Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Sexo na casa de Swing

  • Publicado em: 3 de maio de 2016 10:29
  • Expira: Nunca!
Sexo na casa de Swing

Detalhes do Conto Erotico:

Sou Ana , tenho 25 anos, 1,72 cm e 70 Kg.

Sou Loira, olhos cor de mel, cabelos lisos abaixo dos ombros.

Tenho um corpo normal. Nem gorda e nem malhada. Seios grandes e bumbum gostoso de apertar!

Essa história aconteceu a mais ou menos 1 ano.

Uma amiga tinha começado a namorar com um cara mais velho, e um dia ele sugeriu que fossem numa casa de Swing no Itaim Bibi chamada Neffertiti , como ela sabia que eu curtia uma aventura, me convidou para lhe fazer companhia.

Acontece que, para entrar nessas baladas, é preciso ir em casal, então eles chamaram um amigo para ser meu acompanhante.

Ele chamava Renato, era bem mais velho que eu, tinha uns 40 anos. Era alto, tinha grana,nada mal pra idade. Mas também eu estava indo mais pra conhecer essa balada, pois eu sempre quis ir em um lugar assim, liberal!

Durante a tarde fui me arrumar. Fui ao salão fazer uma escova, pintar as unhas , depilar as pernas e partes íntimas. Deixei tudo bem lisinho. Vesti uma saia rodada preta, uma regata azul clara, saltos brancos. Por baixo, apenas uma calcinha fio-dental de oncinha.

Lá pra umas 23:00 eles passaram em casa pra me buscar. Minha amiga e o namorado estavam num carro e o Renato em outro.

Chegamos na balada e eu não aguentava de tanta ansiedade. Não fazia ideia do que poderia rolar.

Ao entrarmos, tinha um salão no meio com postes de pole dance, a esquerda tinha o bar, a direita mesas e ao fundo, uma porta giratória. Deus o que será que tinha depois daquela porta? Eu estava super curiosa.

Sentamos em uma mesa e os meninos pediram Whisky , água de coco e uns aperitivos.

Chamei minha amiga pra pista e fomos dançar um pouco. Precisávamos nos soltar mais. A tenção era grande.Dançamos por uma hora mais ou menos.

Os rapazes se aproximaram e perguntaram se a gente estava afim de descobrir o que tinha por trás daquela porta. Topei na hora.

Assim que passamos por ela, nos deparamos com um “labirinto” que tinha 3 ambientes; quartos reservados , onde entrava quem o casal quisesse e trancado a chave , salas com portas também só que com paredes de vidro e buracos para outras pessoas colocarem as mãos e interagirem com quem estivesse dentro e por fim, um salão enorme onde era pura sacanagem. Parecia um filme pornô ao vivo, bem próprio pra quem curtia olhar e se masturbar.

Fiquei nesse salão um tempo, olhando as pessoas se curtirem, e quando me dei conta, o meu acompanhante havia sumido. Nem liguei , nosso papo não estava fluindo muito bem mesmo.

Senti uma mão no meu quadril e quando olhei era um cara que eu não conhecia. Ele era moreno, da mesma altura que eu e olhos azuis.

Ele se aproximou mais, encostando seu pau na minha bunda. Permiti, eu já estava com o maior tesão de ver aquele monte de gente transando ao mesmo tempo.

Ele deu um beijo na minha orelha e perguntou se eu queria participar. Eu disse que sim, mas que queria ir na sala semi reservada. Ele concordou e me levou até uma que era pequena, só cabia a gente e mais ninguém.

Começamos a nos beijar e ele colocou uma mão por dentro da minha saia massageando minha buceta. Eu fui na onda, abri sua calça e peguei seu pau, que estava super duro e latejando e comecei a bater uma pra ele, bem gostosa.

Ele me virou de costas abaixou minha calcinha, colocou a camisinha e enfiou bem lá no fundo. O que deixava aquela transa mais gostosa, era o fato de estar sendo observada e apalpada por outras pessoas. Homens, mulheres…qualquer um que passasse por lá. Nessa sala que fomos, tinha uma janela também e de repente, veio uma mulher, linda e me deu um beijo bem molhado. Olhou nos meus olhos e perguntou se eu estava curtindo aquela foda e disse que queria me ver gozar. Aquilo me atiçou mais ainda e implorei pro cara que me comesse com mais força.

Com uma mão ele segurava meu quadril pra aumentar a pressão e com a outra pegava minha buceta com tudo e fazia círculos no meu clitóris. Eu comecei a sentir aquele calor, que eu adorava, entre minhas pernas.

Ele me fudendo e aquela deusa me olhando nos olhos, esperando pelo meu gozo, foi a coisa mais sensual que aconteceu comigo.

Pedi pra que metesse ainda mais forte, pois eu gozaria naquele instante. Ele ficou mais excitado ainda com aquela súplica e gozou junto comigo.

Nos arrumamos e cada um foi pro seu lado.

Fui procurar minha amiga e a encontrei dançando na pista com o gato dela. Seu amigo, coitado, estava na mesa sozinho. Pra sorte dele eu ainda estava com tesão.

Pedimos a conta , minha amiga foi embora com o namorado dela e o Renato foi me levar pra casa.

No carro começamos a conversar e contei pra ele o que tinha acontecido. Achei que ele fosse achar ruim, mas pelo contrário , ele ficou mega excitado.

Percebendo isso, tirei minha calcinha , peguei sua mão , coloquei na minha buceta e pedi pra que me masturbasse. Abri sua calça, libertando aquela pica ,que pra minha alegria, era enorme. Me ajeitei no banco, coloquei ela na minha boca e comecei a chupar da cabeça até as bolas…enfiei tudo na boca.

Fomos o caminho todo assim. Ele me masturbando e eu chupando ele deliciosamente.

Quando chegamos na rua da minha casa, que era sem saída, ele estacionou e eu pulei no seu colo.

Ele delirava a medida que eu ia sentando em sua rola. Eu já estava molhadinha então ele entrou facilmente em mim. Ele abaixou minha blusa, deixando meus seios expostos e começou a sugar meus mamilos.

Ele segurou meu quadril com força, pra que seu pau ficasse ainda mais fundo dentro de mim. Eu rebolava com força e alternava a rebolada com o movimento de vai e vem…

Eu adorava aquela sensação de ser pega, ficava muito excitada. Transamos por uns 15 min até que gozamos intensamente. Senti aquela porra jorrando dentro de mim e ele sorriu sentindo meu gozo melar deu pau.

Ficamos naquela posição um tempo, conversando, esperando a respiração acalmar. Coloquei minha calcinha na bolsa, dei um beijo nele e desci do carro.

Eu estava feliz com aquela experiência e louca pra contar pras minhas amigas.

Nunca mais o vi, mas sempre lembro desse dia com carinho.

Curtiram? Acessem http://deusadosexoafrodite.com.br/ para mais histórias deliciosas

Referência do Anúncio ID: 2895723b4688c85c

  

5343 visualizações, 0 hoje

  

Uma Comentário para “Sexo na casa de Swing”

  1. bruninhocps em 4 de maio de 2016 @ 12:11

    Eita que delicia de conto….

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Informações deste Autor

Contos publicados por Deusaafrodite16

Últimos itens anúnciados por Deusaafrodite16 »

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 106 Guests, 33 Bots