Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss

 

 

Uma aventura

  • Publicado em: 2 de julho de 2003 09:24
  • Expira: Nunca!

Detalhes do Conto Erotico:

Somos um casal 40/44 1.62 e 1.84, de bem com a vida. O que vou narrar

aconteceu recentemente, no final desse mês de janeiro e inicio de

fevereiro. Eu meu marido resolvemos ir passar a ultima semana de

nossas ferias em Santa Catarina, Florianópolis. E compramos passagens

Belo Horizonte-Curitiba pela Cometa bem em cima da hora e acabamos

não conseguindo lugar juntos. Acabamos ficando um atrás do outro no

corredor do ônibus.

Na sexta feira dia 22/01/2003 embarcamos no ônibus de 19.45 BH-Curitiba

Sentei eu no banco da frente e meu marido logo atrás de mim. Meu

parceiro de poltrona chegou logo em seguida, um Homem comum um

pouco fora do peso, chegou e sentou na janela.

É uma viagem longa, Após unas 2 horas de viagem, Eu estava lendo uma

dessas revistas, Cláudia para ser mais exata, e estava lendo uma

reportagem sobre fantasias em geral, de homens e mulheres. Foi ai que

tudo começou acontecer. Meu colega de viagem, vendo o que eu lia me

perguntou muito educadamente o que eu achava dessa reportagem, e

Eu respondi, que não achava nada demais, e que cada qual tem as suas

fantasias. Não sei porque acabei falando com ele que meu marido era

louco com essas coisas de troca de casais, swing e menage, mas que eu

era bem medrosa em relação a isso, ai Ele me disse que na casa dele era

o oposto, a mulher dele adorava essas coisas e ele que não tinha vontade

e nem coragem pra tocar em frente.

A partir desse momento nossa conversa acabou ficando um pouco picante

meu marido atrás de mim, parecia nem se preocupar com que a gente

conversava, e aquela conversa estava mexendo comigo. Depois da

primeira parada, retornamos para seguir viagem, logo as luzes foram

apagadas, Eu ainda estava meio exaltada com toda aquela conversa com

meu amigo de viagem, comentei com meu marido durante a parada e ele

apenas riu e me disse, -deixa rolar amor, faça o que quiser.

Fechei o s olhos, tentando me acalmar um pouco, eu viajava de saia e

Ar condicionado estava me incomodando e puxei uma manta para cobrir

minhas pernas. Quando eu começava a adormecer, senti uma mão em

minha perna, Juro que gelei de susto e emoção, mas não fiz nada, acho

que era que ele precisava pra tomar coragem, sua mão subiu lentamente

por entre minha coxas, uma mão áspera, mas suave, eu tremia, nunca

quis isso, mas naquele momento meu corpo pedia, e eu estava trêmula

demais pra reagir. Quando senti a mão dele tocando minha buceta ainda

por cima da calcinha quase desmaiei de prazer, era algo totalmente novo

para mim, não sabia se meu marido percebia o que acontecia, mas tive

que ele estava dormindo. Senti quando os dedos dele, afastaram minha a

minha calcinha e quase berrei quando o aquele dedo grosso e áspero

me penetrou, eu estava ensopada e não parava com aquele vai e vem

dentro de mim.

Fechei os olhos e relaxei, ele massageava meu grelo com tamanha

habilidade e carinho, não falava nada, apenas me punhetava de uma

maneira deliciosa, eu estava indo a loucura, ai ele com muito cuidado

e delicadeza colocou o outro dedo no meu Cu e enfiou e começou aquele

vai e vem louco, enquanto que com o polegar ele massageava meu grelo

Eu fui a loucura, e o meu gozo chegou forte, provavelmente eu teria

dado um grito se ele não tivesse colado a boca dele na minha, abafando

meu grito, senti a língua dele encontrando a minha em um beijo, muito

mais para abafar meu grito do que um beijo de amor, mas gostei.

