e na maioeia erem meninas novas até menores de idade e faziam isso pra ajuadar os pais e a gente ta na estrada sem mulher faze o que a jente fica com dó mais a gente tem que aliviar o tesao durante a vigem…só que agora ele tava sem dinheiro e sempre dava tes…e eu o interrompi dizendo;—ai que horror seu borracha!!! e ele dava risada e falou que era uma delicia a chupetinha das menininhas de beira de estrada e que eu deveria esperimentar tambem…;—ai eu nao e unao quero fazer essas coisas nao…nossa esse velho é bem safadao pensei…e entao ele falou;—ai garoto eu vou ter que parar para dar uma aliviada que a coisa aqui ta braba…e entao ele parou o caminhao,tirou a piroca preta pra fora e começou a bater punheta na minha frente nossa eu fiquei horrorizado!!…e pensei ai que negao mais safado esse e sem vergonha pois fazia tudo na minha frente…—que isso garoto oxente vai dizer que ce nunca feis isso tambem??…nossa mais era safadao mesmo esse seu borrachae eu fiquei olhando pro pau preto dele todo melecado,pois ele passava cuspe na mao e disse que era pra deslizar melhor o cacete…e ele vendo que eu tava olhando pro pretao dele disse;—ce gosta disso garotao?…heim?…ja viu uma pauzao grandao assim alguma vez?…quer esperimentar pra ver como é que é?…e entao eu ri nao sei porque virei a cara pro outro lado e disse;—sai fora eu nao sou viado nao…e nao faço isso pra ninguem…;—ahhh, garoto esperimenta ai, e ve se voce gosta e depois ce fala pra mim, as meninas de beira de estrada gostam e dizem que é igual chocolate…nao quer esperimenta nao?…nao precisa ser viado pra isso e depois ninguem vai fica sabendo mesmo oxente…nessa hora virei o rosto e nao disse nada…como um velho podia ser tao safado e descarado,mais que homem mais sem vergonha heinm???…e entaoele teminou a punheta e eu de cara virada pro lado e entao ele desceu do caminhaao e foi fazer xixi, olhei pra ele ele tava balançando a pica e olhando pra mim cheio de tezao e entao eu dei uma risadinha pra ele e quando ele balançou o cacete preto pra guardar na cueca fiquie com agua na boca , acho que eu tava começando a gostar…e entao ele entrou no caminhao e seguimos viagem.

andamos mais uns 5km e entao eu disse pra ele que queria ver o pau dele e pegar um pouquinho;só pra ver como que era…mais só se ele garantisse que nao falaria nada pro meu pai pois afinal de contas eu nao era viado…;ahh é ce gostou do pau do borracha né japoneisinho…é claro que nao,só fiquei curioso porque o senhor dava me mostrando…e entao o seu borracha parou o caminhao no acostamento, já tava querendo escurecer e falou que eu podia brincar com o pau preto dele o tempo que eu quisesse que por sinal ja tava duro como pedra…era mesmo um tarado esse negao hein…e ele me madou -passar cuspi na mao e a lisar bem de leve e ir punhetando pra ele e disse que eu ia aprender rapido e entao punhetei ele e era lisinha a pirocona dele e nao queria mais largar e comecei a babar de tezao na vara preta do seu borracha,tava uns 10 minutos batendo punheta pra ele e entao ele falou;—issso japoneizinho agora ce vai mamar gostoso pra mim, pramim gozar ce me deixou com muito tezao e eu quero gozar em voce japoneizinho branquinho e cherosinho ce chera menininha nova sabia?…—ta bom seu borracha eu mamo pro senhor falei e comecei a chupar e nao conseguia chupar mais que a cabeça e entao ele falou;—abre a boca toda japoneizinha branca e empurou minha cabeça pro pau dele e dizia;—mama tudo seu viado,baba gostoso vai japoneisinho puto do caralho baba bastante na caceta do borracha…dizia isso e enfiava a mao no meu shorts e alisava a minha bunda e enfiava o dedo no meu cuzinho e dizia;—voce nao é homem ,nunca foi;com uma pele lisinha igual essa e um cabelinho de viado desse,sem falar nessa boquinha vermelha de chupar rola,e até colocou brinco na boca,como voce ia ce homi?…eu bem que desconfiei que voce era viado qdo fui na sua casa aquele dia…agora fica de cueca que eu vou por no seu cú…—ai nao seu borracha eu nunca fiz isso!!!…—o que??? ce babou o meu pau todo seu viadinho do caraho agora eu vou por no seu rabo sim seu japonesinho do cangote cherosinho…—ai seu borracha ta bom ,mais poe devagar que eu nunca dei pra ninguem e só vou dar pro senhor hoje…e entao ele pegou minha cueca boxer e enfiou ela na minha bunda pra parecer uma calcinha e depois passou um creme pos barba que ele usava no caminhao e e meteu o pau no meu cuzinho…—ahhhhhhhhhhh!!!!! que que cu gostoso do caralho que cú de mel viadinho fie da peste…—aiiiiiiiiii!! para seu borracha ta doendo falei quase chorando…—cala a boca viadinho do cranco ce num queria rola intao toma fie da peste, la no piauí eu comia cabrita aqui eu vou comer viadinhos igual voce agora batia na minha bunda e grudava na minha cinturinha magra e me puxava pra pica…nossa estava doendo muito e entao comecei a contrair o cú e dando leves mordidas no pau do seu borracha com o anus e entao ele ia ao delirio e a baba dele escoria pela boca pois ele era banguelo na frente da boca…—ahhhhh!!! seu puto ce ta mordendo minha pica com o cu e??…ahhhhhhhhhhhhhhhh!!!! caralho viado comedor de pica do sete cranco que cu gostoso da peste viadinho da peste e gozou nas minhas costas e e eu com a cueca boxer puxada de lado igual uma calcinha.

Tivemos mesmo que dormir numa pensao numa pensao de beira de estrada logo mais o ocorrido acima e entao na hora do banho ele mandou eu pegar o sabonte novo que eu trazia na mochila e lavar a pica dele e dei minha toalha pra ele se secar tambem pois a pensao era bem de quinta categoria e depois durmi com ele na mesma cama e ele pediu pra infiar a outra cueca que eu vestia toda na bunda pra parecer uma menina de calcinha e de costas pra ele que disse que eu ia ser a namoradinha novinha dele durante a vigem e entao concordei mas disse pra ele que meu pai nao podia ficar sabendo de nada que tinha acontecido e ele disse;—ce vai ser minha mulherzinha no caminhao agora …durante a noite eu ainda acordei 3 vezes pra mamar gostoso na pica preta do seu borracha e de manha antes do cafe eu pedi pra ele me dar mais chocolate…
continua…

Referência do Anúncio ID: 728575b3817e417c

8314 visualizações, 0 hoje

  

3 Comentários para “Seu borracha,o negão do caminhao.”

  1. Gostei muito do seu conto, posso te fazer algumas perguntas?
    1) no conto está escrito ….continua… mas não achei a continuação, gostaria de ler o resto.
    2) as fotos que aparecem são suas mesmo?
    3) a foto do borracha é ele mesmo? se for, tem um cacetão enorme.
    Aguardo resposta.
    Obrigado.
    Beijos.
    Meu email: mnamida@gmail.com

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 126 Guests, 3 Bots