Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Tesão em qualquer lugar.

  • Publicado em: 22 de fevereiro de 2017 14:12
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Tenho muitas fodas maravilhosas pra contar,e graças a este site, posso realizar meu desejo de relatar algumas. Tenho lembranças de todas, desde que “dava” pra alguns amiguinhos, mas nenhum foi delicioso e importante como meu delicioso negro . Sério, trepei com alguns amiguinhos branquinhos, mas eles apenas me “comiam” e eu não tive muito o que aproveitar, já com ele foi mágico e muito gostoso, porque ele sabia fazer, sabia mexer, sabia como eu gostava de chupá, como eu gostava de receber a pica maravilhosa dele todinha dentro do meu cuzinho, por isso escrevo só as fodas com ele.
E essa aconteceu em um dia, entre o fim de tarde e início da noite; em um dia que tinha reunião da religião da mãe dele na casa dela.
Mas não sabíamos e acabamos por querer transação dentro da kombi do pai dele, que estava na garagem, que era coberta e ficava aberta dos lados. Depois de convidar ele pra “me comer”, como era dia ainda, não queríamos nos expor pelas ruas e entrar em algum mato que sempre íamos, porque alguém poderia nos ver; então decidimos que seria ali dentro da kombi na garagem. Cuidamos bem pra ninguém nos ver entrando e fomos. Ele abriu a porta e me fez entrar primeiro, depois ele. Naquele dia ele estava com muito tesão pra me fuder e já queria tirar a bermuda; então disse a ele – Calma gostoso, já vamos começar . Como o pai dele usava a kombi pra transporte, não tinha os bancos traseiros, então tinha bastante espaço pra aproveitarmos. Fiz ele se escorar na parte de trás e disse – daí tu tem uma visão melhor, fica cuidando se ninguém chega e deixa o resto comigo. Dito isso, ele se escorou e já vi que o pai dele já estava se apresentando para o ” serviço”, e baixei a bermuda dele, ficando ele só de cueca, e disse a ele – na descuida da rua . Antes de.de tirar aquele colosso pra fora, fiz uns carinhos com minhas mãos ele passei a boca ele o rosto bem devagar naquela pica maravilhosa, bem devagar. Sentindo que ele já não aguentava mais, tirei também a cueca e vi o mastro lindo e pulsante do meu nego, e comecei a beijar e passar a língua nele. Eu também não resisti mais, quase nunca resistia, quando tinha aquela vara tão perto da minha boca, e já salivando, meti logo aquela maravilha de pica pra dentro da minha boca. Ainda não estava totalmente duro, o que eu adoro, porque amo sentir o pai dele endurecendo dentro da minha boca, com minhas chupá das, sinal que dou tesão a ele também. Com muito tesão, chupei bastante as bolas, a cabeça e todo aquele mastro delicioso. Segurando o pau com uma mão e lambendo as bolas dele disse, – Vem gostoso, vem me fazer mais feliz, mete esse cacete dentro de mim, como só tu sabe, mete na tua puta, ela tá aqui pra sentir teu pau lindo . Depois de falar, me deitei no chão do carro e senti os movimentos dele pra me cobrir de tesão. Ele deu uma ajeitada no pau, falou que não vinha ninguém e ajudei ele, com uma das mãos abri minha bundinha pra ficar bem na mira do cara lho fogoso do meu negro e com a outra conduzi o cacete direto pro buraco do meu cuzinho, e senti que ele deixou cair um pouco de saliva bem no meu cu. Com um dedo ele lambuzou um pouco meu cu pra lubrificar e encostei a cabeça do cacete dele bem no meu cuzinho . Que maaaaaaraaaaaviiiilha isso, vocês não tem noção do tesão que sinto na hora que encosta . Então relaxei e deixei o serviço pra quem sabe, ele já sabendo de como é o que gosto, já começou um vai e vem bem delicioso e devagar até sentir que pelo menos a metade daquele maravilhoso cacete já estava dentro de mim. Vendo que eu já gemia baixinho e falava coisas do tipo, – Vem , me dá ele .. mete esse cacete delicioso dentro de mim, não fica com dó da tua putinha, mete mais, mete tudo, ahhhhh delicia . Ao mesmo tempo que o safado metia gostoso tudo dentro de mim e falava arfando, – Tu quer pica do teu negrão né minha puta, sente o que tenho aqui pra ti tarada, e não é pouco não, tu gosta de dar o rabinho pro teu macho, né ? Rebola chupá dor, mexe e sente o pau gostoso que tu está levando nesse rabinho .