Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Três numa cozinha

  • Publicado em: 14 de maio de 2012 08:27
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

(escrito por Kaplan) ******************

Soraia e Verônica eram duas gatissimas amigas que moravam numa república e estudavam na mesma universidade que eu, apesar de serem cursos diferentes. Em cidade pequena, com dezenas de repúblicas de estudantes, a gente acaba conhecendo todo mundo e muitas vezes o conhecimento acaba na cama… beleza pura!

Pois eu fiquei conhecendo as duas e uma vez que levei a Soraia ao cinema, rolou um clima bem legal entre a gente. Beijos e amassos dentro do cinema e depois uma bela trepada em meu quarto. Soraia era loura, mignon, mas o que a gente chama de “falsa magra”. Quando ficava nua era deslumbrante, uma buceta com um triângulo de cabelos pretíssimos, coxas firmes, peitinhos clarinhos. Bunda gostosa de apertar e morder e um cuzinho apertadinho, mas que se abria quando se encostava o pau na portinha.

Daí passei a ser convidado a ir na república delas. Moravam lá só as duas e eu gostei muito de ver que ambas andavam bem à vontade, seios eram vistos, lances de calcinhas eram comuns.

Um dia eu estava na sala dando uns amassos na Soraia, quando a Verônica passou, apenas de saia indiana. Nossa… fiquei de boca aberta vendo os peitinhos dela. Sorrindo, perguntou se queríamos um suco e foi para a cozinha preparar. Soraia percebeu o tesão que bateu em mim, mas, em vez de ficar enciumada, me confessou que Verônica era muito a fim de mim. E perguntou se eu tinha vontade de transar com ela. Confessei que sim, então ela me chamou para irmos à cozinha, falou que ia gostar de ver a gente trepando.

– Mas vamos chegar já de acordo, tira a roupa, fica pelado!

Sem saber o que ela pretendia direito, tirei tudo. Meu pau já estava duro e mais ficou quando Soraia, que estava com um vestidinho, puxou as beiradas do decote e ficou com os peitos de fora. Cai de boca neles, mas ela mandou eu parar, era pra guardar pra Verônica.

Fomos para a cozinha, Verônica estava distraída preparando frutas para colocar no liquidificador. Quando nos viu entrando, do jeito que entramos, deu um sorriso largo. Fiquei pensando se elas não tinham tramado isso. Mas não importava. Ela ficou na ponta dos pés, o que fez a bundinha dela ficar bem empinada e apoiou as mãos na bancada da pia.

Soraia ajoelhou-se atrás dela e puxou a saia e a calcinha. Também me ajoelhei e comecei a lamber a a bunda, a buceta e o cuzinho de Verônica. Ela tinha acabado de sair do banho, estava toda perfumada. E ai eu percebi que entre ela e a Soraia havia algo mais que amizade. A Soraia ficou perto da cabeça dela, fazendo carinhos no corpo dela, pegando nos seios e as duas se olhavam amorosamente. Enquanto isso eu enfiava o pau na buceta da Verônica e quanto mais ela arfava e gemia, mais a Soraia fazia carinhos nela. Inclusive acariciava a buceta dela enquanto meu pau entrava e saia.

Verônica estava se desmanchando de prazer. Soraia me beijava e depois tirou meu pau e chupou-o. Falou que agora era a vez dela. Sentou-se no banquinho alto que havia lá, tirou a calcinha e suspendeu o vestido para que eu pudesse meter. Verônica ficou do lado, beijando os seios da amiga, depois, vendo os gemidos dela, ela encostou o rosto no corpo de Soraia e ficou se masturbando, pondo a língua de fora, de vez em quando puxava meu pau e o chupava.

Ela subiu num móvel que havia na cozinha e lá de cima ficou se masturbando enquanto assistia eu enfiar meu pau em Soraia. Os gemidos das duas eram excitantes, e meu pau se deliciava. Quando Soraia gozou, voltei para Verônica e meti nela lá em cima do móvel em que ela estava e fiquei metendo até ela gozar também. Para não haver disputa entre elas, eu as coloquei de joelhos lado a lado e gozei no corpo das duas.

Aquela tarde havia sido sensacional. Elas me pediram sigilo absoluto, porque se faziam passar por lésbicas para não terem de aturar os estudantes mais bobos.

– Mas vocês são namoradas, de verdade, não são? Eu observei o carinho de vocês duas…

– Não é que sejamos namoradas, mas gostamos muito de transar uma com a outra. Apesar de sermos heteros, como você pôde sentir. Ou não sentiu?

– Tá brincando? Foi fantástico hoje à tarde.

– Então, mantenha o sigilo que vai poder voltar aqui sempre!

Referência do Anúncio ID: CT-000052071

Não há Tags

27022 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: 127 Guests, 28 Bots