Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Tio Pedro

  • Publicado em: 24 de dezembro de 2001 08:04
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Meu nome é Ana, mas todos me chamam de Aninha, o que vou relatar é um fato que aconteceu na minha vida e a mudou completamente. Meu pai é mecânico de automóveis e desde que ele abriu a oficina tem um cara que trabalha com ele. Este se chama Pedro, é um negro alto, meio forte, mas não definido, diria um quase gordo. Pedro frequenta minha casa desde que tenho 4 anos, quando meu pai abriu a oficina e fui acostumada a chama-lo de tio. Pedro é um cara muito brincalhão, desde pequena ele me dava mais atenção do que meu pai, me levava aos parques de diversão, shopping, etc. Sempre tive muito consideração por ele, para mim ele era meu tio de sangue mesmo. Sempre o vi como uma pessoa perfeita e indefectível. A impressão que tinha dele começou a mudar quando eu tinha 11 anos… era uma manhã de uma terça-feira e como todas as manhãs eu me aprontei para ir para escola e meu pai me deu carona até lá. Nesse dia meu professor de matemática faltou e sai duas aulas mais cedo, voltei para casa e logo que cheguei no portão de minha casa vi o carro de Pedro, achei meio estranho, pois essa hora não era para ter ninguém em casa, já que minha mãe deveria estar trabalhando e o meu pai também, muito menos o Pedro, que não frequenta minha casa quando não tem ninguém. Logo que entrei escutei gemidos vindo do quarto de meus pais… fui andando bem devagarinho, na ponta dos pés… quando chego no quarto a porta estava fechada, olhei pela fechadura, mas não dava para ver nada… foi quando resolvi tentar a janela, fui para o quintal e a janela estava aberta… olhei pela janela e vi minha mãe de quatro e o Pedro enfiando o pau nela… fiquei totalmente sem reação na hora… não sei se sentia raiva de Pedro ou de minha mãe… quase gritei para que os dois parassem, mas resolvi ver até onde ia aquilo… Pedro chamava minha mãe de gostosa, cadela, etc… e minha mãe gostando. Quando ele tirou o pau de dentro dela eu me assustei com o tamanho e a grossura daquilo. Dai minha mãe sentou no pau dele e começou a cavalgar, cavalgar.. até que ele disse que ia gozar… ela prontamente tirou o pau da buceta e começou a chupa-lo como se fosse um picolé. Aquilo parecia uma mamadeira que minha mãe mamava como uma criança faminta por leite. Fiquei revoltada, por aquilo eu não esperava, saí correndo, peguei minha mochila e saí para casa de minha amiga Carla. Chegando a casa de Carla contei tudo a ela e disse que iria contar tudo para meu pai, daí ela me falou que eu não devia fazer isso, pois meu pai era uma pessoa muito nervosa e poderia até cometer algo de muito grave com o Pedro e com minha mãe. Ela me disse que poderia cometer uma grande injustiça com o Pedro… logo que ela me disse isso não entendi o que ela quis dizer e prontamente perguntei por que injustiça… ela me disse que minha mãe tinha a maior fama de vagabunda no bairro,que minha mãe andava de shortinhos minúsculos e sempre sem sutiã para deixar os biquinhos dos seios a mostra para provocar os homens… tive vontade de socar a cara da Carla… mas pensei e vi que realmente minha mãe andava nesses trajes e era muito provocante, até mesmo porque ela era muito bonita, baixinha, seios médios, bumbum gde, de dar inveja até em mim. Mais calma voltei para casa e não tinha mais ninguém lá. Foi dormir para refrescar a cabeça, mas eu só pensava naquilo, mas agora não estava mais com raiva e, por incrivel que pareça tesão… pensei demais naquilo e não parava de imaginar no pau de Pedro. Esses pensamentos se repetiram por dias e dias, não conseguia mais olhar para Pedro como meu tio, estava sentindo desejos por aquele homem. Um ano se passou e meu desejo começou a aumentar mais e mais, já estava com meus seios crescidinhos e estava criando corpo, percebia através do olhar de homens nas ruas que com 12 anos eu já estava sendo desejada. Eu sou baixinha, morena, olhos verdes, modéstia a parte tenho um corpo muito bom para minha idade. Carla contou para mim que tinha perdido a virgindade com o seu namorado e disse que adorou, aquilo me deixou com mais vontade de fazer sexo. Quando um dia decidi que teria que ser com o Pedro e comecei a ataca-lo. Ele foi assistir a um jogo de futebol na minha casa com meu pai, logo que ele chegou pensei comigo… é hoje que eu o provoco. Mas estava com medo, vai que eu seja muito direta e ele não goste e conte para meu pai, estaria ferrada. Subi até meu quarto e coloquei uma blusinha branca que deixa a marquinha dos seios e uma saia curta de pano que tenho. Logo que cheguei na sala vi o olhar de Pedro para mim, sentei no sofá e fiquei assistindo o jogo também, meu pai achou estranho, mas nada falou. Percebi o volume que se formou no short de Pedro, logo imaginei no pau dele que eu tinha visto, já estava com a calcinha molhada. Meu pai me pediu para buscar uma cerveja e logo obedeci. Quando abro a geladeira vejo Pedro na cozinha. Pegou um pouco de suco e me disse que eu estava muito bonita com aquela roupa, fiquei sem graça e ele voltou para sala. Ele começou a frequentar