- Sim gostoso, mete tudo, eu quero tudo tu sabe, não deixa nada de fora; meu homem, meu negro delicia, faz assim, isso, mete vai. Foram vários minutos com aquele pau entrando e saindo dentro de mim, e me fazendo sentir uma.puta deliciosa e.e maravilhosa pro meu. Macho, porque ele estava ali socando uma.pica enorme, grossa e bem preta no meu cu, bem do.jeito que eu adoro. Ele sempre gemendo baixo e arfando no meu ouvido, dizendo que eu era a puta maravilhosa dele, que além de saber chupá o pau dele bem gostoso, também sabe receber aquele colosso de pica sem reclamar e ainda pedir mais (e o pau dele é bem grande e grosso). De repente senti ele fazer shhhhhiiu, e falar bem baixinho, – não faz barulho, não te mexe, tem gente aqui perto. Gelei na hora, pois podíamos ser descobertos, e tinha gente passando ao lado da kombi, indo em direção a casa da mãe dele, onde teria reunião
Paramos de falar, de gemer, mas o tarada não parou de meter o pau duro dentro de mim, as.pessoas passando bem ao lado, bem encostadas no carro, mas por sorte que estávamos deitados e ninguém quis olhar pra dentro da carro. E ele lá, socando gostoso aquele mastro delicioso pra dentro de mim, sem ao menos eu poder soltar um gritando. Depois que ouvimos todos passarem, ele se ergueu um pouco pra confirmar que não tinha ninguém mais.por ali, e eu ali deitado ainda, ele veio mais uma.vez por cima de mim com o cara lho duro e enfiou pra dentro do meu cu, e disse – Vou te dar mais um pouco de pica e gozar gostoso minha puta tarada, quer levar leitinho aonde, no cuzinho ou na carinho ? E não me fiz de louco e falei quase gemendo, quero toda tua porra na minha cara negão pissudo, me dá teu leitinho aqui na minha boquinha, deixa eu sentir esse gostinho da tua porra na minha boca delicia. E ele sem muita cerimônia já mexendo mais rápido falou, – então te prepara minha putinha, pra tomar leitinho na boca, tô quase gozando. A sorte que não tinha mais ninguém por perto mesmo, porque ele mexeu muito forte e a kombi balançou muito e falamos alto também . Ele deu mais duas estocadas fortes no meu cuzinho e gemeu, se levantando falou, – Vem taradinha puta do teu macho, toma tua porra gostosa que tu tanto quer. Me ergui o mais rápido que pude e me encostei na parte de trás do carro e disse, – Dá delicia, vem com essa porra quentinho que tanto amo, vem me da tudo, até a última gota. Nisso ele se chegou mais perto da minha cara e punhetando bastante o caralho delicia dele senti o primeiro jato bem na boca, e os outros vieram abundantes e fartos enchendo minha cara de porra quente e deliciosa, ele largou o cacete e eu peguei com muito tesão e esfreguei bem na minha cara, lambuzando ainda mais e terminando de chupar o pau delicioso do meu macho, meu negrão gostoso, lambi bem gostoso por um bom tempo; o pau dele ficou bem limpo, porque chupei bem e gostoso, já a minha cara ficou bem lambuzada de porra. E fiquei assim bom tempo ainda ali dentro da kombi, conversando com ele e a cara cheia de porra do meu negro. Quando nos demos por conta já era noite, e rimos um pouco, porque começamos trepar ainda era dia e términos a noite. Nos despedimos e.e fomos cada um pra sua casa; não sem antes combinarmos outra foda gostosa pro dia seguinte.

Referência do Anúncio ID: 65958a618c54b6a9

Não há Tags

1913 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Informações deste Autor

  • Autor: keronegao
  • Membro desde: 9 de agosto de 2016

Contos publicados por keronegao

Últimos itens anúnciados por keronegao »

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: pepeusjrp, 100 Guests, 14 Bots