Ele retirou a mão e se afastou, Eu ainda de olhos fechado, relaxava

e agradecida, queria retribuir o prazer que ele me deu, deixei minha

mão cair no colo dele, senti aquele volume enorme, apertei com

suavidade, deslizei a mão sobre ele, aquilo parecia querer furar a

calça dele. Devagar abri o zíper dele, enfiei a mão e apalpei por cima

da cueca, estava melada procurei a abertura e puxei pra fora, não era

grande, bem menor com o que eu estava acostumada, mas grossura

daquilo me assustou e me deixou completamente alagada, nem em

filmes eu tinha visto algo tão grosso, minha mão mal conseguia fechar

ao redor dele, eu comecei a deslizar lentamente a mão sobre aquilo,

pra baixo e para cima, em um lento vai e vem, deslizava meu polegar pela

cabeça daquele pau, espremia pra ver ele jorrar mais aquele liquido

e descia novamente com a mão, deixava minha unhas arranharem as

bolas dele, via o efeito que isso fazia no meu amigo, queria retribuir todo

prazer que ele havia me proporcionado. Não resisti e desci com minha boca

até aquele pau, tentei em vão colocar todo ele na boca mas não consegui.

Mas lambi toda aquela cabeça, chupei como pude, enquanto punhetava

ele, esfreguei todo ele pelo meu rosto, bati com ele na minha cara, estava

alucinada e ensopada. A vontade ter aquele pau dentro de mim aumentava

e chupei ele com força, vi que ele estava pronto pra gozar e aumentei a

velocidade do vai e vem sem desgrudar minha boca dele, senti quando ele

explodiu na minha boca, uma quantidade enorme de porra entrou pela

minha boca, engoli tudo. Mas ainda estava com vontade te ter ele dentro de

mim, continuava alisando ele, e ele ainda estava duro,

então falei para ele, quero que Você me coma, joguei a manta sobre o colo da gente e

retirei minha calcinha, e virei de costa para ele,senti

quando ele esfregou o pau na minha buceta encharcada,

ele estava sendo cuidadoso, empurrando devagar, e apesar de Eu estar completamente lubrificada, sentia

aquilo me rasgando, me ocupando por inteira, a posição que eu estava fazia com que meu rosto ficasse um

pouco para fora no corredor, foi ai que eu percebi que

meu marido assistia a tudo, aquilo me excitou ainda mais. Ele empurrou o resto todo pra dentro da minha

buceta, eu fui a loucura e quase não conseguia engolir

meus gemidos, apoiei minha mão nas costa do banco, e

senti meu marido puxando minha mão pro colo dele, o pau

dele estava de fora, completamente duro e melado, eu

o toquei, e apertei, comecei a bater uma punheta para

ele, enquanto o meu amigo retirava seu pau da minha

buceta e encostava no meu cuzinho, Eu gelei, não gosto

de sexo anal, mas estava tão excitada que não resisti e

ele percebendo que relaxei, empurrou de uma vez, senti

uma dor sim, que logo passou e quase me levou a loucura

de tanto prazer, apertei o pau do meu marido com força,

e o punhetei com prazer, queria ter ele na minha boca e

parecendo advinhar meus pensamentos, ele levantou como

se fosse pegar algo no porta bagagem, entao eu pude ter seu pau colado no meu rosto e o engoli com vontade ao

mesmo tempo que senti o meu amigo me enchendo com sua

sua porra, ao sentir aquele liquido quente dentro de

mim gozei com força, senti que meu marido também enchia

minha boca com sua porra…ficamos um pouco quieto por

um tempo…Meu marido me deu um beijo carinhoso e voltou pro seu lugar, depois disso eu adormeci, e acordei já na rodoviária de Curitiba, me despedi do meu

amigo apenas com um olhar.

Apesar do prazer que essa aventura me proporcionou não

pretendo repeti-la, foi a única e inesquecível aventura

que tive…..

Referência do Anúncio ID: CT-000013447

Não há Tags

6559 visualizações, 0 hoje

  

Deixe seu Comentário

É necessário fazer login para poder inserir um anúncio.

Para obter informações sobre este anúncio, preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem para o anunciante.

Novidade!

Usuarios Ativos

Users: isabellaexb, 229 Guests, 13 Bots