minha casa mais do que o normal e vi que ali tinha coisa. Comecei a comprar roupas sensuais e comecei a provoca-lo cada vez mais,mas ele não tomava iniciativa e estava indecisa se ele queria transar comigo. Todo final de ano meu pai e os caras da oficina organizam um jogo de futebol para descontrair. Como era de costume eu também ia assistir ao jogo, neste ano eu e minhas amigas até organizamos uma torcida, as teen girls, coloquei um shortinho de lycra extremamente enfiado no rego, que delineava minha bunda, uma blusinha branca, sem sutiã para deixar meus bicos a mostra, pois tenho seios com bicões grandes e do tamanho de uma pera. Estavamos indo de carro eu, meu pai e 3 amigos dele, o que deixava o carro lotado, quando estavamos saindo chega Pedro correndo… ele diz que o carro dele não estava pegando e pediu para meu pai o levar, prontamente meu pai olhou para mim e pediu para que eu descesse para que Pedro fosse no meu lugar… falei para meu pai que não, que eu queria ir e nada iria me fazer ficar, meu pai gritou comigo e Pedro logo interviu dizendo: deixa, ela pode ir no meu colo… aquilo me deu um frio na espinha e meu pai logo concordou, pois não sentia malícia nisso, já que Pedro era como se fosse meu tio. Senti no colo de Pedro e vi que seu pau logo começou a endurecer, comecei a suar, pensei comigo: sinal verde. Ajeitei minha bunda de modo que encaixasse certindo o meu rego ao longo do pau dele, só sentindo aquele volume na bunda tive noção do tamanho daquilo…comecei a rebolar disfarçadamente no rabo dele, pois ninguém podia perceber, muito menos meu pai. Quando estavamos chegando ao campo tinhamos que enfrentar uma estrada de terra, o carro balançava de um lado para o outro, eu tava ficando louca. Quando descemos do carro vi o olhar de satisfação dele e ele me deu um sorriso maroto. Começou o jogo e pouco tempo depois ele sofre uma falta e se machuca, pede para sair e vai para o vestiário mancando. Fiquei preocupada e fui atrás dele no vestiário, logo que me viu ficou surpreso e aquele que estava gemendo de dor a minutos antes estava sorrindo. Perguntei se ele estava be, e le disse que tava precisando de uma massagem. Disse que sem problemas e ele tirou o pau para fora e me disse: é aqui que vc vai fazer a massagem. Prontamente peguei naquela tora que mal cabia na minha mão e comecei a movimentar meio que sem jeito. Perguntei se estava gostando da massagem, ele falou que para ele sarar tinha que ser com a boca. Falei que não, pois tinha nojo, ele me disse que eu não poderia ter nojo de uma coisa que eu não tinha experimentado. Tentei colocar na boca, mas não tava conseguindo devido a grossura do pau dele, depois de um esforcinho deu. Ele começou a meter na minha boca, o seu pau tava na minha garganta, estava sentindo ânsia já. Foi quando ele tirou minha blusa e meu short, por sinal estava sem calcinha, ele me deitou num banco do vestiário e começou a chupar meus pés, minha perna, percorreu meu corpo com sua língua, estava louca, nem pensava que nessa hora podia entrar alguém. Ele chupava minha buceta como se tivesse chupando uma manga. Até que gozei em sua boca, que loucura meu primeiro orgasmo. Ele começou a chupar meus seios, que nessa hora estava com seus bicões durinhos. Nos beijamos muito, ele me mordia o pescoço, uma sensação indescretível. Foi quando ele me disse que iria meter na minha buceta, na hora me deu um medo repentino e ele estava sem camisinha, disse que não pois eu ia sentir muita dor se aquele pau entrasse na minha buceta. Ele me pediu para deixar colocar só a cabecinha, vi que ele tava sedento e concordei, mas falei só a cabecinha, ele concordou… enfiou a cabeçona… urrei de dor… pedi para ele tirar, e ele não tirou, enfiou numa só estocada o restante… senti muita dor… gritei, não sei como ninguém escutou… pedi desesperadamente: tira, por favor, tá doendo, tá sangrando, tira… ele esperou e começou ameter como se fosse uma britadeira… a dor deu lugar a uma sensação deliciosa… eu tava adorando, como era possível, uma bucetinha tão pequena quanto a minha aguentar aquela rola. Depois ele me colocou de pé e eu fiquei com as mãos encostadas na parede e meteu na minha buceta por trás… uma delícia. Fiquei de quatro e falei para ele, agora quero como minha mãe, no rabo, ele se assustou e perguntou como vc sabe?… prontamente respondi não importa, apenas mete… Ele tentou comer meu rabo e tentou, tentou, mas o pau não entrou. Já estava quase na hora de acabar o primeiro tempo do jogo e decidimos deixar o rabo para outro dia. Ele me pediu um boquete para que ele gozasse em minha boca, o que fiz e ele me encheu a boca de porra e toda minha cara. Voltei para campo toda arregaçada, não conseguia nem pular na torcida, ainda bem que ninguém percebeu nada. Continuo dando para meu tio Pedro com a ajuda de ky consegui em outro dia dar o rabinho, mas conto outro dia…

Referência do Anúncio ID: CT-000006125

Não há Tags

8563 visualizações, 0 hoje

  

Uma Comentário para “Tio Pedro”

  1. delicioso… fiquei com a buceta molhada lendo isso
    roxanlenon@gmail.com

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 92 Guests, 26 Bots